A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Um novo autódromo para o RJ, Ferrari 250 GTO de R$ 300 milhões é o novo carro mais caro do mundo, consumo de álcool por motoristas aumenta e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Proposta de autódromo é apresentada à prefeitura do RJ

imagem_5

Já faz quase 15 anos que o autódromo de Jacarepaguá começou a definhar e seis anos desde que ele foi cruelmente assassinado para dar lugar às obras da Olimpíada de 2016 no Rio de Janeiro. A contrapartida do governo para a demolição do autódromo foi a doação de um terreno do Exército, situado em Deodoro, mas a presença de artefatos bélicos enterrados no local impediram que qualquer atividade fosse iniciada enquanto o terreno não fosse limpo pelas forças armadas.

imagem_4

Pois o processo de remoção do material foi concluído, o local foi liberado para utilização e a prefeitura do Rio de Janeiro publicou no Diário Oficial uma chamada para interessados em apresentar um projeto para o novo autódromo. A primeira proposta foi apresentada nesta segunda-feira (4), como mostram as imagens divulgadas pelo Globo Esporte.

imagem_1

 

Segundo o site do Globo Esporte, uma das bases do projeto é que ele não receba verba pública, apesar do orçamento de R$ 850 milhões. O plano é que o circuito atenda os critérios do nível 1 da Federação Internacional do Automóvel (FIA) e da Federação Internacional de Motociclismo, o que o tornaria apto a receber a F1 e a MotoGP.

area_vip_alta

O projeto prevê lugares para 80.000 pessoas, e o traçado da pista foi idealizado pela Tilke Engineers & Architects, do alemão Hermann Tilke. Segundo a apuração do GloboEsporte.com, o traçado tem 5.368 metros e 20 curvas.  Tilke estima que as obras poderiam começar no início de 2019 — caso o orçamento seja captado, claro — e pode ser concluído em 16 meses.

pitlane_alta

Antes disso, contudo, a prefeitura tem entre 40 e 60 dias para publicar um edital para abrir a concorrência de outros interessados. Depois de 60 dias serão apresentadas as eventuais propostas e, após 15 dias, a prefeitura irá divulgar o vencedor da concorrência.

 

 

Outra Ferrari 250 GTO é o novo carro mais caro do mundo

FlatOut 2018-06-05 às 12.24.42

Até este último fim de semana, os três carros mais caros do mundo eram duas Ferrari 250 GTO e uma Ferrari 335S Scaglieti dos anos 1950. Eram, pois uma terceira Ferrari GTO acaba de desbancar as outras três irmãs, tornando-se o carro mais caro do mundo depois de ser comprada por US$ 80 milhões — ou US$ 28 milhões mais cara que a recordista anterior, e dinheiro suficiente para comprar as duas recordistas anteriores juntas.

O valor tão alto se deve ao fato de ela ter sido a vencedora da Tour de France de 1964 e também por jamais ter sofrido um acidente ao longo de seus 55 anos — um verdadeiro milagre para um carro de corridas que venceu uma corrida como a TdF. O comprador é o empresário americano David MacNeil, colecionador de Ferrari e CEO da WeatherTech, uma empresa de acessórios de proteção para carros.

FlatOut 2018-06-05 às 12.24.51

Antes de ser vendida a David MacNeil, a Ferrari foi restaurada nos anos 1990 e pertenceu ao piloto alemão Christian Glaesel nos últimos 15 anos. Além da Tour de France, esta 250 GTO ainda disputou as 24 Horas de Le Mans de 1963 e o GP de Angola. Além disso, ela foi usada no Goodwood Revival entre 1997 e 2000. Não disse que era um milagre ela ter sobrevivido intacta?

O antigo carro mais caro do mundo, hoje segundo carro mais caro do mundo, também é uma Ferrari 250 GTO 1963 vencedora da Tour de France daquele ano. Porém esta foi a única corrida que ela venceu e a mais famosa que disputou, o que explica seu valor inferior ao da recordista.

Com a nova recordista, agora oito dos dez carros mais caros do planeta são Ferrari, da quais quatro são 250 GTO. O primeiro carro não-Ferrari a aparecer no top ten é um Mercedes W196 de F1, que foi vendido por US$ 25 milhões em 2013.

