Edição diária: 20/06/2019
FlatOut!
Image default
Carros Antigos Projetos Gringos

Variant Porsche? Quase isto: essa perua Volks esconde um motor flat-6 do 911

Embora os Volkswagen a ar sejam muito populares no Brasil e tenhamos até alguns modelos “exclusivos”, como a Brasilia e o SP2 (que os gringos adoram), o oposto também é verdade: há vários VW “a ar” que não foram vendidos no Brasil. Um exemplo é o VW Typ 4, carro grande que era oferecido em versões sedã fastback e perua, com duas ou quatro portas.

Se você já teve um Fusca (ou qualquer outro Volks a ar, na verdade) e nunca imaginou como seria se ele fosse equipado com um motor Porsche, certamente algo aí dentro está morto. Já vimos alguns exemplos, de Karmann Ghia a Kombi, aqui mesmo no FlatOut, e agora vamos trazer mais um: este VW 412 equipado com um flat-6 de 3,2 litros biturbo e customizado de forma bem interessante.

variant-porsche (4)

O VW Typ 4 foi vendido entre 1968 e 1974, sendo que há duas fases distintas. Os carros conhecidos como VW 411 usavam um quatro-cilindros de 1,7 litro e cerca de 80 cv. A partir de 1972, o motor passou a deslocar 1,8 litro e entregar 85 cv e o carro foi rebatizado como VW 412. A maior mudança, no entanto, foi estética: a frente inclinada com faróis duplos deu outra cara ao Typ 4, e acabou inspirando os designers da VW do Brasil ao projetar a Brasilia, a Variant (I e II) e o TL adaptados para o mercado brasileiro.

O dono do carro é um petrolhead norueguês chamado Hans Olav Strand, que até criou uma página no Facebook para o projeto. Lá, ele conta que sempre quis ter um VW 412 com motor Porsche — desde que viu um projeto assim quando era criança. Hoje, décadas depois, o chamado “VW-Porsche 612 RS” (belo nome, não?) está quase pronto.

variant-porsche (13)

É difícil saber ao certo exatamente de qual versão do 911 veio o boxer de 3,2 litros. Considerando que se trata de um motor a ar, acreditamos que venha de um Carrera 3.2, vendido entre 1984 e 1989, com potência entre 207 e 231 cv originais. Com os turbocompressores, imaginamos que agora o carro tenha pelo menos 300 cv. O câmbio manual de cinco marchas vem de um Porsche 911 Turbo de primeira geração.

variant-porsche (14)

 

O caso é que Hans encontrou este carro já equipado com motor e câmbio de Porsche 911, pois um amigo seu estava levando um projeto parecido a cabo mas desistiu no meio do caminho. Os outros componentes mecânicos foram sendo comprados aos poucos — na maioria das vezes, vindos dos Nine-Eleven contemporâneos ao ano de fabricação do 412, a fim de reduzir problemas de compatibilidade.

Os freios a disco e os componentes da suspensão (McPherson nos quatro cantos, a mais moderna entre os Volks a ar) também vieram, claro, do Porsche 911. O ronco produzido pelo flat-6 é inconfundível, e nos deixa curiosíssimos para acelerar.

variant-porsche (11)

De qualquer forma, a mecânica é só uma parte do projeto. Hans nunca quis um sleeper — sua ideia, na verdade, era dar forma àquilo que aconteceria caso a VW tivesse decidido criar uma versão Porsche do VW 412, incluindo emblemas e elementos estéticos. Assim, ele deu um jeito de adaptar os para-choques do Porsche 930 Turbo e alargou os para-lamas. Praticamente a avó do RS2.

variant-porsche (9) variant-porsche (10)

Assim, as rodas RUF de 17×9 e 17×10 polegadas couberam sem maiores problemas, e ainda conferiram ao carro o visual tradicional dos Volks a ar preparados alemães — o famoso “german look” que fez tanto sucesso no Brasil nos últimos cinco anos.

variant-porsche (7) variant-porsche (2)

O interior ainda não está totalmente montado, mas já tem o painel de Porsche 911 (que, aparentemente, coube sem maiores adaptações) e bancos vindos de um 911 da geração 996 (a primeira com motor arrefecido a água).

variant-porsche (12)

Além do visual mais esportivo, o lado de dentro do carro terá alguns recursos modernos — de acordo com Hans, a inspiração são os Porsche 911 reconstruídos da Singer Vehicle Design. Sendo assim, em breve o VW-Porsche 612 RS ganhará vidros e travas elétricos, bancos ajustáveis, ar-condicionado e nova iluminação, com LEDs.

variant-porsche (3)

É o tipo de projeto que inspira, não é mesmo? No Brasil, há uma boa variedade de modelos da Volks que podem ser customizados e preparados de forma semelhante, ainda que um motor de Porsche 911 não seja tão fácil de encontrar quanto é na Europa. Que tal uma Variant II?

Matérias relacionadas

Quando Elvis Presley comprou um De Tomaso Pantera — e atirou nele

Dalmo Hernandes

Encontro de antigos marca novo endereço da Universo Marx, em São Paulo

Juliano Barata

Este onboard mostra que o circuito de Isle of Man é simplesmente insano

Dalmo Hernandes