A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Hyper 5, parte 2: Bugatti Veyron, Pagani Huayra, Porsche 918, McLaren P1 e LaFerrari se enfrentam na pista!

Você certamente lembra que, há exatamente uma semana, postamos aqui no FlatOut a primeira parte de um mega comparativo entre hipercarros — o Hyper 5, promovido pelo youtuber e colecionador Salomondrin. O cara nos deixou com muita água na boca ao apresentar os cinco superesportivos, um a um, deixando os desafios para as partes seguintes. Bem, agora começou para valer!

O palco é o circuito americano de Thermal Club, na Califórnia, e a primeira disputa é por tempos de volta no traçado de 4,5 km. O piloto responsável por guiar cada um dos cinco adversários pela pista é James Sofronas, amigo de Alejandro Salomon, que já competiu no Pirelli World Challenge e ficou em sexto lugar na categoria GT em 2014, ao volante de um Audi R8 LMS Ultra — não estamos falando de nenhum novato, portanto.

E nem pode ser um novato mesmo: estamos falando de cinco dos automóveis mais velozes, caros e desejados do planeta, cada um com um apelo diferente mas todos com o mesmo objetivo — ser tão velozes quanto for possível.

hypercars

Como vimos na parte anterior, cada um deles tem seus próprios métodos para consegui-lo: enquanto o Bugatti Veyron aposta no gigantesco motor de oito litros e dezesseis cilindros com quatro turbos e 1.200 cv, o Pagani Huayra tem um conjunto mecânico mais tradicional — um V12 AMG de 730 cv — e confia na leveza da carroceria (são 1.350 kg contra mais de 1,8 tonelada do Veyron)  para garantir competitividade.

Os outros três formam a “Santíssima Trindade” dos hipercarros híbridos: Porsche 918 Spyder, McLaren P1 e Ferrari LaFerrari usam motores a combustão acoplados a propulsores elétricos. Enquanto a Ferrari e o McLaren usam um motor elétrico cada, o Porsche aposta logo em três — dois no eixo dianteiro (um para cada roda) e um terceiro entre a transmissão e o V8 central-traseiro, sendo o único da tríade a contar com tração integral.

hypercarsss

Para garantir a disputa mais justa possível e ter certeza de que a maior diferença entre os carros seja mesmo a concepção de cada um, todos os carros foram equipados com pneus de rua (nada de semi-slicks, como os que estão disponíveis para o McLaren P1) e foram testados exatamente nas mesmas condições. Salomondrin não deixou claro, mas imaginamos que todos os carros tenham tido a oportunidade de aquecer os pneus por um tempo — como no comparativo dos caras do Supercar Driver.

Perguntado a respeito de seu favorito para vencer a volta rápida, Sofronas aposta no Porsche 918 Spyder. Salomondrin também pergunta a ele algumas outras coisas: qual dos carros vencerá a arrancada, qual deles deverá ser o mais difícil de guiar, e qual deles é seu favorito. O piloto responde, em ordem: McLaren P1, Bugatti Veyron Super Sport e LaFerrari. A última pergunta é pessoal, mas as outras poderão ser respondidas na pista. Salomondrin também chama alguns amigos para fazer suas apostas — afinal, quem não vai sentar ao volante precisa se divertir de alguma forma, não é?

Mas chega de enrolação e vamos à ação!

Infelizmente não há muitos comentários técnicos no vídeo e, para “manter o suspense”, Salomondrin decidiu revelar os tempos de volta apenas no próximo vídeo. No entanto, dá para arriscar alguns palpites pelo comportamento dos carros.

hypercars (4)

O Veyron SS, com seu motor W16 de oito litros com quatro turbos e 1.200 cv, surpreende por sua desenvoltura. Afinal, são mais de 1.800 kg de automóvel. Salomon acredita que os maiores prejudicados pela massa generosa do Bugatti são os freios, que têm muito mais trabalho para reduzir a velocidade antes de uma curva.

hypercars (5)

O Huayra vai logo em seguida e, ao que tudo indica, seus tempos foram bem próximos — quando o cronômetro desaparece, marcando por volta de 1m15s, ambos os carros estão mais ou menos no mesmo trecho, faltando algumas curvas para a linha de chegada. Isto nos lembra: apesar de ter 470 cv a menos que o Bugatti, o Pagani é cerca de 500 kg mais leve. É óbvio que isto faz diferença.

Os próximos são, em ordem, McLaren P1 e Porsche 918 Spyder. Ambos estão entre os favoritos do pessoal, e ambos têm motores V8. O McLaren tem dois turbos, 3,8 litros e um único motor elétrico — conjunto capaz de entregar 916 cv, que vão direto para as rodas traseiras. O Porsche, por sua vez, tem um motor aspirado de 4,6 litros e três motores elétricos, sendo que os dois no eixo dianteiro permitem que o superesportivo alemão distribua o torque individualmente entre as rodas. Na prática, isto dá a ele mais tração nas retas e mais estabilidade nas curvas, à custa de certa tendência a sair de frente.

hypercars (2)

Temos a ligeira impressão de que o 918 Spyder foi o mais veloz entre os dois (e o mais veloz até agora). Só há um detalhe, e ele se chama LaFerrari: o hiperecarro híbrido de Maranello, sem dúvida, é um dos mais velozes graças a seu V12 de 6,3 litros que, com a ajuda de um motor elétrico, entrega 963 cv. Com 1.345 kg o resultado é uma relação peso/potência de 1,4 kg/cv. Para se ter uma ideia, o Veyron SS tem 1,53 kg/cv.

hypercars (1)

A notícia boa é que a LaFerrari sem aparenta ter feito uma volta incrível. A má notícia é que seu cronômetro foi cortado antes — não dá para ter noção de seu desempenho em comparação com os outros. Vamos ter que esperar a próxima parte, onde todos os resultados serão revelados e será conhecido o vencedor.

Salomon acha que o Porsche 918 Spyder vai abocanhar não apenas a volta rápida, mas também a disputa de arrancada. E você? De qualquer forma, uma coisa é certa: se o que ele queria era criar suspense, conseguiu.

Matérias relacionadas

AE86 vs. GT86: Keiichi Tsuchiya coloca o clássico e o novato para brigar nas montanhas

Dalmo Hernandes

Dezenas de supercarros, uma pista de pouso e motores berrando no VMax 200

Dalmo Hernandes

Dá gosto ver um Honda Civic Ek4 sendo pilotado assim em uma subida de montanha

Dalmo Hernandes