 

 

Consumo de álcool antes de dirigir aumenta no Brasil

leiseca

O número de motoristas que dirigem depois de ter consumido bebidas alcoólicas aumentou em todo o Brasil nos últimos seis anos. Os dados são da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas realizada pelo Ministério da Saúde nas 27 capitais do País entre fevereiro e dezembro de 2017.

O estudo, que entrevistou 53.034 pessoas por telefone, apontou que o consumo de bebidas antes de dirigir aumentou 16% em todo o país. Os adultos com idade entre 25 e 34 anos são os que mais consomem bebida antes de dirigir (10,8% dos entrevistados). Os homens também consomem bebida antes de dirigir que as mulheres: 11,7% dos entrevistados que admitiram ingerir bebidas eram homens, e somente 2,5% mulheres.

Os números são preocupantes, mas podem ser ainda mais graves pois, sendo uma pesquisa telefônica, os entrevistados precisam admitir que cometem a infração, o que acaba coibindo respostas honestas.

Não há comentários do estudo sobre os motivos que levam a este comportamento, mas como levantamos algumas vezes em nossas pensatas sobre o trânsito, atualmente a fiscalização foi delegada quase que totalmente às máquinas de velocidade — somente 25% das infrações de São Paulo, por exemplo, foram anotadas manualmente. Sem risco de ser flagrado, o motorista tende a arriscar mais.

 

 

Shelby Super Snake é revelado em vídeo

A Shelby apresentou nesta última segunda-feira (4) seu novo Super Snake. O muscle car usa o mesmo motor V8 de cinco litros do Mustang GT, porém ganhou um enorme supercharger para elevar a potência para 720 cv — ou 800 cv, se você optar pelo pacote mais caro. Com a preparação básica, o Super Snake acelera de zero a 100 km/h em 3,5 segundos.

Além do compressor no motor, o Shelby Super Snake também ganhou upgrades nos freios e mudanças estéticas. Os freios agora usam um kit da Brembo com pinças de seis pistões na dianteira e quatro na traseira, enquanto a carroceria foi modificada com uma nova grade, splitter frontal, novos dutos de admissão dianteiros e um novo capô, além de para-lamas mais largos para abrir espaço para as rodas forjadas de 20 polegadas.

Como pacote opcional, o Super Snake também pode incluir suspensão de pista. Os precos (sem ela) partem de US$ 113.445.

 

 

FCA descarta retorno do Viper

viper-acr-ring-record (3)

Na semana retrasada falamos sobre os rumores de que a FCA poderia estar planejando o retorno do Viper para 2020. Pois agora, depois da apresentação dos planos da fabricante para os próximos cinco anos, o CEO Sergio Marchionne disse que isso não vai acontecer.

O executivo foi questionado sobre os planos para o Viper pela revista Automobile Magazine, e respondeu que um novo Viper “não está nos planos”. Os motivos? Ele não rende e não se encaixa nas plataformas e motores futuros da FCA. Apesar do balde de água fria, Marchionne não apagou a luz da sala, e terminou dizendo que ficaria contente se a FCA encontrasse uma forma de fazer o Viper novamente.

Quem sabe a salvação do Viper (ou de um supercarro da Dodge) possa estar na Alfa Romeo — a mesma que usou o Viper para fazer um supercarro exclusivo há alguns anos. Com os planos de um retorno do 8C, quem sabe a plataforma de tração integral e motor central não sirva para um futuro Viper com motor central traseiro, prontinho para encarar o Corvette de motor central traseiro?

 

Matérias relacionadas

Contran fará baixa automática de carros antigos sem licenciamento, Dodge Demon usará ar-condicionado para resfriar motor, Amazon terá série sobre F1 e mais!

Leonardo Contesini

Prefeitura de SP descarta fechar faixas das marginais, a potência dos novos motores quatro-cilindros Porsche, Sandero RS no trânsito e mais!

Leonardo Contesini

Hennessey apresenta Corvette ZR1 de 1.200 cv, mortes em queda no trânsito de SP, Panamera pode ganhar versão coupé e mais!