Volkswagen apresenta up! GTI, Renault Kwid em fotos oficiais, Shelby Super Snake 2017 ganha widebody e 760 cv e mais!

Leonardo Contesini 19 maio, 2017 0
Volkswagen apresenta up! GTI, Renault Kwid em fotos oficiais, Shelby Super Snake 2017 ganha widebody e 760 cv e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Volkswagen irá apresentar up! GTI em Wörthersee

vw-up-gti-02

Você lembra quando falamos do Volkswagen up! GTI em dezembro do ano passado? Se não lembra, a gente resume: trata-se de uma versão conceitual do modelo equipada com uma variação de 115 cv do motor 1.0 TSI, que homenageia o Golf GTI original dos anos 1970, que tinha peso, porte e potência semelhantes aos do up! GTI. Até mesmo os bancos de tecido xadrez estão presentes no conceito.

Pois bem, chegou a hora de apresentá-lo ao público antes de seu lançamento. O modelo será levado ao lago Wörthersee, na Áustria, onde acontece anualmente o maior evento de fãs e proprietários de modelos do Volkswagen Auto Group (VAG) do planeta. A ideia é óbvia: gerar interesse e avaliar a recepção do público antes de colocar o up! GTI em produção, algo que acontecerá no início de 2018.

vw-up-gti-01

Em comparação com o Golf GTI original, de 1974, o up! GTI é 18 kg mais pesado (998 kg vs. 810 kg), porém é 5 cv mais potente (115 cv vs. 110 cv). Apesar da relação peso/potência favorecer o Golf GTI, o motor turbo fala mais alto no tempo de aceleração, mérito da curva de torque mais plana do TSI: o up! chega aos 100 km/h em 8,8 segundos, enquanto o clássico precisava de meio segundo a mais.

 

Renault divulga primeiras imagens da versão de produção do Kwid

renault-kwid-3

Depois de lançar seus comerciais de  TV e uma tentativa frustrada de zoar seu principal concorrente, a Renault continua sua campanha de lançamento do novo Kwid, “o SUV dos compactos” segundo a própria fabricante, com uma nova galeria de imagens do modelo em sua versão de produção.

O modelo não traz grandes novidades em relação ao conceito apresentado em novembro passado no Salão do Automóvel — mesmo porque ele já está sendo produzido na Índia desde o final de 2015 praticamente com o mesmo visual que chegará ao Brasil. Comparado ao conceito, mudam apenas os elementos mais óbvios: os faróis auxiliares decorados do modelo de exposição foram substituídos por um conjunto mais simples, bem como os protetores de para-lamas. No interior os apliques de plástico brilhante deram lugar a peças mais simples e sóbrias.

O Kwid será baseado na plataforma CMF-A, a mesma usada pela versão vendida na Índia, contudo, devido ao fiasco do modelo nos testes de impacto naquele país, a Renault anunciou que o modelo nacional será reforçado e terá airbags laterais de série. A apresentação do modelo acontecerá no próximo dia 9 de junho no Salão de Buenos Aires, e deve começar a ser vendido no Brasil já no mês seguinte.

 

Shelby apresenta versão Super Snake do Mustang e da F-150

2017-Shelby-Super-Snake-4

O nome Super Snake sempre foi associado aos Mustang mais radicais e mais potentes de suas respectivas épocas. Apesar da potência bruta, contudo, eles sempre foram os reis das retas. Só que… desta vez a Shelby promete fazer diferente, afinal, o novo Mustang já provou também ser um mestre das curvas.

2017-Shelby-Super-Snake-2

Batizado oficialmente “Widebody Concept”, nesta nova versão do Shelby Super Snake a preparadora americana decidiu mudar a receita de sempre, tornando o Mustang ainda mais competente nas mudanças de direção. Além do compressor de polia que ajuda o V8 5.0 a produzir 760 cv, a Shelby também instalou novos freios Brembo com pinças de quatro pistões nas quatro rodas, discos de 406 mm na dianteira e 355 mm na traseira. Além disso, o esportivo agora tem suspensão coilover ajustável, novos braços de controle inferiores, e bitolas aumentadas em 10 cm (sim: centímetros) na traseira e 6,3 cm na dianteira.

