A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Você não vai achar um BMW M3 E36 tão novo quanto este à venda no Brasil

Ter um BMW dos anos 1990 e 2000 não mais tão difícil há algum tempo — modelos como Série 3 E36/E46 e o Série 5 E39 têm versões bem acessíveis que podem não ser exatamente esportivas, mas já oferecem tração traseira e, com sorte, um motor de seis cilindros suave e sonoro. Mas e se você quiser comprar seu primeiro BMW M? O M3 E36 certamente é a porta de entrada.

Tanto que a gente até já fez um guia de compra dedicado exclusivamente a ele. Saber o que procurar, portanto, é fácil — a coisa complica mesmo na hora de encontrar um bom exemplar, como o nosso Achado meio Perdido de hoje.

m3-e36 (2)

Como comentamos no guia de compras, o BMW M3 chegou ao Brasil pouco depois do seu lançamento, em 1993. Na época as importações independentes já eram bem comuns, e por isso dá para encontrar modelos de especificação americana e europeia dividindo o mercado de usados. O exemplar em questão, que pertence ao nosso colega Rodrigo Pulita, é um M3 americano, fabricado em 1995.

m3-e36 (19)

Se você andou fazendo a lição de casa (o que é bem provável, já que você está lendo o FlatOut), sabe que o modelo europeu, com motor de 286 cv e 32,5 mkgf e capacidade para chegar aos 100 km/h em 5,4 segundos, com máxima de 250 km/h, é o mais cobiçado. O modelo americano foi submetido às leis de emissões de poluentes dos EUA, que reduziram a potência para 243 cv e o torque para 31 mkgf — por isso, seu desempenho sofreu um pouco: o 0-100 km/h é cumprido em 5,6 segundos e a velocidade máxima é de 220 km/h. No mundo real, contudo, isto não faz tanta diferença.

De qualquer forma, estamos falando de um carro bonito, muito bem acertado dinamicamente e, considerando que é um esportivo de alto padrão com mais de duas décadas de vida, bastante robusto. O problema é que os exemplares originais e pouco rodados estão desaparecendo rápido — o que torna este carro, com 71 mil km rodados, ainda mais interessante.

m3-e36 (5)

 m3-e36 (3)

Rodrigo conta que já tentava comprar este M3, que pertencia a um amigo, há bastante tempo, mas só há cerca de dois anos conseguiu convencê-lo. O carro já estava bastante íntegro, mas de lá para cá passou por uma revisão caprichada, que incluiu manutenção mecânica preventiva e a substituição de diversos componentes que já estavam desgastados pelo tempo, como faróis dianteiros, volante e manopla do câmbio — sempre utilizando peças originais.

m3-e36 (14)

Entre as modificações, a suspensão recebeu molas e amortecedores do BMW M3 Evolution E36, ficando mais baixa e firme. O motor recebeu um filtro K&N, e foram instaladas barras anti-torção na dianteira e na traseira. As rodas, que são originais, foram restauradas e calçadas com um jogo de pneus novos, nas medidas de fábrica (225/45 na dianteira e 245/40 na traseira). O carro também recebeu um escape com ponteira em inox novo e original, e um jogo de discos de freio Brembo.

m3-e36 (16)

 

Em termos gerais, trata-se de um M3 E36 muito novo e bem cuidado, do tipo que dificilmente se vê hoje em dia, e ainda tem alguns upgrades simples e eficientes — que cobra seu preço por isso, claro: em média, o M3 E36 americano custa R$ 60 mil, enquanto Rodrigo quer R$ 72 mil pelo seu. Dito isso, não podemos esquecer que, caso você compre um esportivo como este que esteja precisando de cuidados, não é difícil gastar coisa de R$ 10-15 mil em manutenção corretiva — só um jogo de pneus de índice de velocidade W (até 270 km/h) já pode lhe custar quase R$ 8.000.

m3-e36 (12)

Se você procura um M3 E36 original e conservado, e não quer ter dor de cabeça, esta pode ser uma opção interessante. O carro está anunciado no site Carros na Serra, mas você também pode entrar em contato com Rodrigo pelo celular (54) 8116-6280, ou pelo email [email protected].


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! na qual selecionamos e comentamos anúncios de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de publieditorial, tampouco de uma reportagem aprofundada. Não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios – todos os detalhes devem ser apurados com o anunciante.

Matérias relacionadas

Mercedes-Benz SL500: este roadster com motor V8 de 326 cv quer um novo dono

Dalmo Hernandes

V8 biturbo de 850 cv e tração traseira: o Subaru WRX SW Rocket está à venda!

Dalmo Hernandes

Mustang Boss 302 Laguna Seca: encontramos uma das 1.500 unidades produzidas à venda no Brasil

Gustavo Henrique Ruffo