FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

Toyota Supra em nova foto, BMW e Mercedes podem se unir para produzir plataformas, as novas versões de Amarok e Frontier e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

 

BMW e Mercedes podem se tornar parceiras para desenvolver plataformas

Rivais há pouco mais de 100 anos, a BMW e a Mercedes estão considerando juntar forças para desenvolver plataformas e outros componentes como baterias e tecnologias de condução autônoma. A apuração é do site Bloomberg.

Segundo o site, diante da pressão para investir em carros elétricos e autônomos, as fabricantes passaram a planejar parcerias com concorrentes para reduzir os custos. Foi o que aconteceu com a Ford e a Volkswagen, que, além dos veículos comerciais pretendem compartilhar tecnologia de veículos autônomos. Com a BMW e a Daimler/Mercedes, as duas já viram seus lucros reduzirem neste ano e ainda têm uma série de modelos elétricos em desenvolvimento para os próximos quatro anos — 12 da BMW e 10 da Mercedes.

 

Volkswagen Amarok ganha novas versões e preços para 2019

O ano está acabando, mas ainda não chegou ao fim. A Volkswagen, por exemplo, aproveitou os últimos dias de 2018 para anunciar as mudanças na linha 2019 da picape Amarok.

A versão de entrada, S, deixa de ser oferecida com a cabine dupla e mantém apenas a versão de cabine simples. O motor 2.0 TDI segue em sua configuração mais “mansa”, com 140 cv a 3.500 rpm e 34,7 kgfm a 1.600 rpm combinado ao câmbio manual de seis marchas.

Outra novidade é a versão Comfortline, que é posicionada acima da versão SE e abaixo da Highline, substituindo a antiga Trendline. O motor é o 2.0 TDI em configuração de 180 cv e 42,8 kgfm, combinado ao câmbio automático de oito marchas, e o pacote de itens de série inclui ar-condicionado de duas zonas, protetor de caçamba, volante com ajuste de altura e bancos com revestimento parcial de couro. O preço ficou quase R$ 10.000 mais caro, uma vez que a Trendline custava R$ 158.700 e a nova custa R$ 168.600.

 

Versão de produção do Supra volta a aparecer, agora de traseira

Faltando menos de 20 dias para o início do Salão de Detroit, a versão de produção do Toyota Supra voltou a aparecer em fotos vazadas na internet. O modelo agora foi fotografado de traseira e reforça a impressão que tivemos quando vimos a dianteira do carro: ele ficou surpreendentemente parecido com o conceito FT-1, apesar de pensarmos o contrário em 2014 quando ele deu as caras pela primeira vez.

O design da traseira reproduz com fidelidade o conceito: o spoiler esculpido na tampa traseira, as lanternas pontiagudas apontadas para o logotipo da Toyota, o difusor amplo com a luz de freio auxiliar no centro do FT-1 foram mantidos no Supra de produção. A dianteira, como vimos na semana passada, também manteve os faróis afilados e o nariz pronunciado do conceito.

O modelo deverá ser apresentado nos primeiros dias de imprensa do Salão de Detroit. Até agora, não foram confirmados os detalhes mecânicos; a Toyota limitou-se a dizer que o seis-em-linha é sobrealimentado, fornecido pela BMW e calibrado pela Toyota, o que indica que ele poderá ter especificações diferentes do 3.0 turbo do Z4 M40i.

 

Nissan lança versão de entrada da Frontier

Como havíamos dito no início de novembro, quando a Nissan apresentou a linha 2019 da Frontier, a picape ganharia uma nova versão de entrada, voltada para uso comercial, no início de 2019. Pois ainda nem viramos a folha do calendário e a nova Frontier S já aparece no site da fabricante.

Com preço sugerido de R$ 136.190, a Frontier S vem equipada com o motor 2.3 turbodiesel de 160 cv combinado ao câmbio manual de seis marchas e tração 4×4. O pacote de itens de série inclui ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos nas quatro portas, volante com ajuste de altura e retrovisores com ajustes elétricos. Além do ABS e dos airbags obrigatórios, a picape também tem controle de descida, assistente de partida em rampa, e controles de tração e estabilidade.

 

Porsche anuncia recall do Panamera no Brasil

A Porsche anunciou o recall de 256 unidades do Panamera produzidas entre 21 de março de 2016 e 6 de dezembro de 2018 devido a um problema no sistema de assistência elétrica da direção.

Segundo a Porsche, um erro no software de controle do sistema pode fazer com que a assistência fique inoperante por um período limitado, tornando a direção mais pesada. Para corrigir o problema basta reprogramar e atualizar a unidade de controle (ECU) da direção. Os proprietários serão convocados por individualmente e deverão comparecer a qualquer concessionária Porsche para o reparo, que leva cerca de 1 hora.

 

Honda irá reabrir fábrica no interior de SP

Quando o governo brasileiro prometeu um mercado em expansão na ocasião do lançamento do Inovar Auto, as fabricantes investiram no Brasil mas encontraram um mercado em colapso nos anos seguintes. Com os níveis de vendas em quedas sucessivas, a recuperação do segmento só começou neste ano de 2018, quando as vendas voltaram ao patamar de 2015.

Foi nessa época que a Honda concluiu sua fábrica em Itirapina, no interior de São Paulo, que acabou jamais aberta devido à recessão. Com a recuperação do mercado e o cenário otimista para os próximos anos, contudo, a marca irá finalmente inaugurar a fábrica no início de 2019.

A intenção da Honda inicialmente era dobrar sua capacidade de produção no Brasil, porém a operação da fábrica neste primeiro momento será comedida: somente 200 funcionários transferidos de Sumaré irão trabalhar na nova planta, onde será produzido somente um modelo, o Honda Fit. Os demais modelos — Civic, City e HR-V — deverão ser transferidos somente em 2021.

Matérias relacionadas

Governo pretende aumentar impostos da gasolina, BMW M8 GTE já está em testes, FIA confirma proteção de cockpit na F1 em 2018 e mais!

Leonardo Contesini

De Ascari a Villeneuve: dez dos pilotos mais importantes da história da Scuderia Ferrari

Juliano Barata

Este raríssimo Mitsubishi Lancer Evolution X com câmbio manual está à venda

Dalmo Hernandes