Edição diária: 17/06/2019
FlatOut!
Image default
Projetos Gringos

Toyota levará seus clássicos do WRC e de Le Mans ao Goodwood Festival of Speed 2014

O Goodwood Festival of Speed é um dos eventos mais orgásmicos para um entusiasta automotivo. É para onde colecionadores e fabricantes levam o melhor que podem oferecer aos visitantes — superesportivos, clássicos, carros de corrida, tudo. E, na edição de 2014, uma das atrações mais interessantes virá de uma fabricante, no mínimo, improvável: a Toyota.

Quer dizer, não deveríamos nos surpreender tanto, afinal a Toyota tem um lado gearhead quase esquecido por muita gente — uma herança esportiva que vem desde os anos 60, com modelos como o 2000GT, passando por uma história de sucesso no automobilismo, até chegar nos esportivos modernos, como o GT86 e o Lexus LFA. Relembramos esta história recentemente e, em Goodwood, a Toyota quer mostrar que também não esqueceu.

toyota-goodwood (9)

A marca vai levar modelos de competição históricos e modernos para o Festival of Speed — uma seleção de carros de rali e protótipos de corridas de longa duração incríveis o bastante para nos deixar com vergonha de chamar a Toyota de “sem graça”.

A Toyota deu bastante importância ao WRC durante os anos 80 e 90, conquistando três títulos em sequência entre 1997 e 1999. Contudo, desde muito antes a marca esteve envolvida nas corridas em chão de terra — no Grupo B, por exemplo. Todo mundo lembra do Audi Quattro, do Ford RS200, do Lancia Delta S4… mas você lembra que o Toyota Celica TA64 foi um dos monstros a correr na categoria? Ele tinha motor dianteiro, um quatro-cilindros turbo de até 380 cv, e tração traseira, e competiu em 1983 — antes de o Audi Quattro provar de uma vez por todas que o negócio era ter tração integral.

 

Também estarão expostos os Celica que competiram na década de 90, e os Corolla WRC que garantiram os três títulos do WRC — nos últimos anos em que a Toyota levou uma equipe de fábrica para o Campeonato Mundial de Rali — além de raridades, como este protótipo de um MR2 de rali, chamado 222D. O carro, feito em 1985 para competir no então futuro Grupo S,  pesava 750 kg e tinha um quatro-cilindros turbinado em posição central-traseira capaz de entregar até 750 cv. Sim, relação peso-potência de 1:1. Infelizmente, o Grupo S não saiu do papel e o carro não passou da fase de protótipo.

O outro lado da exposição da Toyota no FoS terá os protótipos Le Mans, e quatro carros estão confirmados — TS010, TS020, TS030 e TS040.

toyota-goodwood (2)

O TS010 foi a primeira investida bem sucedida da Toyota nas 24 Horas de Le Mans. O carro correu no Grupo C, e tinha um motor V10 de 3,5 litros naturalmente aspirado — uma mudança radical depois de anos de motores turbinados — de mais de 700 cv, enquanto pesava 750 kg, o mínimo exigido pelo novo regulamento. O carro venceu três corridas na temporada, e ficou com o segundo lugar em La Sarthe em 1992, além de ter sido o vencedor do campeonato japonês de protótipos naquele ano.

toyota-goodwood (3)

Seu sucessor, o TS020, é bem conhecido pela galera do Gran Turismo, mas com outro nome: GT-One — porque foi projetado para a categoria GT1, e depois adaptado como protótipo Le Mans. O motor V8 biturbo de 3,6 litros acoplado a uma transmissão sequencial de seis marchas tem potência declarada de 600 cv a 6.000 rpm, o bastante para chegar aos 100 km/h em 3,6 segundos, aos 160 km/h em 5,9 segundos e atingir 365 km/h. O carro estreou nas 24 Horas de Le Mans de 1998, quando se classificou para largar em 2º. Na corrida, porém, o carro sofreu problemas no câmbio enquanto brigava pela ponta, e no fim terminou em nono.

No ano seguinte, o GT-One se classificou para largar em 1º, 2º e 8º. Um deles acabou brigando pela liderança no fim da corrida, mas um pneu furado acabou com a festa, e o carro chegou em 2º de novo. Apesar do azar, o carro se tornou uma lenda. Dos sete exemplares, hoje restam seis, e um deles é legalizado para as ruas.

toyota-goodwood (4)

O TS030 e o TS040 são os carros mais recentes a competir no WEC, ambos híbridos. O primeiro representou bem a Toyota em 2012 e 2013, vencendo as 6 Horas de São Paulo, Fuji e Xangai em 2012, e as 6 Horas de Fuji e do Bahrain em 2013. Já o TS040, carro de 2014, já venceu as corridas de Spa e Silverstone, e vem liderando o campeonato.

Obviamente, a Toyota não revelou todos os carros que levará para o Goodwood Festival of Speed 2014. Sendo assim, podemos esperar algumas surpresas entre os dias 26 e 29 de junho.

Matérias relacionadas

Conheça os lugares reais que inspiraram Radiator Springs e os cenários de “Carros”

Dalmo Hernandes

Este Porsche 911 Turbo Cabriolet de Lego tem motor e câmbio PDK funcionais e até capota elétrica!

Dalmo Hernandes

Um legítimo Audi Quattro de rali é a melhor forma que existe de gastar R$ 700 mil

Dalmo Hernandes