A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

VW mostra Up! TSI, com motor turbo de 105 cv, Lexus faz skate flutuante, Q50 S é flagrado no Brasil e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

VW mostra Up! com motor 1.0 TSI, turbinado

VW-Up-TSI-1

A pretexto de mostrar os investimentos em sua fábrica em São Carlos, no interior de São Paulo, a Volkswagen já mostrou a versão mais forte do Up!. Chamada de TSI, ela será equipada com o novo motor 1.0 TSI de três cilindros, da família EA211. Com injeção direta de combustível, o que o torna o primeiro motor fabricado no Brasil a empregar a tecnologia (o da S10 e o do Ford Focus são importados), o 1.0 TSI também é o primeiro motor de um litro no Brasil a contar com ela.

VW-Up-TSI-2

Os melhoramentos levaram o motorzinho a render 105 cv com etanol (101 cv com gasolina) e a render 16,8 mkgf com qualquer um dos dois combustíveis. Aparentemente, a marca não tentará vender o Up! TSI como um esportivo, grande erro dela com o Gol Turbo, mas só sabemos, por ora, que ele será o primeiro modelo a receber o novo motor. Que deve ser estendido a toda a linha, eventualmente até ao Golf brasileiro. A data de lançamento do novo Up! ainda é um mistério, mas não deve demorar.

VW-Up-TSI-3

A Volkswagen já investiu R$ 425 milhões em São Carlos para a produção de novos motores. Até 2018, o investimento chegará a R$ 900 milhões, o que permite supor que novas surpresas mecânicas sairão de lá em breve.

 

Lexus diz ter conseguido fabricar o hoverboard de “De Volta Para o Futuro 2”

lexus-hoverboard

Todo mundo brinca com o fato de o filme “De Volta para o Futuro 2” se passar em 21 de outubro de 2015 e ainda não termos uma prancha voadora como a de Marty McFly, o hoverboard. Só que a Lexus disse recentemente que resolveu a parada e criou um hoverboard para chamar de seu. Se não acredita, espie o vídeo:

O equipamento usaria levitação magnética, com supercondutores resfriados por nitrogênio líquido, o que explica o fumacê que sai da prancha, e ímãs permanentes. O problema é que a superfície de levitação também precisa ser especial e a prancha da Lexus parece estar sobre concreto comum. Qual é o pulo do gato? Só a Lexus sabe.

O hoverboard já estaria em desenvolvimento desde o começo do ano passado, por equipes da Alemanha e do Reino Unido, e está sendo testado por um skatista profissional em Barcelona. Notou que o cara só coloca o pé sobre a prancha? Diz a Lexus que ele consegue ficar de pé sobre ela, prometendo novos vídeos que provam a façanha. Tomara que sejam publicados antes de 21 de outubro de 2015.

 

Infiniti Q50 S é flagrado em testes no Brasil

Infiniti-Q50-S-2

A Acura pode até ter desistido do Brasil, mas a Infiniti parece manter seus planos, ainda que tenha anunciado que os adiaria. Prova disso foi a unidade do sedã Q50 S, a mais nervosa à disposição, em testes em São Paulo. Flagrada pelo leitor Walther Nucci na rodovia Anchieta, ela só trazia os emblemas escondidos, o que facilitou bastante a identificação.

Infiniti-Q50-S-3

Com 4,78 m de comprimento, 2,85 m de entre-eixos, 1,82 m de altura e 1,44 m de altura, o sedã é concorrente de Mercedes-Benz Classe C, BMW Série 3, Audi A4, Volvo S60 e Lexus IS. Com motor 3.7 V6 com bloco e cabeçote de alumínio, o carro conta com 333 cv a 7.000 rpm e 37,2 mkgf a 5.200 rpm. As rodas de aro 19 não deixam dúvidas quanto à versão.

Infiniti-Q50-S-4

O plano era que os carros da marca estivessem à venda no Brasil desde o ano passado. Mesmo que o mercado esteja em queda, modelos de luxo continuam apresentando bom desempenho. No fim, talvez a Infiniti tivesse bons resultados se já estivesse por aqui. Mas, como disse Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz, quem vai arriscar investir no Brasil?

