A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos

Yaris GRMN: o hot hatch da Toyota que a gente merece (mas provavelmente não vai ter)

O brasileiro médio adora o Toyota Corolla. O sedã japonês chegou tímido, no meio da avalanche de modelos que desembarcaram no Brasil após a abertura das importações em 1990, mas bastou se tornar um carro nacional, em 1998, para que sua popularidade explodisse. Líder do segmento há vários anos, segundo a Fenabrave ele vendeu praticamente o mesmo que todos os rivais juntos em 2016, abocanhando quase 45% de participação no mercado. Para se ter uma ideia, foram mais de 64.000 emplacamentos do Corolla contra pouco mais de 20.000 do Honda Civic, o segundo colocado.

E não é só o Corolla não, Toyota. O Brasil gosta dos seus carros. Há uma legião de entusiastas brasileiros que conhecem seus ícones, sabem de suas conquistas no automobilismo e lamentaram o dramático fim das 24 Horas de Le Mans no ano passado, quando o protótipo TS050 parou a poucos metros da linha de chegada e acabou entregando a vitória à Porsche.

1AQ2Y8781

E por que estamos falando tudo isto? Porque a Toyota apresentou na semana passada, durante o Salão de Genebra, o Yaris GRMN – um hot hatch pequeno e bem chamativo (especialmente com estas faixas em um dos cantos do capô) equipado com um motor 1.8 supercharged (!) de mais de 210 cv. Diz aí: não soa interessante?

O Yaris é o modelo compacto da Toyota em diversos mercados. Lançado em 1999, ele atualmente está tem sua terceira geração, que veio em 2011 e recebeu seu segundo facelift neste ano. E, junto com o facelift, veio o Yaris GRMN.

toyota_yaris_grmn

“GRMN” não é uma sigla muito sonora, e seu significado é “Gazoo Racing Meister of Nürburgring” (algo como Gazoo Racing Especialista de Nürburgring) – indicando que os engenheiros da Gazoo Racing, a divisão de competição da Toyota, realizou inúmeros testes em Nürburgring para aperfeiçoar o comportamento dinâmico do hot hatch. Os japoneses foram responsáveis por acertar a suspensão e os freios do carro, enquanto o motor e o interior foram projetados pelo braço europeu da Toyota.

Não foi dito muito mais a respeito do motor além da potência, que será superior a 210 cv. O câmbio será manual, de seis marchas, e levará a força para as rodas dianteiras através de um diferencial autoblocante. A Toyota também afirma que o conjunto proporcionará o melhor desempenho da categoria no 0-100 km/h e nas retomadas de 80 km/h a 120 km/h em quarta marcha. Pela foto do motor divulgada pela Toyota, deduzimos que se trata de uma versão sobrealimentada do 2ZR-FE, motor de 1,8 litro com comando duplo variável VVT-i no cabeçote e bloco de ferro fundido, que já é usado no Yaris europeu.

Yaris-GRMN-engine

Também há alguns dados a respeito da suspensão, que terá uma strut bar entre as torres na dianteira. Na frente também haverá uma barra estabilizadora mais grossa, e molas mais curtas e firmes, além de amortecedores especiais desenvolvidos pela Sachs – a mesma companhia que fez os amortecedores do Clio Trophy.

Visualmente, o carro recebeu a típica decoração dos hot hatches, com para-choques mais agressivos, difusor traseiro e saída de escape central. As rodas são BBS, de 17 polegadas, e há um spoiler traseiro exclusivo da versão. E a única carroceria disponível será a de duas portas.

Por dentro, o Yaris GRMN tem o mesmo revestido com couro do GT86 e bancos revestidos de Alcantara, com ótimo apoio lateral e visual com um quê noventista; e também pedaleiras de alumínio. Simples e eficiente.

toyota_yaris_grmn_1

O Yaris GRMN foi desenvolvido para o mercado europeu, e começará a ser vendido no início de 2018. Até lá, certamente surgirão mais detalhes a respeito da ficha técnica.

A gente gostou bastante da ideia, e aplaudimos Toyota por optar por um supercharger em vez dos turbocompressores. Mas ficaríamos ainda mais empolgados se o Yaris fosse vendido no Brasil. E bem que poderia ser: ele está disponível em outros países da América Latina, como Chile, Bolívia, Argentina e Colômbia. Ficamos com o Etios, projeto voltado para países emergentes – e ele veio no exato momento em que o mercado pedia um compacto mais refinado.

toyota_yaris_grmn_2

Com tantos Corolla vendidos no Brasil, a Toyota bem que poderia apostar no Yaris. E aí, quem sabe, a gente teria esta belezinha que é o Yaris GRMN na briga dos hot hatches…

toyota_yaris_high_performance_1 toyota_yaris_high_performance_2 1AQ2Y8781 1AQ2Y8753 1AQ2Y8786

Matérias relacionadas

BMW Série 7: conheça a sexta geração do sedã de luxo em detalhes

Gustavo Henrique Ruffo

Novo Chevrolet Onix finalmente é apresentado (com 5 estrelas no Latin NCAP) – confira os preços e versões

Dalmo Hernandes

Ford lança Focus ST 2015 com 250 cv e visual ainda mais agressivo

Leonardo Contesini