A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Eventos Lançamentos Salão do Automóvel de SP

Maserati Levante é o lançamento da Maserati em sua volta ao Salão do Automóvel

Marca de luxo do grupo Fiat Chrysler, a Maserati não tinha um estande no Salão do Automóvel desde a edição de 2010. Depois disso, os Maserati marcaram presença apenas como atração extra no espaço da Fiat. Agora, os italianos estão de volta.

A estreia do SUV Levante no Brasil é o grande destaque da Maserati. O utilitário esportivo, que é o primeiro da história da fabricante, foi lançado em março, no Salão de Genebra.

salao-sao-paulo-flatout-maserati-4

Já havíamos visto uma prévia das linhas do Levante no conceito Kubang, que a Maserati apresentou no Salão de Frankfurt em 2011.

kubang

Foi uma espera longa, de quase seis anos, e o modelo de produção lembra bastante a versão conceitual, ainda que com linhas devidamente atualizadas – a dianteira ficou mais baixa, os faróis ganharam desenho mais afilado, a grade ficou maior e mais angular, e o carro em geral parece mais baixo, largo e assentado.

salao-sao-paulo-flatout-maserati-11

A postura mais agressiva indica o que a mecânica confirma: o Levante é um daqueles utilitários esportivos que honram o nome. O motor é um V6 de três litros desenvolvido pela Ferrari com base no motor Pentastar da Chrysler. Com injeção direta e dois turbocompressores, o chamado F160 tem duas configurações de potência: 350 cv no Levante e 430 cv no Levante S. Em ambos os casos, a transmissão é automática de oito marchas, a 8HP da ZF.

A versão de 350 cv leva 6,3 segundos para chegar aos 100 km/h, com máxima de 243 km/h. Já o Levante com 430 cv é capaz de chegar aos 100 km/h em 5,2 segundos, e sua velocidade máxima é de 264 km/h.

salao-sao-paulo-flatout-maserati-1

É o mesmo motor empregado no sedã Ghibli. As versões vendidas no Brasil são o Ghibli S, com 330 cv, e o S Q4, versão de topo, com tração integral e capacidade de chegar aos 100 km/h em 4,8 segundos, com máxima de 284 km/h.

salao-sao-paulo-flatout-maserati-2 salao-sao-paulo-flatout-maserati-3

O Ghibli cede sua plataforma ao Maserati Levante, o que ajuda a entender a proposta da Maserati: seu SUV tem suspensão independente nas quatro rodas, mais potência que o sedã e comportamento dinâmico voltado para uma condução mais empolgada. A imprensa internacional tem dito que o Levante é como uma versão perua do Ghibli, nos moldes da linha Audi Allroad.

salao-sao-paulo-flatout-maserati-7salao-sao-paulo-flatout-maserati-9 salao-sao-paulo-flatout-maserati-8

Tanto que até o interior lembra bastante o Ghibli, especialmente no design e na ergonomia do painel de instrumentos. A proposta do Levante é conquistar os interessados em um utilitário que seja, de fato, esportivo – especialmente os que estiverem pensando em comprar um Porsche Cayenne.

Para efeito de comparação, o Porsche Cayenne S, que tem um V6 biturbo de 3,6 litros e 420 cv acoplado a uma caixa Tiptronic de oito marchas, precisa de 5,4 segundos para chegar aos 100 km/h, com velocidade máxima de 259 km/h.

salao-sao-paulo-flatout-maserati-6

Mas não é só desempenho bruto: a suspensão tem braços de alumínio e um sistema pneumático que ajusta sua altura de acordo com o modo de condução (são 25 cm de vão livre do solo quando totalmente elevado), e o interior traz madeira e couro no acabamento e inclui uma tela sensível ao toque de 8,4 polegadas.

Com o Levante, a Maserati também espera conseguir uma guinada financeira – não apenas por questão de sobrevivência da empresa, mas também para conseguir um caixa extra para o desenvolvimento de seus modelos de nicho. A meta para o mercado brasileiro é de 50 unidades para 2017.

salao-sao-paulo-flatout-maserati-5

O Maserati Levante parte de R$ 640 mil para a versão de 350 cv, e R$ 740 mil para o modelo com 430 cv.

Matérias relacionadas

320 cv e tração integral: todos os detalhes do novo Ford Focus RS 2016

Dalmo Hernandes

Supercharger e 760 cv: este é o novo Shelby Super Snake, o Mustang pronto para encarar o Hellcat

Gustavo Henrique Ruffo

Volvo Concept Estate é o mais próximo da perfeição que os suecos já chegaram

Dalmo Hernandes