A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos Sessão da manhã

Ver um Porsche 934 1977 de 600 cv ultrapassar todo mundo em Laguna Seca é absurdamente épico

O Monterey Motorsports Reunion aconteceu eu agosto, mas até agora está dando pano para a manga. Isto porque a épica celebração aos automóveis clássicos, tanto de rua quanto de competição, é tão cheia de coisas acontecendo que não dá para ver tudo na hora.

Este vídeo, por exemplo, é uma verdadeira preciosidade e nós só o vimos agora: um festival de ultrapassagens promovido por Leh Keen, piloto de endurance que, em 2012, foi campeão da American Le Mans Series, em um Porsche 930 — a famosa versão de competição do 911 Turbo que teve cerca de 400 unidades fabricadas em 1976 e 1977. É um clássico absoluto, e Leh faz muito bom uso dele no famoso circuito de Laguna Seca, aquele mesmo que você conhece como a palma da sua mão graças a Gran TurismoForza e simuladores em geral.

Normalmente a gente faz alguns comentários antes do vídeo, mas desta vez vamos deixá-los para depois dele.

Cara, o que foi isto? A verdade é que não havia como este vídeo não ser épico: mesmo que Keen não fosse um grande piloto, a variedade de carros de corridas das antigas juntos no mesmo pedaço de asfalto é de encher os olhos — o Porsche de Keen divide espaço com alguns exemplares do icônico BMW 3.0 CSL dos anos 70 e alguns M1 de competição (incluindo um belíssimo exemplar com as cores Motorsport), além de um punhado de Datsun 240Z, Corvette e até um singelo Porsche 914 perdido ali no meio.

O festival de ultrapassagens começa logo que Keen larga com o carro — de cara, ele ultrapassa nada menos que onze carros (repare no impulso que ele toma para ultrapassar dois carros antes do famoso Corkscrew). No entanto, um problema com a embreagem o força a dar uma passada antecipada nos boxes.

11881805_598433176955034_1554482747_n

O Porsche 934.5 nº 28 de Leh Keen

De acordo com o Racer.com, que soltou o vídeo como parte de sua série Visor Cam (que coloca câmeras nos capacetes dos pilotos para que a gente possa ver exatamente o que eles viram), o problema foi resolvido com rapidez exemplar pela equipe de Keen. Ao voltar para a pista, o que ele fez? Voltou a ultrapassar quase todos carros de antes, que acabaram roubando sua posição com a parada. Mais nove ultrapassagens em seguida.

Claro, falando assim parece pouco. Mas assista ao vídeo se ainda não o fez, e você vai entender que estamos falando do mundo real. Em Gran Turismo você tinha duas voltas para ultrapassar seis ou sete caras, e você fazia o tempo todo — sentado no seu sofá, com um carro todo fuçado (e, pode admitir, mais potente que o dos rivais na maioria das vezes), e não com um carro de corrida de verdade em uma pista de verdade.

934 (2)

Foto: Travis Cuykendall

E não estamos falando de qualquer carro, não. O Porsche em questão é uma versão ainda mais especial do 934, um raro 934.5. Ele é meio que o perdido entre o Porsche 934 do Grupo 4 e o Porsche 935 do Grupo 5  — este, famoso por seu bico em formato de cunha (o tal slant nose) e pelo body kit que alargava e alongava drasticamente a traseira, rendendo a ele o apelido de Moby Dick. Ambos correram nas 24 Horas de Le Mans nos anos 1970 (o 935 até venceu em 1979) mas, paralelamente, a Porsche desenvolveu o 934.5 para as corridas de longa duração americanas.

Outro Porsche 934.5, desta vez em Spa-Francorchamps

Ele era chamado de 934.5 porque era um “híbrido”: um Porsche 934 com os para-lamas traseiros e os elementos aerodinâmicos do Porsche 935 — tudo movido por um flat-six de três litros com turbo KKK e 600 cv. Nem precisamos dizer que foi uma combinação avassaladora. Tanto que, depois de sua primeira corrida pela IMSA, o 934.5 foi banido pela organização.

934 (4)

Você acha que a Porsche abaixou a cabeça? No, sir! Eles foram de mala e cuia para a SCCA, que organizava a Trans-Am. Das oito corridas disputadas na Trans-Am em 1977, o 934.5 só não venceu duas, ficando com o título naquele ano.

Sendo assim, nada mais justo que colocar Leh Keen ao volante de um dos dez exemplares do 934.5 que existem, não é? O cara tem as manhas — em 2013, com um Porsche 911 GT3 R, Leh deu um espetáculo noturno debaixo de chuva durante as 24 Horas de Nürburgring. Para seres humanos normais, fica a pergunta: como ele conseguiu controlar o carro naquelas condições?

Matérias relacionadas

Este cara chegou a 200 km/h de patins agarrado a um Dodge Challenger SRT8

Dalmo Hernandes

Este Porsche 911 era o carro dos sonhos de alguém — e se tornou um pesadelo (Update: ele conseguiu!)

Dalmo Hernandes

Como os fabricantes de carros ajudaram a profissionalizar o futebol no Japão

Leonardo Contesini
error: Direitos autorais reservados