A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Volkswagen apresenta Polo e Virtus GTS, Maserati terá modelos elétricos em 3 anos, Ford e VW anunciam recalls e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

VW Polo e Virtus GTS chegam em 2020

Apresentados no Salão do Automóvel em novembro de 2018, Volkswagen Polo e Virtus GTS estavam previstos para meados de 2019. Contudo, com as mudanças recentes no calendário de lançamentos, a VW anunciou agora que a volta da icônica sigla ficará para o ano que vem.

Falando de forma mais específica, a Volkswagen preferiu focar sua estratégia no Golf GTE, que deve ser lançado em novembro. Será a primeira fase da substituição ao Golf GTI, recém-descontinuado. Polo e Virtus GTS poderão ser encarados como a segunda fase, certamente por um valor mais acessível, a fim de agradar quem está mais interessado no visual esportivo do que no desempenho em si.

O que não significa que eles serão fracos, claro. Embora ainda faltem informações oficiais, todos nós já sabemos a receita: tanto o hatch quanto o sedã terão visual praticamente igual ao do Polo GTI europeu na dianteira, aliado ao motor 1.4 turbo flex de 150 cv e 25,5 kgfm de torque usado em outros modelos da marca. O câmbio, a princípio, será apenas automático de seis marchas. Naturalmente, a suspensão também será redimensionada, incluindo uma barra estabilizadora mais grossa na dianteira e acerto mais firme. Os freios serão os mesmos das versões Highline.

Mais detalhes a respeito da dupla VW GTS, incluindo o preço, deverão ser revelados nas próximas semanas. (DH)

 

Volkswagen encerra produção do Golf GTI no Brasil

Bem… esta não é exatamente uma notícia surpreendente, mas a Volkswagen encerrou a produção do Golf GTI no Brasil. A confirmação veio, coincidentemente no mesmo dia em que a marca apresentou o Polo GTS e o Virtus GTS à imprensa. Embora a Volkswagen insista que ele será substituído pelo Golf GTE, que terá um lote importado no final deste ano, na prática, ele será substituído pelo Polo GTS no papel de esportivo de imagem da marca.

A mudança tem relação com o encolhimento do segmento dos hatches médios no Brasil, que já havia matado as versões comportadas do Golf, dando pistas de que o modelo não terá futuro por aqui. Agora, com o fim do Golf GTI, com a limitação do GTE — visto que ele é importado e a oitava geração já está no portão de saída das fábricas — e com a chegada da dupla GTS e do Jetta GLI, nos parece evidente que não há mais lugar para o Golf no Brasil.

Some a isso o novo SUV que a Volkswagen pretende colocar entre o T-Cross e o Tiguan e a possibilidade de oferecer um SUV acima do Tiguan — provavelmente o Atlas “cupê” — e sobra pouco espaço para um modelo como o Golf. Além disso um GTI Mk8 viria importado por um preço muito próximo de modelos premium, o que dificultaria a sobrevivência de um modelo como ele no Brasil. (LC)

 

Jetta e Tiguan recebem nota máxima nos testes do Latin NCAP

O Jetta e o Tiguan receberam a nota máxima do Latin NCAP nos testes mais recentes da organização. Os modelos são os mesmos vendidos no Brasil, fabricados no México.

O Jetta conseguiu 30,16 de 34 pontos possíveis na proteção para adultos e 44,98 de 49 na proteção para crianças. No teste de impacto frontal ele recebeu 14,16 pontos de 16 pontos, enquanto no teste de impacto lateral o sedã marcou 15 dos 16 pontos possíveis.

O Tiguan foi um pouco melhor na proteção para adultos (30,16 de 34) e sutilmente pior na proteção para crianças (44 de 49). No impacto frontal foram 14,94 pontos dos 16 possíveis e no impacto lateral ele chegou à pontuação máxima.

Além disso, eles também receberam um prêmio extra, concedido devido à proteção de pedestres devido ao sistema de frenagem autônoma de emergência. (LC)

 

Maserati confirma modelos elétricos e híbridos para 2022

A Maserati anunciou à imprensa nesta semana seus planos de realizar uma transição completa para modelos elétricos e híbridos até 2022, incluindo um esportivo e um SUV compacto elétricos, e alguns outros carros híbridos, como uma versão plug-in do sedã Ghibli. A fabricante italiana anda meio quieta nos últimos anos – seu último modelo totalmente novo, o SUV Levante, foi lançado em 2014.

Há poucos detalhes a respeito, por enquanto. O Ghibli híbrido deve chegar em 2020, a ser apresentado no Salão de Genebra. No mesmo estande será mostrado o novo esportivo, que deverá ser lançado até 2021, inicialmente com um conjunto híbrido – uma versão 100% elétrica está programada para 2022. Esta poderá ser equipada com o sistema de três motores previsto para o Alfieri, que foi cancelado recentemente. Embora deva aproveitar linhas do conceito Alfieri (foto), o carro deverá ter outro nome. Acredita-se que ele será vendido como cupê e conversível.

