A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Toyota Supra ganha kit AC Schnitzer, AMG One chega só em 2021, Fiat Argo Trekking com 1.8 e câmbio automático e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

AC Schnitzer apresenta kit de preparação para o Toyota Supra

Com o novo Toyota Supra feito com base no BMW Z4, era questão de tempo até que as preparadoras especializadas nos Bimmers começassem a desenvolver peças para ele. A primeira é a AC Schnitzer, que aparece com mudanças no motor, suspensão e carroceria.

O seis-em-linha B58 da BMW tem a potência aumentada de 340 cv para 400 cv, enquanto o torque vai de 51 kgfm para 61,2 kgfm. Embora a preparadora não diga exatamente como obtém os 60 cv extras, muito provavelmente se trata de uma reprogramação na ECU aliada a mudanças simples na admissão e no escape – o que permite que a AC Schnitzer ofereça uma garantia de três anos para as modificações. Também é oferecido um sistema de escape com abafador mais livre (e mais barulhento).

Os alemães também dão ao GR Supra um sistema de suspensão com amortecedores ajustáveis (incluindo altura, compressão e retorno). Com isto, o cupê pode ficar até 25 mm mais próximo do chão – de acordo com a AC Schnitzer, sem prejudicar muito o conforto.

O visual é complementado por um body kit composto de splitter frontal, asa traseira (com uma Gurney flap opcional) e saídas de ar triangulares para o capô. As rodas são de fabricação própria, e há duas opções de modelos: AC1, de liga leve fundida; ou AC3, forjada, de peso reduzido. Ambas têm 20 polegadas de diâmetro.

Já as modificações do lado de dentro são mais simples, e consistem em acabamento de alumínio nos pedais, descanso para os pés e aletas de marcha, além dos comandos do sistema iDrive. (DH)

 

Fiat Argo Trekking vai ganhar opção de motor 1.8 e câmbio automático

O Argo Trekking superou as expectativas da Fiat, o modelo aventureiro representa por 30% das vendas do hatchback compacto. Esse sucesso de vendas motivou um aumento na gama do modelo, que vai passar a ser oferecido também com motor 1.8 E.torQ de 139 cv e transmissão automática de seis marchas.

O Argo Trekking é oferecido hoje apenas com o motor 1.3 Firefly e cambio manual, uma transmissão CVT está planejada para o motor 1.3 mas ainda não temos notícias sobre ela. A Fiat vai revelar o Argo Trekking 1.8 automático nessa sexta (29), também serão revelados o pacote de equipamentos e preço. (ER)

 

Mercedes-AMG One será entregue somente em 2021 – motor pode ser o motivo do atraso

A Mercedes anunciou que irá atrasar a entrega das primeiras unidades do AMG One. O modelo só chegará à garagem dos clientes a partir de 2021, e o motivo do atraso são as complicações inerentes ao uso de um motor de Fórmula 1 em um carro de rua, algo que já era previsto inicialmente pela imprensa, mas que só agora foi confirmado pela Mercedes.

Apesar do chefe da divisão esportiva, Tobias Moers, ter mencionado anteriormente que não há grandes dificuldades em se usar um motor de Fórmula 1 atual em um carro de rua, o chefe de gerenciamento de produto da AMG, Michael Knoller, disse à revista Road & Track que “houve muitos desafios”, mas que agora o desenvolvimento “está chegando ao fim”.

Ele foi além e explicou de forma breve que a principal complicação era controlar as emissões do motor durante a lenta de 1.200 rpm, de forma que ela permanecesse estável. “Na Fórmula 1 temos vazamentos nas borboletas, mas isso não é um problema, porque a lenta é 5.000 rpm. Com uma lenta de 1.200 rpm, você precisa controlar as emissões e ela precisa ser estável. Se for instável, as emissões também serão instáveis”, explicou. (LC)

 

Audi revela conceito RSQ e-tron que vai estrelar no filme “Um Espião Animal”

A Audi apresentou seu conceito futurista que estrelará no filme de animação Um Espião Animal, estrelado por Will Smith e Tom Holland. O conceito RSQ e-tron é o primeiro da Audi desenvolvido exclusivamente para um filme de animação, o fabricante alemão anteriormente fez o RSQ para o filme Eu, Robô, também estrelado por Will Smith.

O RSQ e-tron possui estilo inspirado no R8 atual, com detalhes futuristas dos conceitos e-tron. Na cena do filme divulgada são mostrados o modo de direção autônoma e o interior tomado por telas e com um heads-up display holográfico. Segundo a Audi o RSQ e-tron usa dois motores elétricos que produzem 408 cv em conjunto e 68 kgfm.

O filme Um Espião Animal estreia no Brasil dia 23 de janeiro de 2020, é uma produção Blue Sky Studios, o mesmo da série A Era do Gelo e Rio. Além de Will Smith e Tom Holland, o filme conta com a participação de Karen Gillan, DJ Khaled e Rashida Jones. (ER)

 

Papa Francisco ganha Renault Duster modificada como Papamóvel

O Papa Francisco acaba de ganhar mais um carro – ou melhor, mais um Papamóvel para a pontifícia garagem: um Dacia Duster, preparado na Romênia especialmente para o Pontífice da Igreja Católica.

De acordo com a fabricante, o Duster Papamóvel é um exemplar one-off, com cinco lugares individuais, sendo que um dos bancos traseiros é mais alto e confortável. O SUV também tem um teto solar panorâmico, suspensão rebaixada em 30 mm para facilitar o acesso do Papa, e “elementos de suporte externos e internos” para que o representante máximo do catolicismo na Terra possa se apoiar com segurança.

Apesar de o Papa Francisco notadamente desfilar em carros não-blindados, neste Duster há uma caixa de vidro blindado no teto para que o Papa possa desfilar aos olhos dos fiéis, porém protegido de quaisquer atentados. (DH)

 

Reginaldo Leme deixa a Rede Globo depois de 41 anos

É o fim de uma era para quem sempre acompanhou as transmissões da Fórmula 1 pela Rede Globo:  Reginaldo Leme deixou a emissora, onde trabalhava desde 1978. O comentarista comunicou sua decisão à emissora na última terça-feira (26), segundo o site Motorsport.com.

Reginaldo Leme cobre a Fórmula 1 desde 1972, quando começou no Estadão, e seis anos depois entrou para a empresa da família Marinho. Ao longo de mais de quatro décadas, Reginaldo acompanhou a F1 com comentários e matérias em pista, além de entradas ao vivo e entrevistas pós-corrida.

A última corrida de Fórmula 1 coberta por Reginaldo Leme foi o último Grande Prêmio do Brasil, há cerca de duas semanas. Sua última cobertura pela TV Globo, porém, foi a etapa de Goiânia da Stock Car Brasil, domingo passado (24). A TV Globo confirma que Leme não participará da transmissão do Grande Prêmio de Abu Dhabi, a ser realizado no próximo domingo, 1º de dezembro, mas ainda não definiu um substituto. (DH)

Matérias relacionadas

Ferrari Purosangue flagrada em testes, Ford trará Edge ST e outras quatro novidades, Chevrolet Cruze terá versão conceitual de 300 cv e mais!

Leonardo Contesini

Fiat terá CVT no Argo e no Cronos, Série 3 e X5 já estão a venda no Brasil, F-150 terá versão Shelby e mais!

Petrobras pode interromper parceria com Williams na F1, Mercedes C63 AMG deve chegar em setembro, ladrão com uma perna só rouba carro e capota no Paraná e mais!

Leonardo Contesini
error: Direitos autorais reservados