A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos

Bentley EXP 10 Speed Six: uma homenagem do futuro às corridas do passado – e o interior mais impressionante que já vimos

Por esta a gente definitivamente não esperava: a Bentley apresentou no Salão de Genebra um belíssimo conceito chamado EXP 10 Speed 6. A marca descreve o carro como um conceito como um esportivo de dois lugares que une “elementos de design icônicos com técnicas progressivas de construção e tecnologias modernas”, mas o que a gente vê é um belíssimo cupê verde “British Racing Green” que junta tudo o que gostamos nos clássicos britânicos. Estamos babando.

A Bentley não revelou praticamente nada a respeito do conjunto mecânico do carro,  limitando-se a dizer que ele é híbrido, avançado e totalmente novo. Contudo, o nome do conceito pode dar uma pista.

bentley_speed_6_old_number_two_3

Em 1928, a Bentley decidiu lançar uma versão esportiva, mais rápida e potente, de seu modelo mais luxuoso, o 6½ Litre, este lançado em 1924. O motor de seis cilindros em linha e 6,5 litros era preparado com um comando de válvulas mais agressivo para entregar 180 cv – potência astronômica para um carro de rua na época –, e o carro foi apropriadamente batizado de Speed Six.

O Speed Six de competição era ainda mais potente graças a um aumento na taxa de compressão (tinha 200 cv), e fez história ao vencer as 24 Horas de Le Mans por dois anos seguidos, em 1929 e 1930. Uma nova vitória só viria em 2003, com o protótipo Speed 8 — que usava um V8 desenvolvido em parceria com a Audi.

Assim, é provável que o motor do EXP 10 Speed Six tenha seis cilindros e, de acordo com o que a Bentley dá a entender no release, seja um híbrido. A Bentley afirmou recentemente que não planeja ter carros com menos de oito cilindros, mas considerando que sua prima corporativa, a Audi, cogita usar um V6 no R8 e este ainda é um conceito, é plausível pensar em um Bentley híbrido de seis cilindros.

Bentley_EXP_10_Speed_6 (18) Bentley_EXP_10_Speed_6 (17)

De qualquer forma, o motor é o que menos importa neste momento. Olha só esse carro!

O EXP 10 Speed Six tem silhueta de cupê parecida com a do Continental GT, porém em tamanho reduzido (é  só comparar com o tamanho das rodas). De acordo com a marca, a inspiração veio da fuselagem e das asas dos aviões. Diferentemente dos modelos atuais da Bentley, que são meio sisudos e têm uma aparência pesada, o EXP 10 foi mais esguio e dinâmico com a adoção de curvas mais arrojadas e agressivas. A cor verde é uma interpretação “mais profunda, rica e metálica” do tradicional British Racing Green (leia mais aqui) que decorou a maioria dos carros de competição da Bentley ao longo das décadas.

Bentley_EXP_10_Speed_6 (16)

A dianteira sem dúvida tem a identidade atual da Bentley, com quatro faróis circulares e a grade quase retangular entre eles, mas é bem mais baixa e aerodinâmica. Aliás, a grade recebeu atenção especial, sendo fabricada com avançadas técnicas de impressão em 3D para criar um padrão tridimensional que, visto do ângulo certo, revela um número “6” em relevo — outro aceno ao passado da Bentley no automobilismo, pois os Speed Six dos anos 20 tinham os números pintados na grade.

Bentley_EXP_10_Speed_6 (14)

O exterior ainda traz elementos de cobre nos emblemas do capô, da tampa traseira e das rodas, além das pinças de freio. As rodas — cuja medida não foi revelada — calçam pneus slick Pirelli P Zero, algo que deixa bem clara a vocação de alto desempenho do EXP 10. É um carro absurdamente bonito, sim. Mas espere até abrir a porta.

Bentley_EXP_10_Speed_6 (24)

Este deve ser o interior mais impressionante que já vimos em um carro – chama mais a atenção até mesmo do que o lado de fora, unindo tendências de design e tecnologia contemporâneas com elementos estéticos clássicos, usando materiais nobres e acabamento extremamente luxuoso.

 

Bentley EXP 10 Speed 6 (1)

O cockpit é dividido em dois, com um console central que lembra o do Porsche 918 ou o do McLaren P1, por exemplo, mas se integra até o topo do painel em uma linha que se divide em duas e vai até os apoios de braço nas portas. Neste console, uma tela de LCD curva de fazer inveja ao Tesla Model S, emoldurada em alumínio. O quadro de instrumentos, ainda que seja uma tela de TFT, tem acabamento digno de relojoaria tradicional e um conta-giros analógico do lado esquerdo.

Bentley_EXP_10_Speed_6 (25)

Abaixo da tela, a alavanca de câmbio feita de alumínio e madeira, abriga o botão de partida em forma de “B”, feito de cobre. O acabamento da peça é uma estupidez, pura e simplesmente.

Bentley_EXP_10_Speed_6 (23)

O carro também tem controles físicos em alumínio estriado em padrão de losangos que conversa com o couro Poltrona Frau dos bancos, com acabamento tipo matelassê. O revestimento das portas combina couro e alumínio com miolo de cerejeira, novamente em losangos, cada um deles com um aplique retangular de cobre. O padrão também aparece nos faróis de LED, que são um espetáculo à parte.

Bentley_EXP_10_Speed_6 (19)

Atrás dos bancos, quatro malas de couro preto ficam em um deque especial com acabamento de couro e Alcantara da mesma cor — tudo feito à mão e com forte inspiração nos clássicos grã-turismo dos anos 1950 e 1960.

Bentley_EXP_10_Speed_6 (12)

De acordo com a Wolfgang Dürheimer, CEO da Bentley, “o EXP 10 Speed 6 é uma visão do futuro da Bentley”. Ele também diz que estilo o carro “pode influenciar a expansão da família”. Nós certamente gostaríamos de ver novos Bentley influenciados pelo EXP 10, mas o que queríamos mesmo era sentar em um daqueles bancos e nunca mais sair de dentro deste carro.

Matérias relacionadas

Maybach 6: é assim que a Mercedes enxerga o carro de luxo perfeito

Dalmo Hernandes

Up TSI é lançado como opção de R$ 3.100 para toda a linha: saiba tudo sobre o motor turbo (e conheça o Speed Up!)

Juliano Barata

Tudo o que você precisa saber sobre o próximo Subaru STI

Leonardo Contesini