A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Sung Kang pode estar fazendo um Maverick (e com inspiração Brasileira), novo Audi TT RS é lançado com 400 cv, Golf R400 foi cancelado e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

O próximo carro de Sung Kang será um Maverick?

Han's_Maverick

O ator Sung Kang, mais conhecido como o Han Lue da franquia “Velozes e Furiosos”, está planejando um novo Project Car para chamar de seu. Depois de construir um Datsun 240Z, apelidado FuguZ (veja todos os detalhes dele neste post), Kang andou compartilhando muitas imagens do Maverick em suas redes sociais, dando sinais de que o clássico da Ford será seu novo projeto.

Captura de Tela 2016-04-26 às 11.35.54

Nesta última segunda-feira (25), o ator compartilhou nada menos que 19 imagens do Maverick em seu instagram, intercaladas com algumas imagens de seu 240Z — entre elas uma captura de tela do site Art Of Gears, que há cinco meses sugeriu que o Maverick poderia ser o próximo carro do cara (será que o print foi uma forma de dizer que o site estava certo?). Há até mesmo imagens dos Maverick clássicos das pistas brasileiras, como o Maverick Berta da equipe Hollywood e o Mercantil-Finasa Motorcraft/Ford.

Captura de Tela 2016-04-26 às 12.22.59

Além disso, Sung compartilhou em sua fanpage do Facebook um vídeo do site Edmunds.com sobre o Maverick de Han Lue em “Fast Five” com a legenda “Maverick Build… the origin” — algo que pode ser traduzido livremente como “Projeto Maverick… a origem”.

Ainda não há nenhuma confirmação do ator, mas a menos que ele goste de se divertir com a empolgação de seus fãs, não é exagero afirmar que ele está pensando seriamente em construir um Maverick ao seu estilo.

 

Novo Audi TT RS chega com 400 cv e tração integral

2045508462745803134

A Audi finalmente apresentou seu novo TT RS durante o Salão de Pequim. O modelo será oferecido nas versões cupê e roadster e agora é equipado com uma versão modernizada de seu conhecido 2.5 turbo de cinco cilindros com nada menos que 400 cv. A potência, como de costume, é enviada para as quatro rodas, e será moderada por um câmbio semi-automático de embreagem dupla e sete marchas.

Com o novo conjunto o Audi TT RS dispara do zero aos 100 km/h em 3,7 segundos na versão cupê e 3,9 na versão roadster — o que o coloca muito, muito perto do R8 V10. Além do motor, o novo TT RS é 10 mm mais baixo que seus irmãos menos velozes e pode ser equipado com amortecedores adaptativos magnéticos. O modelo vem de série com rodas de 19 polegadas e discos de freio de 420 mm, mas se você estiver disposto a ter um mini R8, poderá optar pelas rodas de 20 polegadas e pelos freios de carbono-cerâmica. A velocidade máxima é de 250 km/h, mas o proprietário pode solicitar o aumento do limitador para 280 km/h.

6540239921443834799

Por dentro o TT RS é essencialmente igual ao TT e ao TTS, mas terá exclusivamente o painel digital “Virtual Cockpit”. O volante também é exclusivo, com botão de partida integrado como nas Ferrari. Por fora, ele tem para-choques mais agressivos, com tomadas de ar maiores na dianteira e difusor emoldurado pelas saídas de escape na traseira. Seguindo a tendência da Audi, o conjunto óptico usa LED nos faróis e OLED com efeito 3D nas lanternas traseiras.

5023960591381761809

O Audi TT RS chegará a Europa no segundo semestre deste ano, partindo de 66.400 euros na versão cupê e 69.200 euros na versão roadster. Ainda não há previsão de lançamento no Brasil, mas, caso seja trazido, deverá custar em torno de R$ 380.000, considerando que o TT cupê sai por R$ 210.000 e o TT S por R$ 300.000.

