A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Toyota Corolla híbrido chega em outubro, motos proibidas nas Marginais de SP, o novo Porsche 992 Targa e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Toyota confirma Corolla híbrido flex para o Brasil para outubro

Após muita especulação, já dava-se como certa a chegada do Toyota Corolla híbrido ao Brasil. A nova geração do sedã médio será a primeira no planeta a contar com uma versão híbrida bicombustível, e chegará ao mercado ainda em outubro de 2019, já como modelo 2020.

O carro foi apresentado em um evento no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, com a presença do governador João Doria e de Rafael Chang, presidente da Toyota no Brasil. Chang afirmou que a Toyota investiu R$ 1,6 bilhão na fábrica de Indaiatuba/SP para receber o novo Corolla, gerando 900 empregos no processo. Com isto, a fabricante se enquadra nos quesitos para participar do programa IncentivAuto, que concede descontos nos impostos.

O novo Corolla Hybrid foi exibido durante a cerimônia, ainda parcialmente camuflado – o que significa que, embora já conheçamos o visual da nova geração, ela poderá ter algumas modificações específicas para o mercado brasileiro.

Além do conjunto híbrido, composto por um motor 1.8 flex, um motor elétrico e um câmbio CVT, o novo Corolla também receberá um novo motor 2.0 naturalmente aspirado com injeção direta de combustível. A fabricante ainda não fala em números de potência e desempenho, mas estas informações deverão aparecer nas próximas semanas. (DH)

 

Prefeitura de São Paulo proíbe motos nas marginais e irá criar zonas de 30 km/h

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

 

A prefeitura de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (17) seu novo Plano de Segurança Viária com propostas para reduzir a mortalidade no trânsito paulistano. A primeira medida tomada é a proibição da circulação de motos na pista expressa da Marginal Pinheiros no sentido Castello Branco a partir de maio.

Atualmente as motos já são proibidas na pista expressa e na pista central da Marginal Tietê, uma experiência que, segundo a prefeitura, rendeu resultados positivos. Ao longo deste ano, a prefeitura também pretende proibir a circulação de motos no sentido Interlagos da Marginal Pinheiros. A decisão foi tomada depois que o número de mortes no trânsito paulistano deixou de cair em 2018 — com apenas uma morte a menos em relação a 2017.

Segundo os dados divulgados pelo sistema Infosiga, do governo estadual, as maiores vítimas dos acidentes de trânsito na capital paulista ainda são os pedestres e motociclistas — estes últimos foram as principais vítimas dos acidentes na Marginal Pinheiros, o que motivou a proibição.

Além da circulação das motos nas marginais, a prefeitura também irá restringir a velocidade dos carros em algumas áreas da cidade com alta densidade de pedestres, criando novas zonas calmas, com pistas mais estreitas, lombadas, barreiras de proteção para pedestres, semáforos e redução de limites de velocidade para 30 km/h. (LC)

 

Porsche 911 992 Targa é flagrado em testes em Nürburgring

Agora que o Porsche 992 já é realidade há alguns meses, começaram a aparecer suas diferentes versões. Depois do 911 Turbo, agora é a vez do 911 Targa, que foi flagrado nesta semana acelerando em Nürburgring Nordschleife – onde mais, afinal?

Sem surpreender, o “meio-conversível” da Porsche mantém a mesma receita da geração passada. Podemos ver, nas fotos publicadas pelo site Autoblog, um 992 com teto removível, um santo-antônio embutido nas colunas “B” e um vigia traseiro envolvente.

Os dois exemplares fotografados, um verde e um vermelho, não trajam qualquer tipo de camuflagem (exceto por um adesivo preto sobre o nome do carro) e parecem totalmente prontos. Com isto, podemos deduzir que ele não deverá demorar muito para aparecer – provavelmente o 992 Targa será apresentado até o fim de 2019. (DH)

 

Novo BMW M3 aparece em vídeo – com câmbio automático…

Outro lançamento aguardadíssimo é o do novo BMW M3, feito com base no Série 3 G20, lançado em outubro de 2018. Já sabemos que ele será movido por uma versão do motor S58, que fez sua estreia nos BMW X3M e X4M; e que ele deverá ser mostrado em setembro, no Salão de Frankfurt.

