A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Vídeo

Três anos sem Paul Walker: relembre a coleção do astro de “Velozes e Furiosos”

30 de novembro de 2013. Há exatamente três anos, entusiastas do mundo inteiro ficaram de luto quando, em um acidente cujas condições ainda não estão 100% esclarecidas, morreu Paul Walker, um dos protagonistas da série Velozes e Furiosos. Walker estava no banco do carona de seu Porsche Carrera GT — ao volante estava o amigo Roger Rodas, que também morreu.

As gravações do sétimo filme estavam bem no meio e tiveram que ser interrompidas e o futuro da franquia ficou incerto por alguns meses, até que foi revelado que as gravações continuariam e que o roteiro do filme seria adaptado para aproveitar algumas cenas já gravadas, outras feitas com um dublê — no caso, o irmão mais novo do ator, Cody Walker — e efeitos de computação gráfica.

No novo filme, Brian O’Conner, o ex-policial que se junta à gangue do amigo Dominique Toretto (Vin Diesel), se aposenta das ruas de uma vez por todas — mas não sem antes protagonizar algumas das cenas de perseguição mais eletrizantes de toda a franquia.

Nos parece uma boa maneira de encerrar a história de Brian O’Conner : ele cumpriu sua missão ao lado dos amigos e agora vai para casa, viver em paz — assim como esperamos que Paul Walker esteja em um lugar melhor agora.

Acontece que a melhor maneira de lembrar de alguém de morreu é pensar nas coisas legais que ela fez em vida. E Paul Walker não só foi um dos personagens principais de uma das franquias de Hollywood que mais ajudaram a transformar moleques em gearheads (mesmo com a estética exagerada do tuning em 2001, ano de estreia do primeiro filme) — ele era um baita entusiasta, e dono de uma das coleções de automóveis mais incríveis não só dos EUA, mas do mundo todo — coleção que passou anos desconhecida pela maioria das pessoas.

Isto mudou em 2012, quando Matt Farah, apresentador do The Smoking Tire e do canal /Drive (até já mostramos alguns vídeos dele aqui), foi a uma oficina chamada AE Performance e deu um passeio por uma bela coleção de carros — segundo ele, de fazer inveja a Ralph Lauren e Jay Leno. Gosto é relativo e talvez ele tenha exagerado um pouquinho, mas podemos garantir sem exagero que ficamos babando em cada um dos carros:

O personagem de Paul Walker na série “Velozes e Furiosos” ficou famoso por pilotar carros japoneses — Skyline GT-R, Lancer Evolution, Supra, etc —, mas o ator tinha um gosto para carros bem variado — e ele aparentemente era fã do Mustang de terceira geração (o conhecido Fox body), com uma queda especial pelos modelos preparados pela Saleen, mas não restrita a eles: há alguns Mustang modernos, uma recriação do GT500 Eleanor do remake de “60 Segundos” e até um Shelby GT350R, versão de competição do GT350 comum.

Além dos Mustang, Walker tinha uma bela seleção de BMW (M3 E30 e E36, 2002 Alpina e até um Série 8 com câmbio manual), Porsche (com dois 930 Turbo e três 911 GT3 RS) e, claro, de carros japoneses — dois Skyline GT-R R34, um Silvia S15 e até o 370Z usado em “Velozes e Furiosos 5”. Isto sem falar nas Ferrari Testarossa e F355 (uma das últimas fabricadas) e no Volvo P1800 que parece quase (quase) perdido ali no meio. E este é só o começo — o vídeo tem oito minutos e você vai ficar de boca aberta o tempo todo.

colecao

colçao (2) colçao (1)

Agora, um detalhe: quando o vídeo foi publicado, a AE Performance pediu para que Matt Farah não revelasse quem era o dono dos carros. A promessa foi mantida até o fim de 2013 e o mundo soube que o dono era Paul Walker, amigo muito próximo de Roger Rodas, fundador da preparadora, que gentilmente cedia o espaço para que o ator guardasse seus carros.

Só que se você decidir visitar a AE Performance, que fica em Burbank, na Califórnia, hoje em dia, dificilmente verá uma cena tão bonita — no ano passado a coleção foi leiloada a portas fechadas e boa parte ganhou novos donos, que não tiveram seus nomes revelados. Entre os poucos carros que foram anunciados publicamente estavam o M1 — um dos raros exemplares personalizados pela revendedora BMW AHG, dos quais existem cerca de dez no mundo todo — e um GT-R R34 usado por Walker no quarto filme.

Talvez você já tenha visto esta coleção, mas não é nenhum sacrifício ver de novo — tanto pelos carros quanto para prestar uma singela homenagem à memória de Paul Walker, o eterno Brian O’Conner.

Matérias relacionadas

O charme e a nostalgia dos interiores monocromáticos

Dalmo Hernandes

Oh Lord! O Porsche 356 psicodélico de Janis Joplin está à venda

Dalmo Hernandes

Sinthesis 1970: o esportivo italiano único no mundo – projetado pelo pai do De Tomaso Pantera

Dalmo Hernandes
error: Direitos autorais reservados