Um dos 150 Lamborghini Gallardo Super Trofeo Stradale que existem no mundo está à venda no Brasil

Dalmo Hernandes 29 maio, 2018 0
Um dos 150 Lamborghini Gallardo Super Trofeo Stradale que existem no mundo está à venda no Brasil

A maioria de nós não tem condições financeiras de comprar um superesportivo – é por isso que eles costumam ser chamados de “exclusivos” ou “exóticos”, mesmo modelos que são relativamente comuns. Pois nosso Achado meio Perdido de hoje, anunciado no GT40, é verdadeiramente exótico: só fizeram 150 deles no mundo inteiro, e apenas dois foram vendidos no Brasil. Trata-se de um Lamborghini Gallardo LP 570-4 Super Trofeo Stradale, e nós vamos ver mais detalhes a seu respeito agora.

Quando falamos em supercarros “relativamente comuns”, falamos de modelos como o Lamborghini Gallardo. E, ainda mais no caso dele, isto está longe de ser uma crítica. Lançado em 2003, o Gallardo foi o primeiro Lamborghini de entrada desde 1988, quando saiu de linha o Jalpa; o primeiro a usar um motor V10 (naturalmente aspirado, claro) e o primeiro Lambo desenvolvido depois que a marca foi comprada pela Audi, tornando-se parte do Grupo Volkswagen.

img_247920_4_845f5a19-c557-40f8-8f80-2831cc5c5d50

Sob o novo guarda-chuva a Lamborghini foi capaz de criar um superesportivo muito mais potente, sofisticado e confiável, o que tornou o Gallardo seu modelo mais vendido na história – nos dez anos de produção (2003 a 2013) foram produzidos exatamente 14.022 exemplares. Graças ao Gallardo a Lamborghini finalmente tornou-se uma empresa lucrativa, o que garantiu não apenas sua sobrevivência, mas também a evolução constante de seus produtos.

img_247928_4_845f5a19-c557-40f8-8f80-2831cc5c5d50 img_247908_4_845f5a19-c557-40f8-8f80-2831cc5c5d50

O Gallardo foi desenvolvido com a ajuda da Audi – a companhia alemã auxiliou no projeto do motor e no sistema de tração nas quatro rodas, que a Lamborghini oferecia como opcional nos primeiros anos do Gallardo e passou a ser de série a partir de 2008, ano da primeira reestilização. Originalmente o V10 todo de alumínio deslocava cinco litros e entregava 520 cv; após o facelift o deslocamento passou a 5,2 litros e, com a adoção de um sistema de injeção direta e um aumento na taxa de compressão (de 11,5:1 para 12,5:1) a potência passou a 560 cv.

DSC_0290

Mais ou menos nesta mesma época, em 2009, a Lamborghini começou a promover um campeonato monomarca com o Gallardo, o Lamborghini Super Trofeo. A competição, que seguia as regras da FIA GT3, é voltada pilotos amadores entusiastas da marca, e os carros eram unidades do Gallardo com preparação especial: o motor V10 recebia comandos de válvula variáveis para chegar aos 570 cv (10 cv a mais que a versão de rua) e o carro ganhava componentes de fibra de carbono – difusor graseiro, carcaças dos espelhos, tampa do motor (com travas AeroCatch), bancos, revestimentos de porta – para economizar peso.

O resultado: 1.300 kg na balança, contra cerca de 1.590 kg do modelo de rua. O Gallardo Super Trofeo também ganhou um novo kit aerodinâmico e uma asa traseira móvel que gerava três vezes mais downforce do que o modelo comum. O único câmbio disponível era o e-Gear, automatizado de seis marchas que, de acordo com a Lamborghini, era capaz de realizar trocas ascendentes em 40 milissegundos.

img_247932_4_845f5a19-c557-40f8-8f80-2831cc5c5d50

Em 2011, durante o Salão de Genebra, a Lamborghini apresentou o Gallardo Super Trofeo Stradale, versão de rua do carro de corrida que manteve praticamente todas as modificações e, com isto, continuou bem mais leve que um Gallardo comum, com 1.340 kg. Graças ao motor mais potente, com 570 cv a 8.000 rpm e 55 mkgf de torque a 6.500 rpm, ele é capaz de chegar aos 100 km/h em 3,4 segundos, com velocidade máxima de 325 km/h. Eram oferecidos como opcionais uma gaiola de proteção interna; sistema multimídia com tela sensível ao toque, navegador por GPS e conexão bluetooth; rodas de 19 polegadas e revestimento interno em Alcantara.

DSC_0283

No total foram fabricados 150 exemplares, e nosso Achado meio Perdido de hoje é um dos dois que foram importados oficialmente para o Brasil. O carro não tem sistema de som e nem gaiola, mas tem as rodas de 19 polegadas e o interior de Alcantara. A carroceria é vermelha “Rosso Mars” com detalhes em preto, assim como o lado de dentro do carro. Os pneus são um jogo de Pirelli P Zero Corsa, de medidas 235/35 na dianteira e 295/30 na traseira.

img_247924_4_845f5a19-c557-40f8-8f80-2831cc5c5d50

Trata-se de um carro praticamente novo e, bem, de uma das versões mais raras do Lamborghini Gallardo – um carro verdadeiramente exótico, ainda mais no Brasil.

Se você realmente ficou interessado, basta clicar aqui para acessar o anúncio e pegar os contatos do vendedor.

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!