A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Civic Type R quebra recorde em Silverstone, Hyundai quer comprar a Fiat Chrysler, capacete de Ayrton Senna a venda e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Civic Type R quebra mais um recorde

06aa05f6-134326_three_in_three_for_type_r_british_touring_car_champion_matt_neal_takes-copy

A Honda continua sua saga em busca do maior número possível de recordes para o Type R. Primeiro foi Nürburgring, depois Magny-Cours e, mais recentemente Spa. Como havíamos dito na ocasião do recorde no circuito belga, a próxima parada seria em Silverstone. E foi lá que o Type R quebrou seu novo recorde. 

Com o campeão do BTCC Mat Neal ao volante, o hot hatch da Honda completou a volta ao redor de Silverstone em apenas 2:31,32 superando o antigo recorde de carros de tração dianteira em Silverstone estabelecido pelo Type R da geração passada, 2:31,85, com o mesmo Matt Neal. Segundo o piloto, a vantagem do atual Type R em relação ao antecessor surge nas curvas de alta, com maior estabilidade proporcionada pelo projeto aerodinâmico e pela suspensão. 

O circuito de Silverstone foi a quarta parada da campanha Type R Challenge 2018. As duas próximas paradas serão em Estoril e Hungroring, onde o carro será pilotado pelo português Tiago Monteiro e pelo britânico Jenson Button, respectivamente. A Honda já havia feito uma turnê semelhante em 2016, quando quebrou cinco recordes de circuitos europeus. Na ocasião, o Type R anterior fez 2:04,08 em Estoril e 2:10,85 em Hungaroring, também conquistando os recordes destes autódromos. Parece claro que eles conseguirão mais estes dois recordes, não?

 

Carros autônomos podem piorar trânsito no centro das cidades

Google Autonomous Car

Entre os supostos benefïcios dos carros autônomos, além da redução de acidentes está a redução dos congestionamentos nos grandes centros urbanos. Contudo, um estudo realizado em Boston, nos EUA, indica que os autônomos podem causar um efeito contrário, aumentando o trânsito no centro das cidades. 

O estudo observou um aumento de 5,5% nos tempos de viagem no centro da cidade, ante uma redução de 12,1% nas regiões periféricas. O motivo do aumento no tempo de viagens se deve à possibilidade de os passageiros trocarem o serviço de transporte público por carros autônomos para deslocamentos curtos. Além disso, enquanto um carro não-autônomo passa a maior parte do dia estacionado, um carro autônomo compartilhado está sempre em deslocamento para atender as solicitações dos usuários. 

19401032_autonomous-chevy-bolt-hits-motorcycle_e8acc250_m

 

Como resultado, os organizadores do estudo — Boston Consulting Group e o Fórum Econômico Mundial — concluíram que os tempos de viagem devem reduzir apenas 4% em relação às viagens de carros não-autônomos, em vez dos 15% previstos por outros estudos. 

 

Hyundai pode estar negociando compra da FCA

fca-sale-rumors-intensify-hyundai-fca-merger-to-become-worlds-no-1-automaker-120549_1

O jornal Asia Times revelou no final da semana passada que a Hyundai está negociando com a FCA a compra do grupo ítalo-americano. Segundo o jornal, a Hyundai está fazendo uma série de ofertas à FCA para obter o controle acionário do grupo nos próximos anos. A primeira oferta supostamente foi feita pelo CEO da Hyundai, Chung Mong-koo. Caso recusada, a fabricante coreana tentará fazer uma oferta pública para adquirir a maioria das ações da FCA no primeiro semestre de 2019.

Aparentemente a Hyundai está tentando usar a seu favor a situação na qual a FCA se encontrará quando Sergio Marchionne deixar o comando do grupo. O problema é que a sucessão de Marchionne ainda está sendo disputada internamente — de um lado está o atual CFO da FCA, Richard Palmer, escolhido por Marchionne, e no outro lado a família Elkann (herdeira da família Agnelli) quer o CEO da FCA na Europa, Alfredo Altavilla.