 

GM mostra nova geração do Cruze para as Américas

Chevrolet-Cruze-D2XX-1

A GM revelou ontem a segunda geração do Chevrolet mais vendido do mundo, o Cruze. Agora construído sobre a plataforma D2XX, o sedã foi apresentado pela presidente mundial da GM, Mary Barra, em Detroit, nos EUA.

O novo sedã tem 4,67 m de comprimento, 2,70 m de entre-eixos, 1,80 m de largura e 1,46 m de altura, mas a melhor notícia sobre o carro é a redução de peso. Padrão recente na GM, como aconteceu com o Camaro, o Cruze é até 113 kg mais leve que seu antecessor. Tudo graças a aços de alta resistência. Com 0,29 de coeficiente aerodinâmico, mesmo índice do antigo Vectra, o Cruze terá o novo motor 1.4 turbo de 154 cv a 5.600 rpm e 24,5 mkgf de 2.000 rpm a 4.000, o carro será fabricado também na planta de Rosario, na Argentina, de onde será exportado para o Brasil.

Chevrolet-Cruze-D2XX-2

Chevrolet-Cruze-D2XX-6 Chevrolet-Cruze-D2XX-7 Chevrolet-Cruze-D2XX-8 Chevrolet-Cruze-D2XX-9

 

Chamado de Projeto Fênix, o Cruze de segunda geração exigiu investimentos de US$ 750 milhões para renovar a fábrica argentina, investimento esse que contempla a produção de novos motores. Para o modelo sul-americano, porém, fala-se em um 1.5 turbo de injeção direta e 160 cv, com bloco de alumínio. Uma tremenda evolução em relação ao 1.8 atual.

Chevrolet-Cruze-D2XX-3

Chevrolet-Cruze-D2XX-5 Chevrolet-Cruze-D2XX-4

 

Singer reintepreta o 911 Targa

Singer-911-targa-cortado

O Festival de Velocidade de Goodwood, no Reino Unido, começou hoje e termina no domingo. Além de ser uma celebração dos carros velozes, o evento também é palco de estreias importantes, como a do Peugeot 308 GTi ou a do novo Singer 911. Desta vez, o primeiro Targa restaurado pela empresa.

singer-911-targa-2

Como é costume dela, os painéis de carroceria foram substituídos por peças de fibra de carbono e o motor, um 964 3.6, agora é um 4.0, capaz de gerar 395 cv e 43,6 mkgf. A transmissão é de seis marchas, retirada de um 993, e a suspensão é Öhlins.

singer-911-targa-3

O segundo Targa da empresa deve ser apresentado no Concours d’Elegance de Pebble Beach, em agosto, mas esse já mostra bem o quanto a empresa pode transformar algo já considerado excepcional em um elemento próximo da perfeição. Olha pra ele!

 

Nissan apresenta o novo Juke-R 2.0 Concept em Goodwood

nissan-juke-r-2-0-concept

Outra estreia de peso no festival de velocidade britânico partiu da Nissan, que mostrou uma versão conceitual de alto desempenho do seu Juke, o Juke-R 2.0. Com mais de 600 cv, não se deve confundir o 2.0 com o tipo de motor que o conceito usa, mas sim como algo parecido com a nomenclatura de softwares. O motor deve continuar a ser o mesmo 3.8 V6 usado no conceito de 2011 e herdado do GT-R, assim como o sistema de transmissão, suspensão e freios. Dizem que o conceito é um Juke sobre a plataforma de um GT-R, mas sabemos que não é bem assim. Foi mais um transplante que uma mera mudança de bolha.

Em relação ao conceito “1.0”, o novo Juke-R tem para-choque redesenhado, para ampliar a admissão de ar, e soleiras de fibra de carbono, assim como o difusor e o para-choque traseiros.

Matérias relacionadas

Lembra daquele Mercedes-Benz C63 AMG com carroceria de 190E Cosworth? Olha ele aí!

Dalmo Hernandes

Pontiac: a história da fabricante que inventou o muscle car – parte 1

Dalmo Hernandes

Reforma de Interlagos traz prejuízos a quem vive do automobilismo, novos detalhes do BMW M2, Alpine ganha sinal verde da Renault e mais!

Leonardo Contesini
error: Direitos autorais reservados