A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Games

Esta senhora ganhou o Bravado Banshee de Grand Theft Auto  – e vendeu o carro

Se você curte games, é quase certo que já jogou Grand Theft Auto (se você lê 0 FlatOut, com certeza já jogou, afinal é um dos games de carros favoritos dos leitores, e nossos também). E, mesmo que não tenha jogado (o que é improvável), talvez você já tenha visto o Bravado Banshee de verdade.

Como mencionamos na nossa lista dos carros mais icônicos de GTA, o Banshee é um esportivo presente em todos os lançamentos da franquia desde GTA III, de 2001 (14 anos!) e, ao longo dos anos, mudou de cara algumas vezes: em GTA III e San Andreas, o Banshee parece um Dodge Viper com outra dianteira, enquanto em Vice City, a inspiração é obviamente o Corvette C4.

banshee-b (12)

Em GTA IV, o Banshee reaparece com um visual novamente inspirado no Viper, especialmente nas proporções da carroceria e na silhueta, agora vinda da versão cupê. A dianteira e a traseira são bem diferentes, mas basta olhar para um Banshee azul com listras brancas para sacar na hora que o carro é uma homenagem à víbora de motor V10.

O carro foi encomendado pela Rockstar Games à West Coast Customs – os caras por trás do programa Pimp My Ride, da MTV americana —, que, usando um Dodge Viper (claro!) como base, fizeram uma réplica perfeita do carro do game. A ideia era promover GTA V, que seria lançado em setembro de 2013 para PS3 e XBox 360, com um sorteio em parceria com a GameStop, uma das maiores lojas de games dos EUA.

banshee-b (2)

 

A promoção foi realizada poucos meses antes do lançamento de GTA V, e bastava comprar um game na GameStop para concorrer. É aí que nossa história começa de verdade.

Este vídeo, feito pelo Barcroft.tv, conta o que aconteceu com o Banshee depois que ele foi entregue ao gamer felizardo que o ganhou. Quer dizer, à sua mãe…

Esta é Cheri Parker, de 56 anos, moradora da Carolina do Norte. Seu filho, Austin Parker, comprou o game usando o cartão de crédito da mãe. Sendo assim, quando ele ganhou o Banshee no sorteio, sua mãe se tornou a proprietária legal do carro.

Se você conhece o trabalho da West Coast Customs em Pimp My Ride, sabe que eles eram uma versão americana do “Lata Velha” (na verdade está mais para o contrário), com customizações chamativas que muitas vezes usavam elementos estéticos de gosto duvidoso.

De qualquer forma, eles davam uma cara nova a carros bem detonados e os donos até que gostavam — alguns até vendiam o carro por um valor muito mais alto.

Só que o Viper modificado pelos caras surpreende, pois ele realmente parece o Banshee, com praticamente todos os painéis da carroceria substituídos por outros, feitos à mão, e até o interior modificado para ficar o mais fiel possível. A mecânica, contudo, não foi alterada — até porque, com um V10 de 8,4 litros, 611 cv e 77,5 mkgf de torque, acoplado a uma caixa manual de seis marchas da Tremec, o carro já é capaz de chegar aos 100 km/h em 3,6 segundos com máxima de 325 km/h. De acordo com a Rockstar, o Banshee de verdade custa US$ 180 mil, ou cerca de R$ 525 mil.

banshee (2)

Não é exatamente o que se espera encontrar na garagem de uma senhora de 56 anos, mas é exatamente este o caso de Cheri. E ela gosta do carro!

“A coisa mais legal de ter o Banshee é que ele é muito rápido, divertido de dirigir e chama muita atenção”, ela conta. Seu filho concorda com ela. “Quando eu o dirigi pela primeira vez, foi um sonho”. Só não é um carro prático: o Banshee só leva duas pessoas, é surpreendentemente apertado do lado de dentro e até tem um porta-malas, mas o compartimento está tomado por alto-falantes. Além disso, Cheri conta que, por causa de algumas modificações, o acesso a alguns componentes, como a bateria, é bem difícil por causa das modificações.

banshee-b (5)banshee-b (4)

Apesar do “Twin Turbo GT” abaixo do logo, o V10 continua naturalmente aspirado, ok?

Apesar de tudo, Cheri e o filho dizem ter aproveitado muito bem o carro enquanto estiveram com ele. Sim, estiveram — o vídeo foi publicado pela Barcroft nesta semana, mas provavelmente foi gravado no fim do ano passado, pois Cheri conta que decidiu vender o carro para pagar as despesas do filho com a faculdade.

Com uma rápida pesquisa na internet, descobrimos que ela anunciou o carro no eBay em meados de 2014 por US$ 170 mil — US$ 10 mil a menos que o valor estimado do carro —, mas não conseguiu vendê-lo na época. Aparentemente, ela conseguiu no início do mês passado, ainda que por um valor bem mais baixo: US$ 45.200, ou cerca de R$ 130 mil, de acordo com este outro anúncio.

No vídeo, o jovem Austin diz compreender que manter o Banshee consigo não é a melhor coisa a se fazer. “É um carro legal de verdade, mas a gente precisa do dinheiro para outras coisas. Não preciso do carro para ser feliz. Vou ficar triste quando ele for embora, mas sei que me diverti muito com ele.”

Não temos dúvida de que sim!

Matérias relacionadas

Estes malucos acham que a Ferrari F12 Berlinetta e o Maserati Ghibli são jipes

Dalmo Hernandes

Os carros bizarros da única fabricante de automóveis da Coreia do Norte, a Pyeonghwa Motors

Dalmo Hernandes

924 Carrera GTR: o raríssimo Porsche de corrida que você provavelmente não conhecia

Dalmo Hernandes
error: Direitos autorais reservados