A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos Cinema

Sung Kang está fazendo um Ford Maverick – e tem um brasileiro envolvido no projeto!

Você deve lembrar do último project car do Han Lue de “Velozes e Furiosos”, Sung Kang. Pois bem: pouco depois de ficar surpresos com o fato de que Kang realmente curtia carros e ver como ficou seu Datsun 240Z, o “FuguZ“, vimos que ele estava com outro project car, e que ele provavelmente seria um Ford Maverick.

Nem precisamos dizer que ficamos bem empolgados com a ideia. Tudo começou há cerca de quatro meses, quando Sung Kang começou a compartilhar diversas fotos do Maverick em suas redes sociais — incluindo imagens de exemplares  clássicos das pistas brasileiras, como o Maverick Berta da equipe Hollywood e o Mercantil-Finasa Motorcraft/Ford.

Depois, havia o fato de Sung Kang ter dirigido um Maverick no Brasil, quando veio filmar “Velozes e Furiosos 5” (Fast Five, 2011). Ele deve ter gostado do carro — tanto que, agora, decidiu montar um para si, como a gente suspeitava. Mas sabe o que é mais legal? Tem um dedo brasileiro no projeto. Só que a gente já vai falar disso.

maverick-sung-kang (4)

O caso é que, há dois meses, Sung Kang comprou um Ford Maverick — um exemplar azul fabricado em 1972 e equipado com um motor de seis cilindros em linha — o Thriftpower Six, disponível em versões de 2,8 litros, 3,3 litros e 4,1 litros. Nos EUA, o Maverick foi vendido de 1970 a 1977 e foi o carro compacto (para os padrões americanos) da marca. Uma versão com motor V8 de cinco litros chamada Grabber, com visual de muscle car bem mais parecido com o do “nosso” Maveco, também esteve disponível.

Sendo um carro feito “às pressas” nos EUA, a fim de substituir o já cansado Ford Falcon, o Maverick jamais conseguiu nos EUA uma popularidade tão grande como no Brasil. Não que ele tenha vendido pouco, mas por aquelas bandas não há muita gente que enxerga o Maverick como um “muscle” ou “pony” como aqui no Brasil. E foi est parte da motivação de Sung Kang para escolhê-lo como seu novo projeto — que recebeu o nome de “The Underdog”.

Underdog pode ser traduzido como “azarão” em português, mas o significado do termo é um pouco mais amplo — refere-se àquilo que tem muito potencial oculto, mas raramente recebe o valor que merece por uma razão ou outra. Pegue o caso do Maverick, por exemplo: com visual que lembrava o trágico Ford Pinto com um quê de Mustang e motores de seis cilindros que não eram exatamente potentes, ele jamais decolou de verdade nos EUA.

“Se eu fosse um carro, seria um Maverick”, comentou Kang em entrevista ao site do SEMA Show. “Ele nunca foi apreciado, procurado ou valorizado… um verdadeiro underdog.”

maverick-sung-kang (2)

Aliás, a SEMA (a associação dos fabricantes de peças e componentes aftermarket dos EUA) é uma das parcerias de Kang no projeto, que deverá ser revelado na próxima edição de seu festival de carros modificados, marcada para os dias 1 a 4 de novembro. Até lá, tudo será mostrado em um documentário no YouTube chamado The Underdog, que será dividido em vários episódios — nada muito diferente do que aconteceu com o Datsun 240Z.

A parceria com o SEMA Show trouxe outro aspecto importante do projeto. Kang não fará tudo sozinho — ele recrutou três jovens ajudantes que foram escolhidos através do programa de aprendizes automotivos da SEMA. Alexis Hernandez, Tony Chen e Christian Quiroz não são experientes (Tony, que nasceu na China, mal fala inglês), mas têm muita vontade de aprender e terão acesso completo à garagem da SEMA, todas as suas ferramentas e equipamentos, e ainda receberão instruções de caras realmente experientes em construção e modificação de carros.

E eles estão realmente envolvidos — foram eles que ajudaram Sung Kang a negociar o preço do carro, que começou em US$ 3.500 (R$ 11,4 mil, em conversão direta) e baixou para US$ 1.900 (cerca de R$ 6,2 mil), como mostra o primeiro episódio do documentário.

A compra já aconteceu há cerca de dois meses e, desde então, já rolou certo progresso no carro: ele já foi todo desmontado e teve a pintura removida.

maverick-sung-kang (10)

maverick-sung-kang (5)

O motor também já foi retirado do cofre e, em seu lugar entrará o motor turbo Ecoboost usado no Ford Mustang — coincidentemente, de 2,3 litros, como o quatro-cilindros usado no Maverick brasileiro. A diferença é que, no caso do Mustang, são 315 cv de fábrica. E o carro de Sung Kang deverá ser preparado.

Polêmico? Para os fãs no Brasil, talvez — pois aqui o Maverick tem fama de muscle car (ainda que não seja um de fato). Mas tem uma coisa no carro dele que os admiradores brasileiros do Maveco vão curtir bastante.

maverick-sung-kang (12)

Enquanto cozinhava a ideia de transformar um Maverick em project, car, Sung Kang pesquisou bastante a respeito do carro — e, inevitavelmente, descobriu que há um grande culto ao carro aqui no Brasil. Procurando referências para o projeto, ele acabou encontrando fotos do Maverick do Cidão, da Topolino Junkyard — famosa oficina especializada em V8 que fica em Americana/SP.

Um walkaround pelo carro do Cidão

Cidão conta que recebeu uma mensagem de Kang, que dizia ter gostado muito do carro — na verdade, era o melhor que ele já havia visto. O ator também disse que gostaria de trocar ideias a respeito do projeto. Resultado: os dois têm trocado emails desde então, e Cidão tornou-se um dos caras que Sung Kang consulta quando tem alguma dúvida a respeito do Maverick. Ele diz que “Han” é um cara bacana e acessível, sem estrelismos por conta de sua fama.

É por isso que o carro de Kang tem a grade usada pelos carros da Topolino, de fabricação própria, e ganhou lanternas da “fase 2” do Maverick, que são inspiradas pelo Ford Mustang Mach 1 e fizeram sua estreia em 1976, no modelo 1977.

maverick-sung-kang (7)

Faz todo o sentido, visto que o primeiro contato de Kang com o Maverick foi no Brasil e que as lanternas da “fase 2” não existem em nenhum outro lugar — só aqui.

Este é outro carro que estamos curiosos para ver pronto. Como dissemos, o Maverick será revelado em novembro, no SEMA Show, mas certamente que Sung Kang não vai aguentar o suspense e continuará revelando o andamento do projeto em suas redes sociais. Vamos ficar acompanhando!

Fotos: Sung Kang 

Matérias relacionadas

O que é melhor do que um Corsa com motor C20XE turbo? Um Corsa com DOIS motores C20XE turbo!

Dalmo Hernandes

Um dos 15 Porsche 911 Speedster 1993 modificados pela Strosek vai a leilão

Dalmo Hernandes

Jogos noturnos: o nome do Lamborghini Countach nasceu em uma brincadeira na madrugada

Leonardo Contesini