À venda: um raro, bem conservado e original Chevrolet Chevette Château 1979

Dalmo Hernandes 19 junho, 2018 0
À venda: um raro, bem conservado e original Chevrolet Chevette Château 1979

A indústria automobilística brasileira tem uma pequena preciosidade chamada Chevrolet Chevette: um carro leve, bonito e de tração traseira que foi vendido por muito tempo e por conta disto também é barato de comprar e de manter. E isto vale até mesmo para versões mais raras e colecionáveis, como mostra nosso Achado meio Perdido de hoje, anunciado no GT40: um Chevrolet Chevette SL com interior Château, opcional oferecido pela GM do Brasil para alguns de seus modelos nos anos 70 e 80.

O Chevette foi a aposta da Chevrolet para encarar o sucesso do VW Fusca no Brasil, oferecendo um pacote bem mais moderno e alinhado com o resto do mundo. Aliás, mais do que isto: o Chevette foi lançado no Brasil em março de 1973, seis meses antes de seu equivalente europeu, o Opel Kadett de terceira geração. Os dois carros eram idênticos por fora e por dentro no início, mas seguiram caminhos diferentes no Brasil e na Europa em termos de estética: enquanto o Kadett europeu passou por uma leve reestilização em 1977, o Chevette brasileiro passou por uma remodelagem mais profunda no ano seguinte, adquirindo uma identidade visual inspirada nos Pontiac norte-americanos, com dianteira inclinada e grade bipartida. Se a primeira fase ficou conhecida como “Tubarão”, o Chevette brasileiro fabricado a partir de 1978 era o “bicudo”. Em 1983 foi a vez do “Monzinha”, que foi apelidado assim por sua semelhança com o  Monza.

WhatsApp Image 2018-06-18 at 20.23.35

O Chevette anunciado no GT40 é um 1979, ou seja, pertence à segunda fase. Note os para-choques de desenho simples e os faróis redondos: foi o último ano do Chevette com ambos, pois em 1980 os para-choques ficaram maiores e ganharam uma faixa central preta, enquanto as lanternas traseiras cresceram e se tornaram envolventes. Já em 1981 os faróis circulares deram lugar a peças maiores e quadradas, acompanhando o formato das molduras.

WhatsApp Image 2018-06-18 at 20.23.35 (1)

Mas o que realmente o torna especial é a combinação de cores: carroceria branca e interior vinho, chamado pela Chevrolet de “Château”. O acabamento opcional foi apresentado na linha em 1977 e, de início, estava disponível para o Opala De Luxo e para o Comodoro, além da Caravan – em ambos os casos, a carroceria também era vinho. A partir de 1979 o interior Château passou a ser oferecido também para o Chevette, e deixava de ser atrelado à carroceria vinho, o que também valia para o Opala.

WhatsApp Image 2018-06-18 at 20.27.59WhatsApp Image 2018-06-18 at 20.23.37

É por isso que nosso Achado meio Perdido de hoje não é monocromático (isto é, com carroceria e interior na mesma paleta de cores): a carroceria é branca, o interior é Château. O carro pertence a Victor, de Salvador/BA, e é extremamente original segundo seu proprietário.

WhatsApp Image 2018-06-18 at 20.24.22

O carro é equipado com o mesmo motor 1.4 usado pelas outras versões, movido a gasolina e capaz de entregar 69 cv, acoplado a uma caixa manual de quatro marchas. Victor comenta que as manutenções recentes incluíram a troca do óleo e dos filtros, do platinado da ignição e da válvula termostática, além da instalação de um carburador Solex de corpo simples novo e original. Além disso, bandejas e braços da suspensão também foram trocados.

O proprietário comenta que o carro jamais foi restaurado e que o interior é todo original, incluindo todas as peças de acabamento na cor vinho, revestimento imitando madeira no painel e toca-fitas de época. Há algumas marcas de desgaste natural, mas no geral o estado de conservação parece muito bom. O mesmo vale para o lado de fora, que segundo Victor precisa de um trato na pintura e pequenos reparos na lataria, mas o carro é estruturalmente íntegro e está bastante apresentável. Para-choques, faróis, lanternas, frisos e todos os vidros são originais de fábrica, assim como as rodas.

WhatsApp Image 2018-06-18 at 20.21.34 WhatsApp Image 2018-06-18 at 20.21.34 (1) img_203428_4_247db57b-8340-4a61-b8f0-6dfd84533c31

Victor diz que o carro não é usado diariamente, saindo de casa apenas aos fins de semana e para eventos de carros antigos. Quando não está rodando, o carro fica guardado em uma garagem coberta, com capa protetora. Ele também diz que o carro está apto à placa preta, e que pode ser enviado para qualquer lugar do País.

WhatsApp Image 2018-06-18 at 20.27.58 WhatsApp Image 2018-06-18 at 20.27.58 (1) WhatsApp Image 2018-06-18 at 20.23.36 (1)

Trata-se de um Chevette raro e original que merece ser mantido assim. E o preço está convidativo considerando a raridade e as boas condições do interior Château.

Se você ficou interessado, já sabe o que fazer: é só clicar aqui, acessar o anúncio e pegar os contatos do proprietário.

inbanner-fim-post


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! no qual selecionamos e comentamos anúncios do GT40.com.br de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios nem pelas negociações decorrentes – todos os detalhes devem ser apurados atenciosamente com o anunciante!