A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Projetos Gringos

Você nunca viu um Cobra tão brutal quanto este da Weineck e seu V8 de 12,8 litros

Olha, galera… eu não queria soltar um dos maiores clichês do universo logo nos primeiros dias do Flatout, mas nesse caso é inevitável. Shelby dizia algo sobre não haver nada melhor do que aumentar o deslocamento dos motores para melhorar o desempenho, e sua criação mais famosa é a materialização desse conceito que permanece vivo até hoje. Então pense por um instante e responda: o que você acha que acontece quando um grupo de alemães coloca as mãos em um Cobra e decide melhorá-lo ainda mais? 

O que acontece é sutil como uma blitzkrieg, suave como sauerkraut e embriagante como uma strong ale: o Weineck Cobra. Ele parece apenas um Cobra comum com um scoop para um compressor, mas você não poderia estar mais enganado pensando nisso. Na verdade, aquela protuberância toda serve para alimentar o monstro que vive sob o capô deste Cobra. Você está sentado? É melhor que esteja: o motor é um V8 de 12,8 litros que produz 1.110 cv e gira a 8.000 rpm. Santa borracha queimada!

Weineck-Cobra-004

Mesmo assim, os alemães da Weineck Engineering acharam que seria legal construir não apenas um, mas 15 desses Cobra em 2005 — o mesmo ano em que o Mamutti Veyron foi lançado. E por ter sido feito por alemães, ele não é apenas um super-hot-rod — com exceção das formas da carroceria, todo o conjunto mecânico e estrutural do carro foi construído do zero.

O motor V8 teve seu bloco usinado pelos americanos da Donovan Engineering (veja o vídeo abaixo), famosa por seus motores de arrancada, e usa cabeçotes, pistões, bielas e virabrequim forjados especialmente para ele pela Weineck. O chassi usa tubos de 4 polegadas unidos por solda MIG e a carroceria, apesar das formas clássicas, é feita de compósitos de carbono. O conjunto todo pesa 980 kg. É como se Carroll Shelby tivesse inventado seu Cobra no século 21.

Weineck-Cobra-008

Se você encontrar alguém capaz de extrair o máximo do Weineck Cobra sem transformar os pneus em fumaça, ele será capaz de chegar aos 100 km/h em 2,5 segundos e passará dos 300 km/h assim que você terminar de contar até 10.

Como não havia praticamente nada parecido com ele em 2005 (faz quase 10 anos!), todos os 15 exemplares foram vendidos assim que o modelo foi anunciado e agora para ter um você precisa encontrar os proprietários e tentar convencê-los a vender o Cobra mais radical do universo. Ou não.

Weineck-Cobra-002

Um deles será leiloado pela tradicional RM Auctions no próximo dia 5 de fevereiro (olha que legal, depois da Mega da Virada!) em Paris. O preço? Bem, já que você ainda está sentado, não farei rodeios: €545.000, ou R$ 1.770.000.  Parece caro, e é mesmo. Mas nenhum integrante do clube dos 1.000 cv custará menos que isso.  Também dá para usar toda essa grana para tentar fazer seu próprio projeto, mas você sabe: there’s no replacement for displacement. Se não fosse verdade, não seria um clichê.

Matérias relacionadas

Drift, arrancada e roncos de supercarros no Supercar Sound Festival de Ebisu, Japão

Dalmo Hernandes

Sim, este Lamborghini Countach emerge na sala de estar

Dalmo Hernandes

Toyota levará seus clássicos do WRC e de Le Mans ao Goodwood Festival of Speed 2014

Dalmo Hernandes