A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Tesla revela picape Cybertruck com visual insano, Audi RSQ8 chega ao Brasil, os novos Mercedes GLE e GLS 63 AMG e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Tesla Cybertruck finalmente é revelada – com design inacreditável

Não se fala em outra coisa: ontem (21) Elon Musk apresentou, enfim, a picape Tesla Cybertruck. E todo mundo foi pego de surpresa por seu visual retrofuturista extremamente conceitual.

É difícil encontrar uma forma de começar a descrevê-la. Musk diz que ela foi inspirada pelos veículos de Blade Runner, mas também pelo Lotus Esprit de “007: O Espião que me Amava” (The Spy Who Loved Me, 1977) . De fato, seu perfil em forma de cunha lembra um pouco o esportivo britânico e os veículos do clássico cult de ficção científica, com uma linha contínua entre a borda do capô e o topo do para-brisa, profusão de linhas retas, vincos e ângulos, e faróis que se resumem a uma régua horizontal iluminada. A caçamba é integrada ao restante da carroceria e tem uma cobertura embutida. A Tesla Cybertruck tem construção monobloco e carroceria de aço inoxidável sem pintura.

 

O interior, da mesma forma, é extremamente minimalista, contando apenas com seis bancos, o volante ao estilo da Fórmula 1 e, claro, uma enorme tela sensível ao toque no centro do painel.

Embora a picape elétrica esteja sendo tratada como a versão final de produção, há quem teorize que se trata ainda de um conceito, e que o modelo final, a ser vendido a partir da segunda metade de 2021, deverá ser um pouco mais “normal”, e não um veículo saído dos primeiros jogos de corrida tridimensionais do PlayStation. Uma coisa é certa, porém: não dá para ignorar a Tesla Cybertruck.

E o visual não é a única parte ousada da picape: as especificações técnicas e os preços também são bastante agressivos.

A Cybertruck será oferecida em três versões. A básica, de tração traseira, tem apenas um motor, autonomia de 400 km com uma carga, capacidade para rebocar até 3.400 kg e é capaz de ir de zero a 100 km/h em 6,5 segundos – e custará a partir de US$ 39.900 nos EUA (cerca de R$ 170.000 em conversão direta). A versão intermediária, com dois motores e tração integral, pode puxar até 4.500 kg, chega aos 100 km/h em 4,5 segundos, tem autonomia de 480 km e custará US$ 49.000 (R$ 205.000).

Já a versão de topo, que tem três motores, é capaz de chegar aos 100 km/h em menos de três segundos, tem autonomia de 800 km com uma carga, pode rebocar 6.300 kg e custará US$ 69.900 (cerca de R$ 293.000). Esta última, em particular, só começará a ser vendida no fim de 2022. A Tesla ainda não deu os números de potência e torque.

O que a fabricante revelou, porém, foi um quadriciclo elétrico feito sob medida para a caçamba da Tesla Cybertruck – que, de acordo com o Elon Musk, poderá ter as baterias carregadas por indução quando guardado lá atrás. Contudo, não foram dados mais detalhes. (DH)

 

Audi RSQ8 é revelado com motor V8 biturbo de 600 cv

A Audi apresentou ontem, no Salão de Los Angeles, o RSQ8, seu maior e mais potente SUV – que, recentemente, tornou-se o utilitário esportivo mais veloz em Nürburgring Nordschleife, com um tempo de 7min42s253.

Conforme suspeitávamos, ele é equipado com o mesmo V8 biturbo de quatro litros já usado por outros modelos RS na linha, como a RS6 Avant, e também pelo Lamborghini Urus, com quem o RSQ8 divide a plataforma. No total, são 600 cv e 81,5 kgfm de torque, moderados por uma caixa automática de oito marcha que leva a força para as quatro rodas. Com isto, o RSQ8 é capaz de ir de zero a 100 km/h em 3,8 segundos, e sua velocidade máxima fica nos 305 km/h – a mesma do Urus, diga-se.

Visualmente, o RSQ8 complementa as linhas do Q8 “normal” com um conjunto aerodinâmico mais agressivo e rodas de 22 polegadas com pneus 295/40 (rodas de 23 polegadas são opcionais). Os freios podem ser de carbono-cerâmica, com discos de 440 mm de diâmetro na frente e 370 mm atrás.

Por dentro, há bancos esportivos com bastante apoio, revestimento de couro e Alcantara e quadro de instrumentos digital (com head-up display opcional).

