A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Sessão da manhã

Volkswagen Golf GTI Clubsport S é o novo recordista de tração dianteira em Nürburgring Nordschleife

Tem muito entusiasta que ainda acha que carro bom de verdade tem que ter tração traseira. No entanto, não faltam evidências de que não é bem assim. É só lembrar da disputa acalorada entre os hot hatches de tração dianteira pelo recorde de Nürburgring Nordschleife — esta é divertida até de acompanhar a distância!

E ela não para: o recorde acaba de trocar de mãos mais uma vez! Até agora, o recordista era o impressionante Honda Civic Type R, que em março de 2015 acabou com a disputa entre o Renault Mégane RS 275 e o Seat Leon Cupra ao virar 7:50 no Inferno Verde. Agora, pouco mais de um ano depois, o Volkswagen Golf GTI Clubsport S acaba de superá-lo, virando 7:49,21 — uma vantagem pequena, mas real. Mas e aí, como foi?

gallery-1462313982-db2016au00345

Pois bem. Como você já deve ter visto há alguns dias, o Golf GTI Clubsport S é uma versão limitada a 400 unidades feita para comemorar os 40 anos do Golf GTI, com carroceria aliviada, motor mais potente e, de acordo com a VW, acertada no Nürburgring Nordschleife (James May não curtiu isto) justamente para quebrar o recorde do circuito para carros de tração dianteira. A marca diz que deu de 30 a 40 voltas com o carro no ‘Ring antes de se dar por satisfeita.

A principal diferença em relação ao GTI comum é o motor: segundo a Volks, mais que uma versão retrabalhada do motor 2.0 TSi encontrado na versão normal, o coração do Clubsport S é derivado do motor do Golf TCR, versão exclusiva de pista com para-lamas alargados, gaiola de proteção e 330 cv no motor 2.0 TSI que só teve 20 unidades fabricadas. Ou seja, não é nenhum brinquedo!

vw-gti-clubsport-34-1

O GTI Clubsport S tem 310 cv e 38,7 mkgf de torque (estes, já disponíveis a 1.700 rpm), que são sufucientes para levá-lo aos 100 km/h em 5,8 segundos — 0,7 segundo mais veloz que o GTI comum de 220 cv. O único câmbio disponível é o manual de seis marchas. A carroceria de duas portas ajuda a economizar peso, para o que também contribuem a remoção do banco traseiro e do ar-condicionado — bem hardcore para um hatchback com cara tão civil.

volkswagen_golf_61

E a Volks levou a sério esse negócio de recorde no Nürburgring. Eles garantem que o carro usado para quebrar o recorde não foi modificado em relação aos outros, mas fizeram algo bem interessante: todo Golf GTI Clubsport S vem com um ajuste feito sob medida para o Nordschleife. Para acessá-lo, basta selecionar a configuração “Individual” na hora de escolher o modo de direção do DCC (Dynamic Chassis Control). Neste modo, o mapeamento do acelerador e as respostas da direção para melhor aproveitar as qualidades do carro no Inferno Verde.

golf_gti_clubsport_s_6094-1920x1280 vw-gti-clubsport-08-1 golf_gti_clubsport_s_6095-1920x1280

O GTI Clubsport S foi revelado ontem, e estará no estande da Volkswagen durante a edição 2016 do Wörthersee Treffen, maior encontro de fãs da VW do mundo que acontece todos os anos às margens do lago Wörtherseee na Áustria. O vídeo com o recorde também já saiu, e está fresquinho:

Valem alguns comentários: atualmente, o ‘Ring está tem alguns trechos que foram recapeados e perderam variações de relevo, como Quiddelbacher Höhe. O Golf GTI Clubsport S usa pneus Michelin Pilot Sport Cup 2, os mesmos do Dodge Viper ACR, do Porsche 911 GT3 RS e do BMW M3 — serious businessE o piloto, o jovem Benny Leuchter, não teve dó alguma do carro. Olha só como ele freia tarde aos 00:23 do teaser abaixo:

É verdade que o vídeo onboard divulgado pela Volks poderia ter sido melhor produzido, ou ao menos a câmera poderia ter sido melhor posicionada. O que nos traz a outra breve questão.

Dale Lomas, editor do site Bridge to Gantry, especializado no Nürburgring, levantou a possibilidade de o vídeo ter sido forjado e de o carro ter sido modificado especialmente para quebrar o recorde. No entanto, comparando o desempenho do GTI Clubsport com o de seu carro — um Seat Leon Cupra, que teve o motor 2.0 TSI recalibrado para entregar 340 cv —, Dale chegou à conclusão de que o recorde da Volkswagen é legítimo. Não vamos entrar em detalhes, mas você pode conferir os dados (em inglês) neste link.

gallery-1462314531-db2016au00348

No mais, é isto: a briga entre os hatchbacks de tração dianteira no Nürburgring acaba de ganhar mais um capítulo. E a gente já está ansioso para saber qual vai ser o próximo!

Matérias relacionadas

Pikes Peak, 1987: os 30 anos da última vitória do Audi Quattro com Walther Röhrl

Dalmo Hernandes

Este Nissan Skyline GT-R R34 de 1.000 cv só podia ter vindo da Austrália

Dalmo Hernandes

Duelo de extremos: o Audi RS6 Avant enfrenta a Ducati 1199 Panigale. Quem vence?

Dalmo Hernandes