A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos Zero a 300

À venda: Audi A6 Allroad quattro com motor V6 biturbo de 315 cv e tração integral

Costuma-se dizer (nós mesmos já dissemos) que em 1992 a Audi inventou as super peruas ao colaborar com a Porsche para criar a RS2 Avant, perua esportiva com um cinco-cilindros turbo de 2,2 litros e 315 cv que deu origem a uma linhagem que dura até hoje. Contudo, em 1999 rolou um spin-off: foi lançada a A6 Allroad, versão com suspensão elevada e caracterização “aventureira” – além, é claro, do sistema quattro de tração integral. E é justamente uma A6 Allroad de primeira geração nosso Achado meio Perdido de hoje, anunciado no GT40.

A primeira geração do A6 Allroad é baseada na segunda geração do A6 no geral, lançada em 1997. O chamado Audi A6 C5 pode ser encarado como um dos pioneiros do downsizing na virada dos anos 90. Entre suas versões básicas, o modelo com motor 1.8 turbo era mais potente, mais rápido e mais econômico que o equipado com motor 2.0 naturalmente aspirado – o 1.8 turbo tinha 150 cv e chegava aos 100 km/h em 9,4 segundos, enquanto o 2.0 tinha 131 cv e precisava de 10,5 segundos para ir de zero a 100 km/h.

IMG_6319

No caso da versão Allroad, porém, o downsizing não tinha vez. A perua definida pela Audi como “semi-offroad” tinha, na ocasião do lançamento em 1999, um V6 biturbo de 2,7 litros com 250 cv e 35,7 mkgf de torque, suficientes para ir de zero a 100 km/h em 6,8 segundos, com máxima próxima dos 250 km/h. Havia também uma versão com motor turbodiesel de 2,5 litros e 177 cv. O sistema de suspensão com controle eletrônico de altura do solo permitia que o carro ficasse tão baixo quanto um A6 “comum”, entregando desempenho semelhante no asfalto. O chamariz, contudo, era a altura livre de 208 mm em relação ao solo com a suspensão totalmente levantada. Em conjunto do sistema de tração integral com três diferenciais e reduzida, o sistema permitia que o A6 A6 Allroad completasse o percurso de testes da Land Rover, sendo o único automóvel de passeio capaz de fazê-l0 na época.

img_234368_4_1c5c3df4-8f8a-4937-aa3b-234c3751c179 img_234372_4_1c5c3df4-8f8a-4937-aa3b-234c3751c179

O exemplar anunciado no GT40 é um A6 Allroad 2001, modelo 2002. O carro é equipado com o V6 biturbo de 2,7 litros, porém com remapeamento na ECU. De acordo com o proprietário Eric Sartori, de São Paulo/SP, a potência estimada após o remap é de cerca de 315 cv.

Ele conta que o carro também recebeu um novo módulo de gerenciamento da suspensão a ar. O A6 Allroad de primeira geração é conhecido por ter problemas nos ajuste eletrônico de altura da suspensão, que originalmente é dividido entre os eixos e é um sistema antigo. O novo sistema de gerenciamento instalado no carro controla todas as rodas de forma independente e é muito mais preciso e confiável que o original. O carro também recebeu um sistema de escape menos restritivo do meio até o final.

img_234380_4_1c5c3df4-8f8a-4937-aa3b-234c3751c179 IMG_5452 IMG_5453

Eric comenta que sua Allroad tem a pintura e todos os acabamentos completamente originais, do lado de fora e do lado de dentro. Há algumas marcas do tempo, mas o dono optou manter a pintura de fábrica sem retoques. O mesmo vale para o lado de dentro do carro, que tem uma aparência muito boa. Segundo Eric o hodômetro marca cerca de 84.000 km e jamais sofreu qualquer tipo de acidente em seus 17 anos de vida. Ele também diz que o câmbio está funcionando perfeitamente, sem quaisquer anomalias.

IMG_5463

O carro calçado com as rodas originais

O carro não vai com as rodas de 19 polegadas do Bentley Continental GT, e sim com as rodas originais de 17 polegadas – que, Eric já avisa, vão precisar de novos pneus. Além disso, é preciso trocar as juntas das tampas de válvula dos dois cabeçotes. O proprietário diz que o par custa cerca de R$ 350.

IMG_6319

Trata-se de uma perua potente, bem equipada – entre os itens há ar-condicionado, direção hidráulica, controles eletrônicos de estabilidade e tração, bancos ajustáveis  computador de bordo. Além disso, é um carro bastante exótico e, ao mesmo tempo, competente em sua proposta.

Se você ficou interessado, pode clicar aqui para acessar o anúncio e pegar os contatos do dono.

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!

Matérias relacionadas

Este Fiat Tempra duas portas muito bem conservado pode ser seu por menos de R$ 9 mil

Dalmo Hernandes

Este Chevrolet Opala “SS4” muito inteiro está à venda

Dalmo Hernandes

Citroën lança edição especial de 100 anos no Brasil, fim das aulas para “cinquentinhas”, novo Aston se chamará Valhalla e mais!

error: Direitos autorais reservados