A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos

Fiat 124 Spider é revelado com coração Abarth turbo de 160 cv e tração traseira

O novo Fiat 124 Spider foi revelado hoje, em Los Angeles. Ele chega equipado com motor turbo Abarth de 160 cv e baseado na plataforma do Mazda Miata — o que significa que ele também é o primeiro Fiat com tração traseira desde o fim da produção do sedã Argenta, há exatos 30 anos. A gente já tinha uma boa noção de como ele era graças a alguns flagras feitos em setembro, mas agora temos as fotos e informações oficiais sobre o novo roadster esportivo.

O primeiro 124 Spider foi apresentado em 1966. Era um roadster (na verdade, um 2+2) elegante, que usava como base a plataforma do sedã 124 encurtada em 15 centímetros sob uma carroceria de alumínio projetada e construída por ninguém menos que a Pininfarina. O motor era um quatro-cilindros de 1,4 litro com comando duplo no cabeçote e 90 cv, sendo capaz de levar os 920 kg 124 Spider até os 170 km/h — uma bela marca há quase 50 anos. Você pode ler toda a sua história aqui.

124-spider (10) 124-spider (2)

 

Claro, os tempos mudam, mas gostamos de ver que os designers da Fiat conseguiram dar ao novo 124 um look que remete muito ao clássico dos anos 60, sem parecer datado: os faróis são maiores, mais arredondados e ficam em uma posição mais elevada; a grade é mais estreita e muito parecida com a original e as lanternas traseiras são retangulares, com um toque de Maserati por ali.  Também há dois ressaltos no capô que são uma referência direta ao 124 Spider antigo — nele, serviam para lembrar a todo mundo que o motor tinha comando duplo no cabeçote, algo que ainda não era tão comum. No geral, imaginamos que o visual da carroceria vai dividir opiniões.

124-spider (7)

No lado de dentro a Fiat parece não ter se preocupado em trazer referências do modelo antigo (uma faixa na cor da carroceria, quem sabe?). Ao primeiro olhar é tudo idêntico ao que se encontra no Mazda MX-5. Com um pouco mais de atenção dá para identificar diferenças sutis.

124-spider (11)

Os instrumentos receberam nova tipografia e novas cores, o painel foi revestido com um material macio e os revestimentos das portas são diferentes, assim como o topo do painel. Além disso, o volante pode até ter o mesmo desenho no Miata e no 124, mas o aro é mais grosso e forrado com couro no Fiat.

124-spider (12) 124-spider (14)

Ainda que o interior do Miata definitivamente seja ótimo, bem acabado e de boa ergonomia, gostaríamos de algo mais… italiano. Ao menos há sistema multimídia com touchscreen de 7”, Bluetooth e som Bose com nove alto-falantes.

Ainda mais porque a carroceria é totalmente diferente, então é fácil esquecer que o 124 Spider e o MX-5 Miata compartilham a mesma plataforma — como fica evidente pelas medidas: o entre-eixos dos carros é idêntico, com 2,3 metros; bem como as bitolas dianteira e traseira, de 1,49 e 1,50 metros, respectivamente. No entanto, o Fiat é 14 centímetros mais longo (4,05 metros contra 3,91 metros), porém a altura dos dois carros é a mesma, dando a impressão de que o 124 é um carro ainda maior.

124-spider (16)

Bem, para responder, vamos dar uma olhada debaixo do capô — metaforicamente, pois ainda não há foto do motor. Como já mencionamos, o Fiat 124 Spider aposta no mesmo 1.4 que move a versão americana do 500 Abarth, provavelmente em posição longitudinal e calibrado para render 160 cv a 5.500 rpm e 25,4 mkgf de torque já a 2.500 rpm. Há duas opções de câmbio: um manual de seis marchas com relações mais longas que a do Miata, e com diferencial mais curto, de relação 3,45:1 emprestada pelo câmbio automático do Mazda. O outro é o câmbio automático Aisin de seis marchas com as mesmas relações usadas pelo Miata, porém com diferencial ainda mais curto (3,58:1).

 

124-spider (6) 124-spider (8)

O Fiat 124 Spider é mais pesado, então a curva de torque mais ampla do motor turbo será bem-vinda. Enquanto o Miata pesa cerca de 1.000 kg, o 124 pesa 1.104 kg na versão com câmbio manual de seis marchas e 1.123 kg com câmbio automático, também de seis marchas. A Fiat ainda não revelou dados de desempenho, mas dá para ter uma noção ao lembrar que o Fiat 500 Abarth (que tem 167 cv e 23 mkgf de torque) chega aos 100 km/h em 6,9 segundos com máxima de 214 km/h. Detalhe: o hot hatch pesa 1.164 kg.

032-2017-fiat-124-spider-1

O Fiat 124 Spider tem dois níveis de acabamento, Classica e Lusso, e ambas estão disponíveis em seis cores: vermelho “Rosso Passione”, branco “Bianco Gelato”, preto “Nero Cinema”, cinza “Grigio Argento” e Grigio Moda” e bronze “Bronzo Magnetico”. A versão Lusso ainda poderá ser pintada de Bianco Perla (branco perolizado). O detalhe é que as primeiras 124 unidades fabricadas formarão a série especial Prima Edizione, com pintura especial azul metálico “Azurro Italia” e interior com acabamento em couro marrom.

O carro está no Salão de Los Angeles, e mais informações deverão ser divulgadas em breve. Até lá, nos diga: o que você achou do novo Fiat 124 Spider?

124-spider (17) 013-2017-fiat-124-spider-1 002-2017-fiat-124-spider-1 001-2017-fiat-124-spider-1 124-spider (3) 021-2017-fiat-124-spider-1

 

Matérias relacionadas

Mazda MX-5 Miata 2016 testado: afinal, como ficou a nova geração do pequeno roadster? (dica: animal!)

Dalmo Hernandes

Dodge Viper ACR: a sigla que conquistou o recorde de Nürburgring está de volta

Gustavo Henrique Ruffo

Tudo o que sabemos sobre o novo Corvette com motor central-traseiro até agora

Dalmo Hernandes