O que a gente ainda não sabe: ele terá câmbio manual? A resposta a esta pergunta ainda é desconhecida. E, nos primeiros flagras em vídeo do novo M3, o som das mudanças de marcha deixa claro que o exemplar em questão – filmado em Nürburgring Nordschleife e nos arredores do circuito alemão – é automático.

 

Mercedes-Benz GLS estreia powertrain V8 híbrido

A Mercedes apresentou ao público nesta última quarta-feira (17) a nova geração do GLS, o modelo de topo de sua linha de SUVs. Como seus antecessores, apesar da letra S sugerir que ele tem alguma relação com a Classe S, ele continua baseado no GLE, porém adota um entre-eixos mais longo e um visual próprio, agora inspirado na nova linguagem de design da marca.

Por dentro sua relação com o GLE fica mais explícita, uma vez que ele tem o mesmo design interno, com as quatro saídas de ar centralizadas, abaixo da tela integrada ao quadro de instrumentos que compõe o sistema MBUX, e uma seleção de materiais que justificam a letra S em seu nome.


A mudança também o deixou mais espaçoso: o entre-eixos é 6 cm mais longo e agora mede 3,14 metros — 10 cm mais longo que o do BMW X7, seu principal rival.

As opções de motorização são as mesmas do GLE: o novo seis-em-linha híbrido M256 de três litros e dois turbos, auxiliado por um motor elétrico de 48 volts instalado entre o bloco e o câmbio, capaz de produzir 367 cv entre 5.550 e 6.100 rpm na versão GLS450 (com 22 cv extras temporariamente na função overboost), ou 435 cv a 6.100 rpm na versão GLS53 AMG (também com 22 cv extras no overboost), que será apresentada futuramente. Ambos serão equipados com o câmbio automático de nove marchas.

Além disso, por ser o modelo de topo, relacionado à Classe S, ele ainda estreia o novo motor V8 biturbo de quatro litros combinado ao motor elétrico de 48 volts, que será usado na versão GLS 580. O número inédito na linha Mercedes foi escolhido para diferenciá-lo dos modelos 500/550 que usam o V8 biturbo sem o auxílio elétrico. (LC)

 

Próxima geração do Mercedes SL será desenvolvida pela AMG

Você deve lembrar que há alguns dias contamos a história e a evolução da Classe SL da Mercedes, desde seu nascimento como um carro de corridas nos anos 1950 até sua atual encarnação, como um “grã-turismo roadster”.

Ao longo de sua trajetória o SL atuou como supercarro, depois como alternativa conversível à Classe E, e, desde os anos 1970, fez o papel de roadster da Classe S. Com o retorno do Classe S Cabriolet, contudo, o SL acabou um pouco perdido na linha Mercedes. Felizmente, isso abriu caminho para que ele retornasse às suas origens e voltasse a unir as duas “timelines” separadas que o 300SL Gullwing originou há 65 anos.

Isso irá acontecer na próxima geração do roadster, que será desenvolvida pela AMG. A Mercedes já havia antecipado que a próxima geração seria mais esportiva e voltaria às origens, e até deu ao SL uma cara mais parecida com a do AMG GT, mas somente agora a divisão esportiva da Mercedes confirmou que irá desenvolver o modelo.

Ainda não há nenhum detalhe sobre a próxima geração, porém as poucas informações divulgadas deixam tudo muito claro. Durante a entrevista coletiva no Salão de Nova York, o chefe da AMG, Tobias Moer, disse que o SL já está sendo desenvolvido, que ele terá motores híbridos, que ele será oferecido somente como roadster, que ele será mais leve e mais dinâmico, e que ele irá usar a mesma plataforma da próxima geração do AMG GT. Ligue os pontos (e a notícia antiga de que ele voltará às origens) e você terá uma forte evidência de que o SL será o sucessor do AMG GT roadster, voltando a ser o “super-conversível” da marca.

