A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Um possível novo recordista de Nürburgring, novo Toyota Supra será um BMW, Mercedes-AMG GT3 flagrado em testes e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas verdadeiras do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Jim Glickenhaus pode ter batido o recorde de Nürburgring Nordschleife

1852963519604513000

O diretor de cinema, piloto, fã/rival da Ferrari e construtor de supercarros de plantão, Jim Glickenhaus, anunciou neste fim de semana que seu novo SCG003 quebrou o recorde de volta em Nürburgring Nordschleife. Segundo uma postagem no Instagram feita pela Scuderia Cameron Glickenhaus, o modelo cravou 6:42 no traçado Norte do circuito carregando lastros de peso e com o motor restrito.

A equipe concluiu a postagem dizendo que o SCG003S poderia chegar perto dos 6:30 com pneus de rua — o que soa como uma provocação indireta à Koenigsegg, que pretende fazer seu Agera One:1 completar a volta nos mesmos seis minutos e meio. Atualmente, o recordista comprovado é o Radical SR8 LM com tempo de 6:48 usando pneus de rua. Entre os modelos produzidos em grande escala o recordista é o Porsche 918 Spyder com o pacote Weissach, que cravou 6:57.

 

Próximo Toyota Supra será baseado em BMW

Toyota-FT-1-2

Não é novidade que BMW e Toyota estão unidas para desenvolver um esportivo que dará origem à próxima geração do BMW Z4 (ou um eventual “Z5”) e ao retorno do Toyota Supra. Mas agora, segundo a Car and Driver americana, o modelo chegará ao mercado em 2018, mas será muito mais um BMW que um Toyota, visto que boa parte de seus componentes mecânicos, com o chassi e o motor, virão da fábrica bávara.

Caso isso se confirme, o modelo seguirá os moldes do desenvolvimento do GT86, que foi quase totalmente feito por uma empresa parceira, nesse caso a Subaru — a Toyota entrou com o investimento financeiro e a Subaru com o know-how técnico. Um dos motivos para as entranhas germânicas no próximo Supra, é que a Toyota não tem um bom seis-em-linha nem um chassi esportivo para o modelo. Em troca da esportividade, a BMW levará a experiência da Toyota com a tecnologia híbrida.

Quanto ao visual do modelo, o FT-1 está aí somente para fins ilustrativos, já que o mundo inteiro o considera o futuro Supra. Apesar das apostas, o FT-1 já não parece tão avançado quanto no começo de 2014 e provavelmente será um tanto datado em 2018. Por isso é bem provável que o futuro Supra tenha um visual bastante diferente deste.

 

Versão de rua do Mercedes-AMG GT3 é flagrada em testes

1759062495676092763

Depois de ser apresentado em sua versão de pista no Salão de Genebra, há exatamente um mês, o Mercedes-AMG GT3 foi flagrado em testes em uma versão de rua. As fotos são dos caras do World Car Fans, e mostram um AMG GT com carroceria mais aerodinâmica. Segundo o site, o modelo não se trata do Black Series, uma vez que o CEO da AMG, Tobias Moers, já havia dito que o modelo topo-de-linha não será lançado em um futuro próximo, e sim mais perto do “fim do ciclo” do modelo.

1088184950807374760

305852093570072508 1088184950807374760

A versão de rua do AMG GT3, contudo, deverá ganhar outro nome e certamente tem um concorrente na mira: o Porsche 911 GT3. Para encarar o vizinho, o AMG GT3 continuará com seu V8 biturbo de quatro litros, mas a potência será significativamente maior e o carro será pouco mais leve que o AMG GT S de 510 cv e 1.570 kg. Além disso, o tempo de aceleração do GT S, 3,8 segundos de zero a 100 km/h, deve ser diminuído em 0,2 segundos. O modelo deve entrar em produção no próximo ano.

 

Modelos V12 da Ferrari serão todos híbridos no futuro

laferrari-vs-p1

Com o lançamento da 488 GTB, a Ferrari parecia ter tomado um caminho sem volta em direção a um futuro turbocomprimido. Mas eles continuarão fiéis às suas tradições mantendo os motores V12 aspirados. Eles só terão uma pequena ajuda da eletricidade para continuar evoluindo.

A afirmação vem dos britânicos da Autocar, e segundo uma fonte da revista ligada à Ferrari todos os V12 receberão a ajuda de um motor elétrico em vez de um turbocompressor. A ideia por trás do sistema é sempre a mesma destes últimos 10 anos: reduzir emissões, melhorar o consumo e evoluir o desempenho.

No final do ano passado, o gerente de powertrains da Ferrari, Vittorio Dini, já havia afirmado que o motivo da adoção de sistemas elétricos nos V12 é que eles necessitariam quatro turbos, o que resultaria em produção excessiva de calor além de um conjunto grande demais. A FF e a F12berlinetta podem ser redesenhadas para receber os sistemas híbridos até 2017.

 

Quando “Velozes e Furiosos” encontra “De Volta Para o Futuro”

Uma das melhores pegadinhas de primeiro de abril — e que acabou ficando de fora da nossa lista — foi o trailer do mashup “Fast to the Future”, um filme que mistura “Velozes e Furiosos” com “De Volta Para o Futuro” e usa um DeLorean movido a Diesel. Vin Diesel.

Os responsáveis pela edição foram os caras do IGN, que usaram imagens do 1985 alternativo de “De Volta para o Futuro 2” com a Tóquio de “Velozes e Furiosos 3” para fazer Vin Diesel driftar uma máquina do tempo em frente ao Pleasure Paradise de Hill Valley, antes de desaparecer em um rastro de fogo a 88 milhas por hora. Caramba. O que a Universal está esperando para ganhar rios de dinheiro com um mashup desse de verdade?

Matérias relacionadas

VW Type 4: a versão de luxo dos Volkswagen a ar que não tivemos no Brasil

Dalmo Hernandes

Esta Parati GTi 16v é uma perua esportiva brazuca de respeito – e está à venda

Dalmo Hernandes

Isto é um Porsche Boxster transformado em um 356 Speedster. Você teria um?

Dalmo Hernandes