O Audi RSQ8 começará a ser vendido na Europa no primeiro trimestre de 2020. Considerando que a Audi procura oferecer todo o seu portfólio no Brasil, podemos esperá-lo por aqui até 2021. (DH)

 

Porsche Taycan deve chegar ao Brasil no ano que vem por R$ 600.000

Já dávamos como certo o lançamento do Porsche Taycan no Brasil, mas agora veio a confirmação: de acordo com os colegas do site Motor1, a fabricante confirmou a chegada do sedã elétrico alemão ao Brasil durante o Salão de Los Angeles.

Segundo eles, o Taycan será vendido no Brasil em sua linha completa, incluindo o 4S, o Turbo e o Turbo S, custando aproximadamente R$ 600.000 na versão mais barata, e poderá passar de R$ 1 milhão na versão Turbo S com todos os equipamentos instalados.

Embora não tenha dado datas, a Porsche sugeriu que as vendas do Taycan no Brasil começarão no segundo semestre de 2020, a tempo de usufruir de um novo corredor com 64 pontos de recarga distribuídos ao longo de 2.500 km, entre os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Espírito Santo. (DH)

 

Mercedes revela GLS63 AMG e GLE63 S AMG com powertrain híbrido

Além do Maybach GLS600, a Mercedes também apresentou nesta última quinta-feira (21) a versão AMG 63 do novo GLS e do GLE. Ambos são equipados com o V8 biturbo de quatro litros já usado por outros modelos da Mercedes, porém agora combinados ao motor elétrico de 48 volts EQ Boost para um total de 603 cv e 86,5 kgfm.

Os dois também são equipados com o mesmo câmbio automático de nove marchas ligado às quatro rodas, suspensão pneumática e sete modos de condução, além das rodas exclusivas e a grade dianteira “Panamericana”. Por dentro, eles recebem o tratamento padrão da AMG: bancos esportivos, volante exclusivo e programação especial para o quadro de instrumentos.

A diferença entre os dois está no desempenho, claro. O GLS vai de zero a 100 km/h em 4,2 segundos e chega à máxima de 250 km/h, enquanto o GLE vai de zero a 100 em 3,8 segundos e chega aos 280 km/h. (LC)

 

Chrysler da Austrália apresenta edição especial do 300 SRT em homenagem ao Valiant Pacer

Durante os anos 60 e 70 a Chrysler competia com a Ford e a Holden na Austrália com o Valiant. Para comemorar os 50 anos do lançamento do Valiant Pacer, versão esportivo do Valiant de quatro portas, a Chrysler australiana lançou uma edição especial do 300 SRT também batizada de Pacer.

O 300 SRT Pacer vem pintado no mesmo tom de amarelo claro que era oferecido pelo Valiant e acompanhado de faixas pretas nas laterais, um friso vermelho na tomada de ar do parachoque e rodas com borda vermelha, simulando detalhes do Valiant Pacer. O motor V8 Hemi 6.4 permanece inalterado, produzindo 476 cv e 65 kgfm, o cambio é a conhecida transmissão automática ZF 8HP, de oito velocidades.

O Chrysler Valiant Pacer original foi a primeira versão esportiva de um carro da Chrysler da Austrália, ele vinha com uma versão de taxa de compressão alta do seis cilindros em linha Slant Six. A potência era modesta perto do V8 do 300 SRT, 177 cv, mas o carro abriu caminho para modelos mais potentes como o Valiant Charger. A Chrysler australiana não revelou a tiragem da edição especial do 300 SRT nem quando as vendas serão iniciadas. (ER)

 

Chery deixa de oferecer o compacto QQ

Em agosto relatamos que a produção do Chery QQ havia sido encerrada em maio de acordo com concessionárias da marca. O subcompacto agora foi retirado do site da marca, a Caoa Chery não se pronunciou oficialmente mas tudo indica que as vendas do QQ foram encerradas no Brasil.

O Chery QQ era o carro mais barato do Brasil, com preço inicial de R$ 28.740 e podendo chegar a R$ 34.540 no modelo topo de linha. A única motorização era um 1.0 tricilindrico de 75 cv, sempre com câmbio manual. Apesar do preço acessível o QQ tinha vendas baixas, com 1.360 unidades emplacas entre janeiro e outubro de 2019. (ER)

Matérias relacionadas

O dicionário Inglês-Português de termos automobilísticos do FlatOut – Parte 3 de 3

Leonardo Contesini

A versão de produção do VW Virtus GTS, o novo BMW Série 1, o emotivo fim de The Grand Tour e mais!

Cayman GTR: o 911 de motor central-traseiro que a Porsche (ainda) não fez

Dalmo Hernandes