A FCA se recusou a comentar os rumores, mas a Hyundai disse que os boatos publicados pelo Asia Times são infundados — embora isso não signifique que a compra não esteja realmente nos planos dos coreanos. Caso a compra da FCA aconteça, a Hyundai se tornará a maior fabricante de automóveis do planeta e também traria a tecnologia de híbridos e elétricos para as marcas da FCA, que estão atrasadas no desenvolvimento destas tecnologias. Já pensou um “Veloster Mopar” no futuro?

 

Encontro Paulista de Autos Antigos terá leilão de clássicos – veja os carros

FlatOut 2018-07-02 às 13.41.23

Nos próximos dias começa o 23º Encontro Paulista de Autos Antigos em Vinhedo/SP. Entre as tradicionais atrações do encontro está o 2º Grande Leilão de Veículos Antigos, organizado pelo pessoal da Talladega Motors, e que terá 69 clássicos a venda.

FlatOut 2018-07-02 às 13.41.09

Para conferir os detalhes de todos os carros, basta acessar este link com o catálogo do leilão. Entre os destaques estão um Alfa Romeo Giulia 2000 GTV 1975, um Mercedes-Benz 560SEC Rinspeed 1991, um raro Fusca 1961 monocromático. Além do leilão, o encontro também terá feira de peças, shows ao vivo, coquetel de abertura, baile de máscaras, jantar com orquestra entre outros.

FlatOut 2018-07-02 às 13.40.40

As inscrições para o evento dão direito a participar de todas as atrações, incluindo o leilão, e podem ser feitas diretamente no site oficial do Encontro (link). Para participar somente do leilão, basta entrar em contato com a Talladega Motors pelo facebook ou instagram.

 

Raro capacete de Ayrton Senna está a venda

tumblr_n3661g8Y9V1s7b0l3o1_1280

Se os milhões de dólares cobrados pelos carros de Ayrton Senna parecem demais para o seu bolso, talvez este capacete possa ser a oportunidade de ter uma peça usada pelo tricampeão: um raro capacete Bell usado no início da temporada de 1994. 

tumblr_n3661g8Y9V1s7b0l3o8_1280

O capacete será leiloado pela Bonhams em Goodwood no próximo dia 12 de julho, e foi usado por Senna durante os testes da Williams em Paul Ricard, no dia 2 de março de 1994. Como todo capacete de Senna, este Bell Vortex usava a mesma pintura amarela, verde e azul, porém tinha um visual mais moderno, usado por vários pilotos na época. O estilo, contudo, não agradou Senna e ele voltou a usar o modelo M3, mais tradicional.

tumblr_n3661g8Y9V1s7b0l3o2_1280

O capacete também vem acompanhado de um certificado de autenticidade e a bolsa original da Bell. A Bonhams espera receber entre 60.000 e 80.000 libras pelo casco — algo em torno de R$ 295.000 e R$ 395.000. O capacete já foi colocado a venda em 2014 pela Silverstone Auctions, mas aparentemente não teve compradores. 

Além do capacete de Senna, o lote também inclui um capacete Herbert Johnson usado por Mike Hawthorn e um outro capacete da mesma marca, porém com visor, do pentacampeão Juan Manuel Fangio. Espera-se que eles sejam vendidos por entre 10.000 e 14.000 libras, e 30.000 e 40.000 libras, respectivamente. 

Matérias relacionadas

A Porsche restaurou o 911 mais antigo do planeta – veja os detalhes do processo!

Dalmo Hernandes

Os carros mais vendidos em setembro, recorde do Alfa Romeo Stelvio em Nürburgring é questionado, Chevrolet cria C-10 comemorativa e mais!

Leonardo Contesini

Afinal, quais são as melhores – e as piores – músicas para ouvir dirigindo?

Dalmo Hernandes