A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História Zero a 300

Tour de France: conheça a prova que inspirou o batismo de uma Ferrari clássica e da F12tdf

Você pode dizer qualquer coisa, menos que a Ferrari não é criativa na hora de batizar seus carros. O pessoal de Maranello não hesita em usar nomes alfanuméricos, códigos, neologismos ou tudo isto junto. E bem, eles podem fazê-lo, pois seus carros falam por si e se venderiam praticamente sozinhos mesmo que se tivessem nomes de DSTs. Tome, por exemplo, a Ferrari F12tdf. Era mesmo preciso escrever tudo junto e com letras minúsculas? Fica parecendo erro de digit

Matérias relacionadas

Quando os carros de rua ganham pinturas de corrida – parte 2

Dalmo Hernandes

Os carros mais vendidos em janeiro, a nova geração do Mercedes Classe A, Top Gear destruiu mais um carro e mais!

Leonardo Contesini

Ciclista escapa ileso de atropelamento por carreta, um Renault Duster de 380 cv, Mustang Eleanor rejeitado em leilão e mais!

Leonardo Contesini
error: Direitos autorais reservados