A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Edição da semana

FlatOut Edição 38: os carros do Irã, Karmann Ghia no FlatOut Classics, os novos “placa preta” brasileiros e mais!

Caros leitores, muito bem vindos à mais nova edição do FlatOut Brasil! Aqui temos elencadas as matérias exclusivas para assinantes. Caso você ainda não faça parte do universo do FlatOut, clique aqui e assine agora mesmo! Caso queira conferir as edições anteriores, clique na imagem abaixo.


 

FlatOut Classics

O Karmann Ghia Type 34 da Família Heller

Imagine receber a dica de que há um Karmann Ghia de único dono com 37.000 km originais a venda. E depois descobrir que ele não é um Karmann Ghia comum, mas um dos modelos mais raros no Brasil. Este é apenas o meio da intrigante história deste belo Type 34. Clique aqui para coonhecer a história completa.


 

Car Culture

Como as vans customizadas dominaram os EUA nos anos 1970

Os EUA da década de 1970 foram um cenário complicado para os muscle cars e pony cars. Como você deve saber de cor, o ano de 1973 trouxe um aumento exponencial no preço dos combustíveis, como resultado da Crise do Petróleo. E o que aconteceu, então? Simples: muitos entusiastas começaram a migrar para as vans – e, em pouco tempo, eles acabaram criando toda uma nova subcultura. Clique aqui para ler.


 

O peculiar mercado iraniano de automóveis | Lasanhas Sem Fronteiras

A qualquer momento que você ligar a TV ou o rádio, ou acessar sites de notícias e redes sociais, o que você vai ver são manchetes sobre o Irã, e a suposta guerra que os Estados Unidos vão provocar – a Terceira Guerra Mundial. Caso isto ocorra, pode afetar a todos nós, será uma grande tragédia e assim por diante… mas nós somos um site de carros, e vamos aproveitar o gancho para falar, claro, de carros. Os carros do Irã – um país distante, cuja cultura é pouco conhecida dos brasileiros. E que tem um dos mercados de automóveis mais inusitados do planeta. Clique aqui para ler.


 

Os carros brasileiros que podem receber a placa preta em 2020

Quando completam 30 anos de idade, os carros fabricados lá fora podem, finalmente, entrar no Brasil. Entre os donos de carros brasileiros bem conservados, porém, a ambição é outra: obter a placa preta. Quer dizer, a placa preta pode ser colocada em qualquer carro ou moto, nacional ou importado, que alcance o nível de originalidade exigido pela legislação e certificado pelos clubes de carros antigos. Mas nosso foco são os carros brasileiros, talvez até por uma questão de identidade. E orgulho, por que não? Clique aqui para ler.


 

Cinema

Camera Cars e o desafio de fazer as câmeras voarem sobre o asfalto

A arte de filmar carros de forma artística é complexa – que o diga a nossa equipe que produz os vídeos para o canal do FlatOut no Youtube. E, por mais que a gente tente fazer algo matador, não chegamos nem perto da dificuldade que deve ser produzir um longa metragem inspirado em automóveis. A parte boa é que, para filmar carros, é preciso usar… mais carros! Mas de uma forma totalmente diferente do que se costuma fazer. E igualmente fascinante ao que estamos acostumados. Clique aqui para ler.


 

Técnica

Como funciona o catalisador dos carros?

Você já deve ter visto esta imagem por aí nos últimos dias. É um catalisador fazendo seu trabalho de modificar os gases do seu carro. Como ele faz isso? Clique aqui para ler.


 

Pensata

Cara, cadê meu carro voador? Já estamos em 2020!

Já estamos em 2020. O ano 2000 já passou faz tempo, mas até agora não vimos nem um sinal de carro voador. Na verdade, muita gente tenta, mas eles sempre parecem mais aviões e helicópteros do que carros que voam. Será que um dia finalmente realizaremos este sonho? Clique aqui para ler.


 

Automobilismo

Monzanapolis: quando F1 e Indy se enfrentaram no antigo oval de Monza

Parece que somos obcecados com crossovers. Na cultura pop, um crossover acontece quando dois universos diferentes se encontram para um episódio, filme ou game especial. Como Marvel vs. Capcom, ou quando o Chapolin Colorado foi visitar a vila do Chaves. Ou então quando a família de King of the Hill (“O Rei do Pedaço” no Brasil) foi até Springfield para ver um jogo de baseball em “Os Simpsons”. “E por que diabos vocês estão falando disso, FlatOut?” Bem, simplesmente por que hoje vamos contar a história de um dos maiores crossovers da história do automobilismo: a chamada Race of Two Worlds, que rolou em 1957 e 1958 e colocou no mesmo circuito carros de Fórmula 1, da Fórmula Indy e protótipos-esporte. Foi nada menos que épico, e algo que jamais deve acontecer novamente – além de os regulamentos das competições de automobilismo serem muito distintos hoje em dia, parece que os organizadores das corridas acham que isto não nos interessaria. Bem, se for isto mesmo… eles estão errados. Clique aqui para ler.


 

Trânsito

A polêmica do DPVAT: entenda de uma vez por todas o que está acontecendo – e como ser reembolsado

Fraudes, disputas políticas, monopólios e disputas judiciais: entenda o que está acontecendo com o DPVAT, porque os preços finalmente diminuíram e como receber o reembolso de valores pagos a mais. Clique aqui para ler.


 

Games

Need For Speed III: Hot Pursuit | FlatOut Retro Review

“O último game de corrida que comprei foi Need for Speed Rivals – sim, sete anos atrasado. Fui seduzido pela proposta de um revival da era clássica com roupagem moderna. A questão é que… Rivals não me agradou, ao menos por enquanto. Os ingredientes estão todos lá – uma bela seleção de carros do começo da década, gráficos de babar (mesmo para um game lançado há sete anos) e os cenários rurais e cheios de curvas. Mas… falta algo. Frustrado, então, decidi fazer a coisa certa e revisitar Need for Speed III: Hot Pursuit. Mais especificamente, a versão do PlayStation, que sempre foi minha plataforma de cabeceira. Para muitos, NFS III foi o game que definiu o formato ideal de um Need for Speed clássico. E, em mais um Flatout Retro Review, vamos descobrir o motivo.” Clique aqui para ler.


 

error: Direitos autorais reservados