A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #114

Toyota Celica GT: mais upgrades e o segundo time attack do PC #114

¡Hola, pessoal! De volta com o oitavo post do meu PC mostrando algumas pequenas modificações e também contando um pouco da minha segunda participação em um time attack. Bom pra começar vou contar um pouco o que fiz desde o último post.

Fabricação da barra anti-torção traseira de três pontos, seguindo o mesmo sistema de fabricação e materiais usados na fabricação da barra frontal que mostrei no post anterior, com a diferença que nesta vez tive que fazer alguns cortes nos plasticos do interior.

 

Parafusos excéntricos da Eibach para ajuste do camber para as rodas da frente e buchas de poliuretano nas barras estabilizadoras da Energy Suspension.

Troca dos pedais originais do GT pelos originais de aluminio do GTS, que facilitou um pouco o punta taco, ja que o pedal do acelerador é um pouco mais gordo que o original do GT, fazendo a distancia entre o pedal de freio e o pedal do acelerador ser um pouco menor.

Foto 7

Antes do time attack, lembrei que uma das coisas que achei muito ruim na pista no evento anterior havia sido o cinto de segurança original, que não segura bem nas curvas e era muito ruim ficar de um lado para o outro dentro do carro, então decidi instalar cintos de quatro pontos para ficar mais grudado no banco.

Fixei as ancoragens nos pontos do cinto de segurança dos bancos de atrás, sei que alguns vão me criticar e que não é a forma mais correta de usar os cintos de quatro pontos mas é algo provisorio.

O angulo dos cintos ficou em 40 graus, o que ja é aceitavel mas não o recomendável, mas como ainda não decidi se instalo uma barra na parte de atrás para os cintos ou se mando fabricar uma meia gaiola e eliminar definitivamente os bancos de atrás, vai ficar assim mesmo até que eu decida o que fazer.

Time Attack Paraguay 2017 – Primeira Etapa

Foto 10

Indo ao que interessa esse ano resolveram fazer um campeonato com sete etapas, quatro no Paraguai e três na Argentina onde esse ano provavelmente eu ainda não participe.

A ideia é participar pelo menos nas quatro datas no Paraguay e ano que vem sim começar a ir para posadas e inclusive em track days em Cascavel.

Calendário Time Attack 2017

  • 5 de Março: Autódromo Rosamonte (já disputado)
  • 9 de Abril: Autódromo Víctor Rubén Dumot (já disputado)
  • 28 de Maio: Autódromo Víctor Rubén Dumot
  • Julio: Autódromo Rosamonte (Data a Comfirmar)
  • Agosto: Autódromo Víctor Rubén Dumot (Data a Comfirmar)
  • Octubre: Autódromo Víctor Rubén Dumot (Data a Comfirmar)
  • Novembro: Autódromo Rosamonte (Data a Comfirmar)

Como no time attack anterior, o sábado foi dia de pista livre para treinos das 12:00 até as 18:00. Já nas primeiras voltas do treino consegui baixar meu tempo anterior que era de 1:04,613 para 1:03,350 e me mantive constante dentro dos 1:03 por todo o treino.

No domingo a pista foi liberada por volta das9:30. Na primeira entrada fiz o que foi o meu melhor tempo do dia 1:03.884.

No final das primeiras voltas, um susto: um Gol que estava um pouco a frente, rodou saiu da pista e acabou retornando a pista. Quando eu estava no meio da curva vi a bandeira amarela e o carro atravessado no meio da pista, pisei o freio e perdi a traseira. Felizmente consegui controlar o carro para não sair da pista e nem bater no Gol que estava no meio da pista.

Passado o susto, entrei nos boxes e fui direto olhar a GoPro para ver o que tinha acontecido e, para minha surpresa, esqueci de por para gravar.

A segunda entrada na pista, mas fiquei trancado atrás de uns carros mais lentos, quando consegui passar eles, teve bandeira amarela por que um carro que saiu da pista e ficou em um lugar perigoso, então tivemos que entrar aos boxes.

Na terceira, que foi a única que me lembrei de colocar a GoPro para gravar não consegui baixar meu tempo. Acredito que é por que a pista ja estava mais fria, já que estava bem nublado a essa hora.

As 14:00 começou uma chuva forte com vento que durou 1 hora e meia mais ou menos, quando a chuva parou e ficou só uma garoa liberaram a pista novamente para quem quisesse dar umas voltas com pista molhada.

As 16:00 já que seria impossível baixar os tempos, deram por encerrado o time attack, e ao final mesmo não conseguindo melhorar nem igualar meu tempo dos treinos, consegui entrar no podio em terceiro lugar na minha categoría.

 

Pódio de todas as categorías:

Livre:

1- Allan Aquino (Mitsubishi Lancer Evolution X): 51,392

2- Pedro Fadul (Volkswagen Gol Maxi Rally): 55,320

3- Miguel Larreinegabe (Mitsubishi Lancer Evolution VIII): 56,343

Super Sports:

1- Javier Abatte (Porsche 911 GT3): 55,899

2- Wilfrido Samudio (Audi RS5): 57,220

3- Oscar Fernández (Nissan GTR): 58,193

AWD:

1- Ibrahim Khalil (Subaru Impreza WRX STI GC8): 57,565

2- Marcial Acosta (Mitsubishi Lancer Evolution IX): 57,566

3- Arturo López (Mitsubishi Lancer Evolution VIII): 59,704

TSB:

1- Cristian Sist (BMW Z3 M): 1:00,258

2-  Eduardo Del Puerto (Toyota Celica Sports M Supercharger): 1:01,709

3- Ariel Agüero (Nissan 350Z): 1:02,00

TSA:

1- Kevin Aguilera (Honda Integra Type-R DC5): 1:01,055

2- Ramón Franco (Toyota Vitz RS Turbo): 1:03,478

3- Airton Gaboardi Jr (Toyota Celica GT): 1:03,884

Video On Board:

Video Oficial do Evento:

Bom, pessoal, por hoje é isso. Um abraço e até o próximo post!

Foto 19

Por Junior Gaboardi, Project Cars #114

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Project Cars #88: a transformação do motor AP do meu Gol GTS

Leonardo Contesini

Project Cars #222: a montagem do V8 e a primeira partida do Maverick Super 76

Leonardo Contesini

A restauração do meu Volkswagen TL: chegou a hora da tapeçaria e acabamento interno

Leonardo Contesini