A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Eventos Zero a 300

Wörthersee Treffen 2017: confira tudo o que rolou no maior encontro de Volkswagen do planeta

Como em todos os anos no mês de maio, os fãs europeus da Volkswagen se reuniram às margens do lago Wörthersee, na Áustria para mais um Wörthersee Treffen. O encontro deste ano começou na quarta-feira passada (24) e se estendeu pelos quatro dias seguintes, terminando no último sábado (28). Foram mais de 100.000 pessoas e milhares de modelos do Grupo Volkswagen  — a maioria modificados ao estilo que ficou conhecido como ‘euro look’ ou ‘german look’ —, conceitos da própria fabricante e até alguns “bicões” da Mercedes e BMW.

O evento também foi o local escolhido pela Volkswagen para testar a receptividade do público ao conceito up! GTI. O esportivo é equipado com uma variação de 115 cv do motor 1.0 TSI, que homenageia o Golf GTI original dos anos 1970, que tinha peso, porte e potência semelhantes. Até mesmo os bancos de tecido xadrez estão presentes no conceito.

O protótipo usa componentes derivados do Polo, como a caixa de direção e os freios com discos ventilados. A suspensão foi modificada com amortecedores mais rígidos, braços inferiores com novo formato, menor altura de rodagem (o GTI é 15 mm mais baixo que um Up comum) e bitolas alargadas para reduzir a transferência de peso lateral. A imprensa britânica já andou com o carro e disse que as modificações o deixaram mais firme e responsivo, com uma direção bem calibrada, que a suspensão é confortável apesar do acerto mais duro e que o carro ficou mais neutro, ainda que continue voltado ao subesterço.

Mesmo antes de exibi-lo ao público, a Volkswagen já havia decidido produzi-lo, o que deve acontecer no início de 2018.

Depois a marca levou outros três conceitos que não têm a menor pretensão de chegar às linhas de produção por serem modelos feitos como trabalho de conclusão do programa de aprendizes da Volkswagen.

VW-Golf-GTI-First-Decade-Concept-1

O primeiro deles foi o Golf GTI First Decade, batizado com este nome por ser o 10º conceito criado pelos jovens da Volkswagen para o Wörthersee. Ele é equipado com o motor 2.0 TSI recalibrado para produzir 410 cv e ganhou um pequeno motor elétrico de 17 cv na traseira, permitindo que ele tenha tração nas quatro rodas para pisos de baixa aderência ou ainda um modo 100% elétrico.

VW-Golf-GTI-First-Decade-Concept-2

As baterias, que ficam na traseira do carro, são recarregadas por um sistema que recupera a energia cinética dos freios. Sim: um Golf GTI com KERS.

 

No campo visual o Golf GTI First Decade ganhou uma pintura de dois tons de azul, rodas com o mesmo esquema de cores, um spoiler traseiro emprestado pelo GTI Clubsport e, claro, emblemas “First Decade”. Por dentro o tema azul volta a aparecer no volante e nos detalhes do painel, e o esportivo recebeu um sistema de áudio de 1.690 watts e 12 alto-falantes.

VW-Golf-GTI-First-Decade-Concept-4

O segundo conceito foi o Golf GTE Variant impulsE, feito por 14 aprendizes da fábrica de Zwickau, de Chemnitz e de Dresden. A perua teve como foco do projeto a combinação de versatilidade de uso, caráter esportivo e aproveitamento da tecnologia híbrida.

worthersee_gti_meeting_2017_the_golf_gte_estate_impulse_from_zwickau_2

A perua usa pintura branca “Oryx White” com uma faixa azul “Apassionata Blue” e detalhes em cinza e vermelho. Complementando o visual multicolorido, o carro ainda recebeu rodas de 19 polegadas e capô com um par de respiros em cada lado. Por dentro o acabamento usa detalhes pintados na cor da carroceria, couro preto com costuras azuis no volante, banco (que também usa alcantara), coifa do câmbio e portas, além de um sistema de iluminação ambiente controlado por aplicativo.

worthersee_gti_meeting_2017_the_golf_gte_estate_impulse_from_zwickau_3

O motor é o mesmo 1.4 TSI combinado a um conjunto elétrico auxiliar que, juntos, produzem 204 cv. As baterias, contudo, foram modificadas para dobrar a autonomia elétrica da perua.

O terceiro conceito é o Golf GTE, que ganhou uma pintura branca especial, batizada Electric White Mother of Pearl Effect (traduzindo: efeito madrepérola branco elétrico), com detalhes em preto e azul além de rodas Pretoria de 19 polegadas com o mesmo esquema de cores da carroceria, freios com discos de 431 mm e pinças azuis.

vw-golf-gte-concept-1

O modelo híbrido também pegou emprestado alguns equipamentos dos seus irmãos movidos puramente a combustão: do GTI vieram o difusor traseiro e as saídas de escape; do GTI Clubsport veio o spoiler traseiro. Não há imagens do interior, mas a Volkswagen diz que lá dentro há um volante de couro feito exclusivamente para o conceito GTE, revestido com alcantara e com a marcação de centro em couro azul.

vw-golf-gte-concept-2

O powertrain usa o layout básico do GTE, porém com mais potência: o 1.4 turbo e o motor elétrico auxiliar ganharam upgrades (não detalhados) para elevar a potência de 204 cv para 272 cv e o torque de35,6 mkgf para 45,8 mkgf.

8

Agora, entre os carros expostos pelos fãs, os destaques vão para este belo Golf Country, uma versão limitada a 7.735 unidades fabricada pela Volkswagen na Áustria. Diferentemente dos modelos Country atuais da Volkswagen, este Golf tinha suspensão mais elevada para garantir 21 cm de vão livre, skid plate, quebra-mato, tração integral e estepe na traseira.

7

O modelo exposto é ainda mais raro: um dos 558 “Chrompaket”, que tinha quebra-mato cromado, teto solar deslizante e interior de couro bege.

34783670165_f64470e643_b 33941857694_9bf5304561_b

Outro modelo Volkswagen que não se vê todo dia, apesar de ter mais de 200.000 unidades produzidas, é este K70 vermelho. O K70 foi o primeiro modelo da Volkswagen com motor dianteiro e arrefecimento líquido, embora não fosse um Volkswagen de nascimento e sim um NSU.

34743803656_af0d4759f1_b

Quem também deu as caras foi o famoso Audi A4 Cabriolet com revestimento de couro… na carroceria. Sim: é um envelopamento de couro, na prática, e foi a inspiração para o Volkswagen Polo envelopado com o mesmo material em Porto Alegre/RS (sobre o qual falamos aqui).

19 20

Por último, sem chamar muita atenção estava este Passat Variant R36, a versão esportiva da perua com o motor 3.6 V6 de 300 cv que chegou a ser o modelo mais rápido da Volkswagen na época de seu lançamento, com aceleração de zero a 100 km/h em 5 segundos.

34651709861_8f7f44ec12_b

Confira agora os carros mais legais que compareceram no Wörthersee deste ano, nesta galeria compartilhada pelos caras do Eurodubs:

 

 

Matérias relacionadas

Renault Mégane RS e Seat León Cupra: os hot hatches marcam presença em Frankfurt

Dalmo Hernandes

PRF suspende uso de radares móveis, McLaren 600LT empata com 720S em Nür, os preços do Corvette e mais!

Nürburgring vai substituir Interlagos no WEC, ronco falso do Mustang pode tocar notas musicais, os 35 anos do Mercedes Classe G e mais!

Leonardo Contesini