A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Eventos Vídeos Zero a 300

Tokyo Auto Salon 2018: todas as culturas no maior evento de carros modificados do Japão

O Salão de Detroit não é o único Salão que acontece no início do ano: do outro lado do mundo, em Tóquio, no Japão, rolou entre os dias 12 e 14 de janeiro o Tokyo Auto Salon, ou TAS. Só tem um detalhe: o TAS não é um Salão do Automóvel normal – este seria o Tokyo Motor Show, que acontece no fim do ano. O Tokyo Auto Salon é um evento para carros modificados, com um ocasional lançamento por parte de alguma fabricante, mas o foco são mesmo os project cars.

Estamos falando de projetos que são, em sua maioria, feitos no Japão, seguindo tendências japonesas, com carros japoneses. Poucos são discretos, muitos dão tanto valor à estética quanto ao desempenho, e há uma variedade impressionante de estilos e modelos diferentes. Nem todos são esportivos, nem todos foram fabricados no Japão, e a maioria deles causa controvérsia. Os carros lotam o recinto de Makuhari Messe, um salão de eventos nos arredores de Tóquio que já recebe o Auto Salon desde 1983.

Ainda não temos bala na agulha para ir até lá e conferir o rolê de perto, mas por sorte existe a Internet. O vídeo abaixo tem quase meia hora, mas é uma boa forma de “visitar à distância” o TAS: é um tour completo por quase todo o lugar, e deixa bem claro que a criatividade e a ousadia das customizadoras japonesas não têm limites.

O maior exemplo disto, para nós, é este Lamborghini Miura customizado pela Liberty Walk. Sim, os caras que fazem bodykits com alargadores de para-lamas que beiram o obsceno, com mais de dez centímetros, rebites aparentes e stance agressivo. E que tal ficou o Miura da LB Works? Assim:

e3f9a8197ba1

Se você ficou p*to com a Liberty Walk, pode ficar mais sossegado: não, eles não pegaram um dos 764 Lamborghini Miura que existem no mundo para alargar os para-lamas, rebaixar a suspensão e negativar a cambagem. O carro foi feito com base em uma réplica de GT40.

Quando você para para pensar, as silhuetas do Lambo e do Ford são bem parecidas – os caras tiveram de trocar os faróis e lanternas, além de modificar o desenho das portas, claro, mas a estrutura é a mesma. E o interior permaneceu igual ao do GT40. Até que combinou.

Tokyo-Auto-Salon-2017-5 Tokyo-Auto-Salon-2017-7

Fotos: Stancenation

O Miura roubou a cena, mas quem também atraiu as atenções foi o Hoonicorn de Ken Block – o Ford Mustang com motor V8 Roush Yates de 6,7 litros com dois turbos, 1.420 cv e tração integral usado em Gymkhana 7Climbkhana. Apesar de ser um projeto 100% americano, o carro não ficou deslocado no meio dos carros modificados mais radicais do Japão. Ele tem tudo: carroceria alargada e modificada ao extremo, suspensão preparada, um motor absurdo e muita presença.

tas_18_dino_dalle_carbonare_24-1200x800

Foto: Dino Dalle Carbonare/Speedhunters

Agora, só porque é o Tokyo Auto Salon e a ousadia impera, não quer dizer que não haja espaço para projetos mais tradicionais, com visual mais clean e apelo mais funcional. Como esse conjunto de Nissan Skyline GT-R clicado por Dino Dalle Carbonare, do Speedhunters – os caras sempre estão no TAS.

Tokyo-Auto-Salon-2017-29 Tokyo-Auto-Salon-2017-34 Tokyo-Auto-Salon-2017-30

Fotos: Stancenation

Os caras da preparadora japonesa Pandem encheram seu estante de carros brancos: um Honda Civic EG6, um BMW M3 E90, um Porsche 911 991 e um Nissan GT-R. Apesar da suspensão meio baixa demais, curtimos o visual de “carro de corrida antes dos patrocínios” de todos eles. Mas quem realmente chamou a atenção entre os projetos da Pandem foi esse monstro aqui:

Pandem-Ford-Raptor-Front Pandem-Ford-Raptor-Rear

Sim, é uma Ford F-150 SVT Raptor rebaixada, alargada e equipada com enormes pneus lameiros da Toyo e um novo para-choque. É claro que agora a pick-up provavelmente não tem mais as mesmas capacidades off-road, mas do ponto de vista puramente estético, funcionou.

image_l (1)

É claro que nem tudo agrada a todos, mas estamos falando do Tokyo Auto Salon, no Japão, onde a cultura automotiva é uma das mais diversificadas do planeta. Se alguns projetos até agradam aos olhos, outros agridem. Como este Lamborghini Murciélago feito pela World Wing Light, todo cintilante. Claro, os Lambo modernos não foram feitos para serem discretos, mas…

image_l

Este Mercedes-Benz CLK recebeu o mesmo tratamento, porém em um tom mais dourado do que rosado. Por que estamos colocando estes dois carros aqui? Porque se a gente viu, vocês têm de ver também. Não vamos sofrer sozinhos.

tas_18_dino_dalle_carbonare_07-1200x800

Foto: Dino Dalle Carbonare/Speedhunters

É claro que gosto é algo pessoal. Alguns, por exemplo, acham que um Porsche 911 customizado por Aira Nakai, o guru fumante da RAUH-Welt Begriff, são verdadeiros monumentos à heresia… Mas temos certeza que no Tokyo Auto Salon há alguma coisa para agradar a todo mundo. É só procurar.

Matérias relacionadas

Carros das décadas de 70 e 80 anunciam na faixa nesta semana no GT40!

Juliano Barata

Ferrari registra versão misteriosa da LaFerrari, sedã da Mercedes-AMG será apresentado em duas semanas, Toyota C-HR em Street Fighter e mais!

Leonardo Contesini

Isto é uma recriação da mítica Ferrari 288 GTO feita sobre uma 308 GTSi – e está à venda no Brasil!

Dalmo Hernandes