 

Porsche 718 Cayman ganha cara nova, nome novo e motores de quatro cilindros

Porsche-718-Cayman-Boxster-7-770x434

Depois do Boxster é a vez do Cayman ganhar cara nova, nome novo e motores novos. Batizado oficialmente como Porsche 718 Cayman ele ganhou o mesmo facelift do irmão roadster, com faróis redesenhados, para-choques remodelados e a faixa preta brilhante entre as lanternas traseiras.

A principal mudança, contudo, é a adoção dos novos motores boxer de quatro cilindros, mais exatamente um 2.0 turbo de 300 cv e 38,6 mkgf na versão base e um 2.5 turbo de 350 cv e 42,8 mkgf na versão S. Este último, o 2.5, usa turbo de geometria variável, algo que somente o 911 Turbo usava até então. Com os novos motores de quatro cilindros e o câmbio PDK de sete marchas, o 718 Cayman irá de zero a 100 km/h em 4,7 segundos na versão básica e 4,2 segundos na versão S. A velocidade máxima é 273 km/h no 718 Cayman básico e 285 km/h no 718 Cayman S.

O 718 Cayman também recebeu molas mais firmes e barras estabilizadoras mais espessas — além dos amortecedores recalibrados. Os freios também são maiores que na versão anterior, bem como as rodas traseiras, que ficaram meia polegada mais largas, e a direção que agora tem uma relação mais direta. Como opcional, o 718 Cayman poderá ser equipado com o sistema PASM, que rebaixa a altura de rodagem em 10 mm na versão base e 20 mm na versão S.

 

Golf R400 #nãopassará

r400 (4)

Más notícias para quem sonhava em ver o Golf R400 e seus 400 cv em produção: a Volkswagen cancelou o projeto. O modelo havia sido confirmado no começo de 2014, mas veio o escândalo Dieselgate e jogou fumaça sobre a possibilidade do modelo chegar em produção.

Segundo a apuração do site Automotive News, o R400 foi cancelado logo após a saída forçada do chefe de pesquisa e desenvolvimento da VW, Heiz-Jakob Neusser, um dos envolvidos no escândalo das emissões. O desenvolvimento do motor EA888, contudo, continuará em andamento para, quem sabe, ser usado em modelos da Audi futuramente.

Golf-R400-Pequim0012

Apesar do cancelamento do R400, a Volkswagen não desistiu de fazer uma versão de altíssimo desempenho do Golf de oitava geração, que deverá ser lançado em 2020, mas não com tanta potência como o R400, e sim com a dieta do dr. Colin Chapman.

 

Jaguar F-Pace chega em maio e pode ganhar motor do F-Type R

Jaguar-F-Pace-6

Neste exato momento o Jaguar F-Pace está sendo apresentado à imprensa de todo o mundo (incluindo o FlatOut!) em Montenegro, uma das novas repúblicas formadas a partir da antiga Iugoslávia. Por isso já sabemos que o modelo chegará ao Brasil até julho, inicialmente na versão V6 supercharger de 380 cv e posteriormente em 2017 com o motor 2.0 turbo diesel. Os preços irão partir de R$ 300.000.

O que não foi dito por lá, mas o pessoal da Car and Driver americana apurou, é que o F-Pace poderá receber o motor V8 supercharger de 575 cv do F-Type R e do Range Rover Sport SVR. A intenção é acertar modelos como os Mercedes AMG, Audi Q5 RS e BMW X5 M.

Matérias relacionadas

Enriqueça seu domingo com estas aulas de pilotagem vintage – estrelando Rob Slotemaker e Sir Jackie Stewart

Dalmo Hernandes

Volkswagen XL1 começa a ser vendido na Inglaterra, o recall da BMW no Brasil, uma cara nova para o novo Mustang e mais!

Leonardo Contesini

Os carros de R$ 220 mil a R$ 280 mil mais legais anunciados no GT40

Dalmo Hernandes