A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Carros Antigos

Um nome, quatro carros: os diferentes Monza da General Motors

Na década de 1980, um sedã médio foi o carro mais vendido do Brasil. Parece difícil de acreditar, mas aconteceu mesmo: por três anos consecutivos, em 1984, 1985 e 1986, o automóvel mais vendido do País foi o Chevrolet Monza. Por aí se pode calcular o tamanho de sua popularidade. O Chevrolet Monza foi lançado em 1982 para ficar entre o Chevette e o Opala, oferecendo uma plataforma mais moderna e refinada que ambos – com motor transversal, comando no cabeçote e tração dianteira. Assim como o Chevette e o Opala, o Monza também era um projeto de origem europeia: o original era o Opel Ascona C, lançado na Alemanha em 1981 (um ano antes da chegada do Monza ao Brasil). Os dois carros eram praticamente idênticos, e as diferenças entre eles eram apenas detalhes como emblemas e design das rodas. No Brasil, o nome Monza foi adotado porque "Ascona" poderia ser associado à palavra "asco", que quer dizer "nojo" ou "repulsa". [gallery type="grid" columns="2" link="file" size="medium" ids="243073,243

Matérias relacionadas

Este Lamborghini Miura passou 15 anos abandonado em um celeiro – e nunca precisou ser restaurado

Dalmo Hernandes

Alfa Romeo Alfetta GTV6: delicie-se com um dos roncos de V6 mais bonitos de todos os tempos

Dalmo Hernandes

O guia de versões especiais do Mustang | Parte 2: Mustang II e Fox Body

Leonardo Contesini