A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Um possível novo recordista de Nürburgring, novo Toyota Supra será um BMW, Mercedes-AMG GT3 flagrado em testes e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas verdadeiras do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Jim Glickenhaus pode ter batido o recorde de Nürburgring Nordschleife

1852963519604513000

O diretor de cinema, piloto, fã/rival da Ferrari e construtor de supercarros de plantão, Jim Glickenhaus, anunciou neste fim de semana que seu novo SCG003 quebrou o recorde de volta em Nürburgring Nordschleife. Segundo uma postagem no Instagram feita pela Scuderia Cameron Glickenhaus, o modelo cravou 6:42 no traçado Norte do circuito carregando lastros de peso e com o motor restrito.

A equipe concluiu a postagem dizendo que o SCG003S poderia chegar perto dos 6:30 com pneus de rua — o que soa como uma provocação indireta à Koenigsegg, que pretende fazer seu Agera One:1 completar a volta nos mesmos seis minutos e meio. Atualmente, o recordista comprovado é o Radical SR8 LM com tempo de 6:48 usando pneus de rua. Entre os modelos produzidos em grande escala o recordista é o Porsche 918 Spyder com o pacote Weissach, que cravou 6:57.

 

Próximo Toyota Supra será baseado em BMW

Toyota-FT-1-2

Não é novidade que BMW e Toyota estão unidas para desenvolver um esportivo que dará origem à próxima geração do BMW Z4 (ou um eventual “Z5”) e ao retorno do Toyota Supra. Mas agora, segundo a Car and Driver americana, o modelo chegará ao mercado em 2018, mas será muito mais um BMW que um Toyota, visto que boa parte de seus componentes mecânicos, com o chassi e o motor, virão da fábrica bávara.

Caso isso se confirme, o modelo seguirá os moldes do desenvolvimento do GT86, que foi quase totalmente feito por uma empresa parceira, nesse caso a Subaru — a Toyota entrou com o investimento financeiro e a Subaru com o know-how técnico. Um dos motivos para as entranhas germânicas no próximo Supra, é que a Toyota não tem um bom seis-em-linha nem um chassi esportivo para o modelo. Em troca da esportividade, a BMW levará a experiência da Toyota com a tecnologia híbrida.

Quanto ao visual do modelo, o FT-1 está aí somente para fins ilustrativos, já que o mundo inteiro o considera o futuro Supra. Apesar das apostas, o FT-1 já não parece tão avançado quanto no começo de 2014 e provavelmente será um tanto datado em 2018. Por isso é bem provável que o futuro Supra tenha um visual bastante diferente deste.

 

Versão de rua do Mercedes-AMG GT3 é flagrada em testes

1759062495676092763

Depois de ser apresentado em sua versão de pista no Salão de Genebra, há exatamente um mês, o Mercedes-AMG GT3 foi flagrado em testes em uma versão de rua. As fotos são dos caras do World Car Fans, e mostram um AMG GT com carroceria mais aerodinâmica. Segundo o site, o modelo não se trata do Black Series, uma vez que o CEO da AMG, Tobias Moers, já havia dito que o modelo topo-de-linha não será lançado em um futuro próximo, e sim mais perto do “fim do ciclo” do modelo.

1088184950807374760

305852093570072508 1088184950807374760

A versão de rua do AMG GT3, contudo, deverá ganhar outro nome e certamente tem um concorrente na mira: o Porsche 911 GT3. Para encarar o vizinho, o AMG GT3 continuará com seu V8 biturbo de quatro litros, mas a potência será significativamente maior e o carro será pouco mais leve que o AMG GT S de 510 cv e 1.570 kg. Além disso, o tempo de aceleração do GT S, 3,8 segundos de zero a 100 km/h, deve ser diminuído em 0,2 segundos. O modelo deve entrar em produção no próximo ano.

 

Modelos V12 da Ferrari serão todos híbridos no futuro

laferrari-vs-p1

Com o lançamento da 488 GTB, a Ferrari parecia ter tomado um caminho sem volta em direção a um futuro turbocomprimido. Mas eles continuarão fiéis às suas tradições mantendo os motores V12 aspirados. Eles só terão uma pequena ajuda da eletricidade para continuar evoluindo.

A afirmação vem dos britânicos da Autocar, e segundo uma fonte da revista ligada à Ferrari todos os V12 receberão a ajuda de um motor elétrico em vez de um turbocompressor. A ideia por trás do sistema é sempre a mesma destes últimos 10 anos: reduzir emissões, melhorar o consumo e evoluir o desempenho.

No final do ano passado, o gerente de powertrains da Ferrari, Vittorio Dini, já havia afirmado que o motivo da adoção de sistemas elétricos nos V12 é que eles necessitariam quatro turbos, o que resultaria em produção excessiva de calor além de um conjunto grande demais. A FF e a F12berlinetta podem ser redesenhadas para receber os sistemas híbridos até 2017.

 

Quando “Velozes e Furiosos” encontra “De Volta Para o Futuro”

Uma das melhores pegadinhas de primeiro de abril — e que acabou ficando de fora da nossa lista — foi o trailer do mashup “Fast to the Future”, um filme que mistura “Velozes e Furiosos” com “De Volta Para o Futuro” e usa um DeLorean movido a Diesel. Vin Diesel.

Os responsáveis pela edição foram os caras do IGN, que usaram imagens do 1985 alternativo de “De Volta para o Futuro 2” com a Tóquio de “Velozes e Furiosos 3” para fazer Vin Diesel driftar uma máquina do tempo em frente ao Pleasure Paradise de Hill Valley, antes de desaparecer em um rastro de fogo a 88 milhas por hora. Caramba. O que a Universal está esperando para ganhar rios de dinheiro com um mashup desse de verdade?

Matérias relacionadas

Ferrari F12 GTO flagrada em testes, Renault Sandero RS estreia em setembro, multa mais cara por invasão de faixa de ônibus e mais!

Leonardo Contesini

Dos aviões de caça para os automóveis: a evolução do head-up display (HUD)

Dalmo Hernandes

Corvette ZR1 de zero a 100 km/h em 2,8 segundos, Pirelli lança pneu exclusivo para a Ferrari 250 GTO, Gol e Voyage terão cara nova e câmbio automático de seis marchas e mais!

Leonardo Contesini