A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Uma chegada com 0,000 s de diferença, Renault Kwid zera crash test, Museu da Ferrari na internet e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

A chegada mais apertada da história?

Há alguns meses reunimos em um post as chegadas mais apertadas da história, incluindo os incríveis 11 centésimos de segundo de diferença entre Denny Hamlin, vencedor das 500 Milhas de Daytona deste ano e Martin Truex, o segundo colocado. Mas agora uma prova da NHRA entre Doug Kalitta e J.R. Todd, ambos da Kalitta Racing, no Atlanta Dragway terminou com uma diferença ainda mais impressionante: 0,000 s.

Sim, isso é virtualmente zero, mas houve uma ínfima diferença entre os dois corredores. Segundo o site dragzine.com, apesar de o computador somente exibir resultados de quatro dígitos, ele calcula diferenças ainda menores, possibilitando definir o vencedor da prova nos décimos de milésimos. Nesse caso, Doug Kalitta levou a prova segundo a medição não exibida do sistema, o que significa uma margem de, pelo menos, 0,0009 segundo. A chegada é oficialmente a mais apertada da história da NHRA.

 

Renault Kwid zera crash test na Índia

O futuro nacional Renault Kwid foi submetido à nova rodada de testes do Global NCAP na Índia. O resultado? É melhor que ele seja bem reforçado em sua naturalização brasileira, porque ele simplesmente zerou o teste, terminando sem nenhuma estrela mesmo na versão com airbags.

O teste, que consiste em um impacto a 64 km/h, revelou que o Kwid indiano tem estrutura instável e proteção para cabeça e tórax regular na versão com airbag e fraca na versão sem airbags. Além disso, os joelhos podem sofrer impacto contra a estrutura do painel. No banco de trás a segurança é ligeiramente melhor, e conseguiu duas de cinco estrelas no teste.

A Renault já confirmou que irá implementar melhorias de segurança no Kwid indiano. Já o Kwid brasileiro, com a popularização dos testes do Latin NCAP e o bom desempenho de seus concorrentes, deverá receber reforços estruturais para obter um melhor desempenho nos testes de impacto, além do airbag duplo e ABS obrigatórios por aqui.

 

Museu da Ferrari agora pode ser visitado pelo Google Street View

Continuando sua missão de tornar as viagens obsoletas, o Google agora adiciona mais um museu automotivo ao seu Street View: depois de Abarth, Lamborghini, Honda, McLaren, Porsche, Toyota, Pagani e Mazda (veja todos eles neste post), agora é a vez do museu da Ferrari.

Obviamente o tour não substitui a experiência de estar lá e ver de perto a coleção do museu, mas para quem está distante do sonho é melhor do que nada. Você pode caminhar pela história da marca e da Scuderia usando os comandos padrão do Street View e ver imagens em alta resolução compartilhadas por visitantes do museu. O inconveniente, claro, é que não podemos ver as exposições temporárias, afinal o Google não mantém atualização permanente do acervo.

 

Próximo Nissan GT-R deverá ser mesmo híbrido

2017-Nissan-GT-R-FL-11

Bem, não é preciso pensar muito para perceber que a próxima geração do Nissan GT-R será realmente híbrida. O modelo se tornou sinônimo da tecnologia a favor do desempenho acessível e até mesmo a Fórmula 1 já mostrou que o futuro da alta performance são os motores híbridos. Além disso, a nova geração deve aparecer somente em 2020, então, sinceramente responda: você acha que um GT-R lançado daqui a quatro anos não terá nenhum motorzinho elétrico para ajudar no desempenho?

Se sua resposta for não, talvez essa informação deixe as coisas mais claras: o chefe de criação da Nissan, Shiro Nakamura, disse ao site Automotive News que a marca está trabalhando em uma forma de fazer um GT-R mais eficiente no consumo de combustível, pois a Nissan quer um novo GT-R mais rápido e mais econômico. “A eletrificação é quase inevitável para qualquer carro. Se o GT-R tiver alguma eletrificação, ninguém ficará surpreso quando acontecer”, disse o executivo durante a entrevista.

nissan-concept-2020-vision-gran-turismo-2015_3

É provável que a Nissan adote um motor elétrico para compensar o lag dos turbos ou até um sistema de tração integral com motores elétricos na dianteira. Além disso, Nakamura também disse que o próximo GT-R será diferente do modelo atual. “Acho que podemos ter melhores proporções — o comprimento, a altura. Tudo que mudarmos no carro irá colaborar para melhorar o desempenho”.

 

BMW 228i será substituído por 230i

bmw-228i-to-get-track-handling-package-80002-7

A BMW parece estar readequando sua nomenclatura. Depois de atualizar os modelos M135i e M235i com mais potência e os novos nomes M140i e M240i, agora é a vez do 228i, que será atualizado com 7 cv e ganhará o nome 230i.

O novo motor é o B48 2.0 turbo, já usado pelo 330i, que produz 252 cv  e 35,6 mkgf, e pode ser combinado ao câmbio manual de seis marchas ou automático de oito marchas. Com a mudança, o 230i vai de zero a 100 km/h em 5,8 segundos e chega aos 250 km/h. O modelo começa a ser vendido em julho na Europa, e será exatamente igual ao 228i, exceto pelo motor e pelo emblema na traseira.

Matérias relacionadas

Quando limites de velocidade mais baixos resultam em mais acidentes fatais

Leonardo Contesini

Toyota Yaris terá motor 1.3 do Etios, Ford revela nova imagem do Shelby GT500, Tesla acusada de “enganar e iludir” com Autopilot e mais!

Leonardo Contesini

Tema da Vitória: os 35 anos da música que celebrava as conquistas brasileiras na Fórmula 1

Dalmo Hernandes