O SUV compacto, responsável pelas vendas de volume, ficará posicionado abaixo do Levante, e também está marcado para o início de 2020. A Maserati não descarta a possibilidade de que ele tenha uma versão esportiva Trofeo, equipada com o mesmo V6 biturbo de 510 cv do Alfa Romeo Stelvio. A Maserati deverá divulgar mais detalhes até o início de 2020. (DH)

 

Bollinger apresenta versão de pré-produção de SUV e picape elétricos

A startup Bollinger apresentou a versão beta de seus SUV e picape elétricos planejados para entrarem em produção em 2021. A primeira versão havia sido apresentada em 2017 no Salão de Nova York, essas versões que são chamadas de beta tiveram suas especificações técnicas reveladas e antecedem o modelo de produção.

O SUV B1 e a picape B2 têm design extremamente minimalista, usando apenas superfícies planas e ângulos retos, adequando a proposta de serem usados para trabalho e offroad pesado. Tanto a carroceria quanto o chassi são feitos de alumínio, para manter o peso baixo. O chassi dos utilitários é do tipo prancha, que reúne os motores elétricos e as baterias no assoalho, isso libera para que toda a carroceria seja aproveitada para o transporte de passageiros ou de carga.

O interior é tão minimalista quanto o exterior, os instrumentos são analógicos com estilo retrô, as funções principais como faróis e limpador de pára-brisa são comandadas por botões simples e a alavanca de câmbio fica na coluna de direção e é inspirada em carros americanos dos anos 60. Na dianteira há um porta-malas onde seria o cofre do motor com passagem para o habitáculo, permitindo o  transporte de objetos longos como canos. Na picape B2 também possui abertura da caçamba para a cabine, capacidade de carga dela é de 2.359 kg e a de reboque é de 3.402 kg.

O conjunto de baterias tem 120 kWh de capacidade, o que permite autonomia de mais de 300 km com uma carga. Os utilitários da Bollinger usam um motor elétrico em cada eixo, que em conjunto produzem 623 cv e 92,4 kgfm. A transmissão é de duas velocidades com reduzida e bloqueio de diferencial nos dois eixos. Graças a toda essa potência dos motores elétricos os utilitários fazem de zero a 96 km/h em 4,5 segundos, mas a velocidade máxima é limitada em 160 km/h.

Para cumprir a proposta de veículo offroad a dupla possui vão livre que varia entre 25 cm e 50 cm, o curso da suspensão é de 25 cm. A distribuição de peso é de 50% para cada eixo. A Bollinger diz que já recebeu 30.000 pedidos de consumidores interessados, a produção está marcada para começar em 2021. (ER)

 

Ford Fusion é convocado para recall de seletor de marchas

A Ford finalmente apresentou uma solução para as 4.660 unidades do Fusion envolvidas em um recall identificado em junho desse ano. Os carros apresentam deterioração de uma bucha do cabo seletor de marchas do câmbio automático, isso pode fazer o carro desengatar da posição Parking e se movimentar sozinho depois de estacionado.

A Ford está convocando os proprietários do Fusion para comparecer a uma concessionária para a troca dessa bucha. O recall precisa ser agendado pelo telefone 0800 703 3673 ou pelo site da Ford. Os modelos envolvidos são:

  • Fusion 2013 com numeração de chassis de DR100258 a DR313750
  • Fusion 2014 com numeração de chassis de chassis de ER152895 a ER369909
  • Fusion 2016 com numeração de chassis de chassis de chassis de GR204382 a GR405419

(ER)

 

Volkswagen convoca três modelos para recall nas molas traseiras

A Volkswagen está convocando 9.776 proprietários dos carros Tiguan Allspace, Jetta e Golf para substituição das molas da suspensão traseira. O fabricante identificou que as molas podem ter sido fabricadas com matéria prima que não atende às normas da empresa e há risco de quebra.

O serviço deve ser agendado pelo site da VW e dura por volta de uma hora e 15 minutos. Confira os veículos envolvidos:

  • Tiguan Allsapce modelo 2018 com numeração de chassis de chassis de JM180701 até JM223151
  • Golf modelo 2015 com numeração de chassis de chassis de FM069607 até FM081395
  • Jetta modelo 2018 com numeração de chassis de chassis de JM502410 até JM506377

(ER)

 

Matérias relacionadas

Project Cars #248: hora de ir às compras para o Volkswagen Corrado

Leonardo Contesini

De onde vêm as palavras motorista, piloto, dirigir e pilotar – e o que elas realmente significam?

Leonardo Contesini

O dicionário Inglês-Português de termos automobilísticos do FlatOut – Parte 3 de 3

Leonardo Contesini
error: Direitos autorais reservados