A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Papo de Garagem Técnica

Tudo o que você precisa (e deveria) saber sobre balanceamento de motores

O que leva um fabricante a optar por uma configuração X ou Y de motor? Custo de produção, proposta do veículo, consumo de combustível, potência, massa total e dimensões. Essas são as questões chave que primeiro vêm às nossas cabeças. Há outra questão que é tão importante quanto as outras, mas que não é citada com frequência: a suavidade de operação do motor. A suavidade de operação de qualquer equipamento rotativo é fator chave para a avaliação de qualidade. Ela influencia na performance, durabilidade e custo total do equipamento. Tenham em mente, vibração é um fator nocivo que deve ser eliminado em equipamentos rotativos. Coxins de diferentes materiais, isolamento acústico, cancelamento de ruído ativo e passivo, todos são recursos utilizados pela equipe de NHV para melhorar a qualidade de rodagem de um veículo, mas eles apenas reduzem a sensação do problema, pois a fonte de vibração e ruído continua ativa. No caso de um automóvel, a principal fonte de vibr

Matérias relacionadas

Como funciona a Ferrari F12tdf, a versão ainda mais insana de 780 cv da F12 Berlinetta

Dalmo Hernandes

Quando a Fórmula 1 tinha quase 1.400 cv: o motor BMW turbo M12-13 dos Brabham

Leonardo Contesini

4×4: qual a diferença entre tração integral e tração nas quatro rodas? E como elas funcionam?

Juliano Barata