A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Zanardi nas 24 Horas de Daytona, Panamera Sport Turismo no Brasil, o protótipo do Puma de rua e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Zanardi irá disputar as 24 Horas de Daytona

Zanardi Mugello

O imparável Alessandro Zanardi irá disputar as 24 Horas de Daytona. O anúncio foi feito neste último final de semana, durante o evento de encerramento de ano da BMW, e todo o processo de preparação e competição serão documentados em uma série chamada “Road to Daytona.

Zanardi irá pilotar um M8 GTE especialmente adaptado para suas necessidades. Por isso, ele não irá disputar a edição de 2018 da prova, e sim a de 2019. O próximo ano será dedicado aos treinos e à adaptação do carro e do próprio Zanardi ao carro. Atualmente, segundo a revista americana Road & Track, o italiano já está desenvolvendo o sistema de frenagem do BMW.

Desde seu gravíssimo acidente em 2001, Zanardi disputou o WTCC entre 2005 e 2009, vencendo quatro provas e conquistando outros cinco pódios, antes de disputar a Blancpain GT Series em 2014. Como se não bastasse, ele ainda se tornou um ciclista paraolímpico, conquistando a medalha de ouro em Londres e no Rio de Janeiro.

Se você ainda precisava de motivos para acompanhar as 24 Horas de Daytona…

 

Puma apresenta seu primeiro protótipo de rua

WhatsApp Image 2017-12-16 at 21.30.48(1)

Há alguns meses a Puma Automóveis anunciou o retorno de seu modelo de rua, e prometeu um protótipo do carro até o final deste ano. Neste último final de semana, a marca levou ao Autódromo de Interlagos seu protótipo de pista, e seu primeiro protótipo de rua, o P053.

 

Com carroceria provisória, o modelo ainda está longe de ser ou parecer a versão definitiva, e foi criado para desenvolvimento do novo motor GM de 2,4 litros e do câmbio de seis marchas. Por isso, externamente ele ainda é muito parecido com o protótipo P052 do carro de pista. Por outro lado, o protótipo já ganhou um interior funcional para avaliação da ergonomia na cabine.

Como dissemos anteriormente, o motor original GM produz 147 cv, mas com a preparação a Puma espera um ganhou de 40 ou 50 cv, o que levaria a potência para a casa dos 200 cv.

 

Mercedes está perto de chegar aos 1.000 cv na F1

M40421-1280x853

Quando se fala sobre os motores turbo da Fórmula 1 dos anos 1980, é comum esbarrar em números de potência superiores aos 1.000 cv. O que não é muito comum é a explicação de que estes números eram obtidos em testes de bancada (quando o motor está desconectado do câmbio e acessórios) ou em especificações de classificação, onde só precisavam durar duas ou três voltas. Na hora da corrida, a potência dos antigos V6 turbo era bem mais mundana se comparada aos números de hoje.

Com os motores V6 turbo híbridos atuais, contudo, a história é um pouco diferente. A Fórmula 1 raramente regride quando se trata de questões técnicas e velocidade (ronco e espetáculo são uma discussão a parte) e, por isso, as atuais “unidades de força” — como são chamados os powertrains da F1 — já partiram dos 800/850 cv em seu primeiro ano e atualmente já estão na casa dos 900 cv. Algumas equipes, na verdade, já estão chegando perto dos 1.000 cv. É o caso da Mercedes.

Segundo uma entrevista de seu chefe de desenvolvimento de motores, Andy Cowell, ao site motorsport.com, os motores da equipe já passaram dos 900 cv e estão prestes a quebrar a barreira dos 1.000 cv. “Estamos perto. Tenho certeza de que isso irá acontecer em algum momento”, disse Cowell.

Os motores Mercedes já haviam quebrado uma barreira neste ano, quando conseguiram obter impressionantes 50% de eficiência térmica. Como comparação, um motor Otto moderno tem uma eficiência média entre 25% e 30%.

 

Porsche lança Panamera E-Hybrid no Brasil

image

A Porsche apresentou nesta última semana no Brasil a nova geração do Panamera e-Hybrid. O modelo será oferecido em seis versões — incluindo a perua Sport Turismo! — e parte dos R$ 529.000.

image-1

O preço se refere à versão 4 E-Hybrid, equipada com o novo V6 2.9 biturbo da marca, com 330 cv e 45,8 kgfm, que trabalha auxiliado por um motor elétrico de 136 cv e 40,8 kgfm. No total, a potência combinada é de 462 cv e o torque 71,4 kgfm disponíveis já a 1.100 rpm. Com esse conjunto o Panamera 4 vai de zero a 100 km/h em 4,6 segundos e chega aos 278 km/h (limitada eletronicamente) — além de poder rodar até 50 km usando apenas a eletricidade.

2e9bf554d6b008bd2618722bf2090abd2abd0e2a

Além da carroceria convencional, a Porsche também oferece a versão de chassi alongado Executive e a perua Sport Turismo. Os preços são, respectivamente, R$ 554.000 e R$ 542.000.

image-2

Acima do Panamera 4 vem o Panamera Turbo S, que parte dos R$ 1.230.000 na versão básica. O motor nesse caso é o V8 4.0 biturbo de 440 cv e o mesmo motor elétrico do Panamera 4, com 136 cv. A potência combinada é de 680 cv e o torque 86,7 kgfm, que levam o sedã aos 100 km/h em 3,4 segundos e à máxima de 310 km/h. A autonomia elétrica também é de 50 km, e ele também será oferecido na versão Executive (R$ 1.242.000) e Sport Turismo (R$ 1.212.000).

 

Volkswagen Arteon poderá ganhar versão de 410 cv

Volkswagen-Arteon_R-Line-2018-1600-03

O sucessor do belo Passat CC/Volkswagen CC, o Arteon, está prestes a se tornar o mais novo sedã esportivo alemão. Em entrevista ao Car Throttle, o porta-voz da Volkswagen, Martin Hube, disse que a fabricante já está trabalhando em uma versão R para o modelo e que o protótipo do carro já está pronto.

O modelo usa uma versão biturbo do motor 3.0 VR6 do Grupo Volkswagen, com 410 cv, conectado ao sistema de tração integral da marca, o 4Motion, fornecido pela Haldex. Ao Car Throttle, Hube disse estar “convencido de que esta é uma boa combinação” e que “com a mais nova geração do Haldex, você pode provocar um pouco de sobre-esterço”. Hube disse ainda que ele seria mais rápido e mais ágil que as versões de base do Porsche Panamera, que usam um V6 3.0 turbo com 325 cv e 435 cv.

Aparentemente o modelo está em uma fase avançada, mas ainda não foi aprovado pelos chefões da Volkswagen. Mesmo que ele nem passe perto do Brasil, esperamos que o dieselgate e a onda elétrica que a Volkswagen planeja para os próximos anos, não afete um bem-vindo esportivo para o presente.

Matérias relacionadas

Peugeot 208 revelado oficialmente, o fim do Mercedes-AMG S65, as novas Yamaha Neo e mais!

Os carros do SEMA Show, placas do Mercosul liberadas, um GT-R de 1.000 cv e as novidades da semana no FlatOut e no YouTube do FlatOut!

Leonardo Contesini

Uma aventura de moto pela Serra do Rio do Rastro e pela Serra da Graciosa 

Leonardo Contesini