Moers disse que os primeiros protótipos serão vistos ainda neste ano, embora a marca já tenha uma mula de testes a carroceria do S Coupé. A previsão é que o modelo chegue em 2021, junto da nova geração do AMG GT — o que reforça nossa hipótese de que o AMG GT flagrado em Nürburgring há algumas semanas é  mesmo o Black Series. (LC)

 

VW Atlas/Teramont X, é mostrado na China e cotado para o Brasil

Lembra do conceito Volkswagen Atlas Cross Sport, conceito apresentado no Salão de Nova York em 2018? Sua versão de produção apareceu em imagens vazadas no fim do ano passado, mas agora a Volkswagen apresentou o SUV oficialmente no Salão de Xangai, na China. Ele só mudou de nome, e agora se chama VW Teramont X.

Como o VW Touareg ficou caro demais para o mercado brasileiro, a VW decidiu substituí-lo por dois modelos – o Tiguan Allspace, que já foi lançado em 2018, e possivelmente o Teramont X. A Volks não deu muitas informações sobre o carro e sequer mostrou seu interior.

No entanto, conforme já dissemos, é provável que ele mantenha a mesma combinação do Atlas americano, modelo do qual deriva, que usa o 2.0 TSI de 220 cv ou o VR6 de 3,6 litros e 280 cv combinados ao câmbio Tiptronic de oito marchas. A versão com motor 2.0 tem tração dianteira, enquanto o VR6 oferece o sistema 4Motion de tração nas quatro rodas. (DH)

 

Aston Martin inicia a produção do DBS 59 comemorando vitória histórica em Le Mans

O serviço de personalização Q by Aston Martin iniciou a produção das 24 unidades do DBS 59, série especial que celebra os 60 anos da dobradinha da marca em Le Mans. Cada carro representará uma hora da corrida, que foi dominada por uma dupla de DBR1. Em primeiro colocado chegou a dupla Roy Salvadori e Carroll Shelby, seguidos pela dupla Maurice Trintignant e Paul Frère.

Os 24 Aston Martin DBS 59 serão baseados no DBS Superleggera com pintura Aston Martin Racing Green, teto em fibra de carbono, detalhes em bronze, grade exclusiva e rodas de 21 polegadas também exclusivas. O material dos bancos do DBR1 foram analisados e recriados no DBS 59 em detalhes na parte de trás dos bancos e no painel de porta. Os assentos são forrados em couro marrom claro, o painel tem detalhes pintados na cor da carroceria e as borboletas do câmbio são bronze.

O DBS 59 tem a mesma mecânica do DBS Superleggera comum, o V12 5.2 biturbo de 725 cv que leva o carro de zera a 100 km/h em 3,4 segundos e faz o grand tourer atingir 339 km/h de velocidade máxima. A Aston Martin também considera em oferecer com o carro uma réplica do macacão azul claro, do capacete e das luvas usadas por Carroll Shelby. (ER)

 

Subaru apresenta nova geração da Outback

A Subaru revelou nessa quarta (17) no Salão de Nova Iorque a nova geração da Outback. A perua offroad, que é chamada de SUV pela marca, segue o estilo do novo Legacy apresentado no salão de Chicago em fevereiro.

O maior destaque da nova geração da Outback é a tela vertical de 11,6 polegadas, que ocupa grande parte do painel. Todos as versões vem equipados com o sistema EyeSight, que são duas câmeras no pára-brisa responsáveis pelo cruise control adaptativo, sistema de frenagem automático e pré-colisão e alerta de mudança de faixa. Outro equipamento de segurança é o monitor de distração e fadiga do condutor, o único em sua categoria.

A nova Outback agora usa a nova plataforma global da Subaru e pode vir com dois motores flat four: o 2.5 aspirado FB25 DI de 185 cv e o 2.4 turbo FA24F de 264 cv, ambos disponíveis apenas com a transmissão Lineartronic CVT. A Subaru diz que a capacidade de reboque aumentou, assim como a economia de combustível, segundo o fabricante o modelo aspirado tem autonomia de 960 km. (ER)

Matérias relacionadas

Fiat anuncia motores turbo no Brasil, Renault Arkana em versão de produção, BMW fora do WEC e mais!

Honda Civic Si: a receita de um dos esportivos mais adorados do Brasil

Dalmo Hernandes

Um Honda Civic VTi com motor 2.0 e 200 cv pode ser seu novo hot hatch

Dalmo Hernandes