2017-Shelby-Super-Snake-3

A preparadora ainda não decidiu se irá produzi-lo em edição limitada ou se irá mantê-lo apenas como um conceito. Considerando tudo o que a Shelby já fez e o que outras preparadoras estão fazendo com o Mustang, é apenas umaquestão de tempo até que ele chegue às lojas.

2017-Shelby-F-150-Super-Snake-2

Enquanto isso não acontece, a Shelby irá vender a versão Super Snake da picape F-150, que bebe na mesma fonte que o Stang, porém com as típicas limitações de uma picape com suspensão apropriada para uso fora de estrada. O motor é o mesmo 5.0 V8 sobrealimentado por um compressor de polia. Com ajuda de uma admissão de alto desempenho, um novo corpo de borboleta (usinado a partir de um billet de alumínio), um sistema de escape da Borla e novas válvulas injetoras, o motor salta de 390 cv para 760 cv.

No campo visual a Shelby renovou a picape com alargadores de para-lamas, rodas cromadas de 22 polegadas, grade tipo colmeia e um pacote de saias e spoilers, além da tradicional pintura com faixas de corrida dos modelos da Shelby. Por dentro as mudanças são mais discretas: bancos com revestimento de couro e o emblema Super Snake nos encostos de cabeça e no console central.

2017-Shelby-F-150-Super-Snake-3

Serão feitos apenas 150 exemplares, custando a partir de US$ 96.680.

 

Bentley está desenvolvendo interior “vegano”

bentley-exp-10-speed-6-concept

Entre os elementos que compõem o luxuoso interior dos Bentley, estão o trabalho de marchetaria com madeiras nobres e o revestimento de couro de alto padrão, extraído de gado especialmente criado e tratado para fornecer sua pele às estofarias de luxo.

Só que, como você sabe, algumas pessoas se recusam a utilizar produtos derivados de animais e a Bentley está disposta a atender estas pessoas com “materiais alternativos”. Em entrevista à revista Auto Express, o chefe de design da Bentley, Stefan Sielaff, disse que a fabricante está conversando com clientes veganos na Califórnia sobre como seria um carro ideal a eles. “Não podemos vender um produto como um Bentley, que usa 20 peles de animal, a alguém que tem um estilo de vida vegano”, disse. “Em breve iremos oferecer um interior vegano, ele dará aos clientes uma sensação luxuosa, porém de uma forma diferente — couro de proteína, couro de cogumelo, material de água-viva”, completou.

 

O Bugatti Veyron Mansory “Vincero d’Oro” está a venda

Bugatti-Veyron-Mansory-Linea-Vincero-For-Sale-4

Bugattis modificados não são muito comuns e, embora você possa pensar que o motivo é o perfil dos clientes da marca, o fato é que cada um dos Veyron pode ser personalizado ao gosto do cliente. Mas assim mesmo há quem prefira mandar seu hiperexclusivo Veyron a preparadoras independentes. Foi o que aconteceu com o Linea Vincero d’Oro.

O modelo foi modificado pela Mansory, que já fez outras modificações em Veyrons, mas nenhuma tão extravagante como esta, que usa ouro em cada um dos detalhes dourados que você pode ver. Ele também ganhou uma nova dianteira (com mais ouro), tampa do tanque de combustível, maçanetas e emblemas também de ouro e elementos de fibra de carbono.

Por dentro o modelo foi igualmente modificado, com couro branco nos bancos, console central e paineis das portas, fibra de carbono e mais ouro nos bancos. Mecanicamente o modelo recebeu apenas um novo sistema de escape e 110 cv extras do motor 8.0 W16 quadriturbo.

Bugatti-Veyron-Mansory-Linea-Vincero-For-Sale-6

Apesar de todas as modificações, quem pagou caro por este Veyron extavagante parece ter cansado de seu brinquedo: o carro agora está a venda, anunciado no duPont Registry por um preço não divulgado.