A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Eventos Lançamentos Salão do Automóvel de SP

Nova Frontier, a chegada do GT-R e o Vision Gran Turismo 2020: as atrações da Nissan no Salão do Automóvel

Nem só de lançamentos é feito um estande no Salão do Automóvel. Claro, a Nissan trouxe alguns, mas também exibiu um bólido dos games: o Vision Gran Turismo 2020, que foi feito para Gran Turismo 6, mas tem boas chances de inspirar a próxima geração do GT-R.

Aliás, falando no Nissan GT-R, você deve lembrar que ele finalmente foi lançado de forma oficial no Brasil no fim de setembro – nove anos depois do lançamento, custando nada menos que R$ 900.000. Na ocasião, questionamos se era mesmo um bom negócio, por algumas razões: preço mais alto (um GT-R importado de forma independente custa cerca de R$ 800.000), a obrigação de fazer a manutenção na concessionárias Nissan se quiser manter a garantia, e o fato de ter que esperar o fim da garantia para dar um tapa no desempenho do carro.

salao-sao-paulo-flatout-nissan-gtr-1

Só que, ao entrar no Salão, ao topar com ele no Salão, fica difícil não sentir pelo menos uma vontadezinha de acelerar. O GT-R que a Nissan trouxe foi um carro cinza metálico com interior preto, e a combinação se deu bem com as linhas mais agressivas da última reestilização.

salao-sao-paulo-flatout-nissan-gtr-2

 

Você já deve saber de cor, mas não custa recapitular: o Nissan GT-R é movido por um V6 biturbo de 3,8 litros, o VR38DETT, de 572 cv e 64,9 mkgf de torque, acoplado a uma transmissão de dupla embreagem e seis marchas. É o bastante para chegar aos 100 km/h em três segundos, com máxima limitada a 315 km/h.

salao-sao-paulo-flatout-nissan-9

É dado como certo que a próxima geração do Nissan GT-R terá tecnologia híbrida mas, fora isso, todo o resto é especulação. Há boas chances, porém, de que seu visual beba na fonte do conceito Vision Gran Turismo, que foi apresentado em 2014 (é, faz tempo…) com pintura cinza, mas desde 2015 veste um belo tom de vermelho acetinado.

salao-sao-paulo-flatout-nissan-6

Suas proporções são de conceito, mas não nos espantaríamos se o Godzilla assumisse mesmo um perfil mais baixo e largo e formas aerodinâmicas mais marcantes e angulares, com séria inspiração nos carros de corrida – algo na linha do Ford GT, que certamente será um de seus grandes rivais nos próximos anos.

De qualquer forma, é sempre bacana ver de perto um carro que, na prática, só existe nos videogames.

salao-sao-paulo-flatout-nissan-5

O outro grande lançamento foi a nova geração da picape Frontier, que já é fabricada desde 2013 mas só começará a ser vendida por aqui nos primeiros meses de 2017. E, como você já deve saber, servirá como base para a Classe X, nova picape média da Mercedes-Benz e também para a Renault Alaskan.

salao-sao-paulo-flatout-nissan-2salao-sao-paulo-flatout-nissan-15

No entanto, a identidade visual é completamente diferente (óbvio, não é?) por dentro e por fora, e o conjunto mecânico também é exclusivo. A Frontier presente no estande era a versão de cabine dupla, com motor 2.3 turbodiesel de 190 cv e 45,8 mkgf de torque. O câmbio é automático de sete marchas.

O chassi usará liga de aço mais leve e resistente para ajudar a reduzir o peso da picape. A suspensão traseira é do tipo five link, com eixo rígido, barra estabilizadora e molas helicoidais – solução que se tornou o atual padrão das picapes médias por combinar capacidade de carga e conforto para os ocupantes.

salao-sao-paulo-flatout-nissan-10 salao-sao-paulo-flatout-nissan-11salao-sao-paulo-flatout-nissan-13salao-sao-paulo-flatout-nissan-12

Detalhes do chassi compartilhando entre a Nissan Frontier, Renault Alaskan e a Mercedes-Benz Classe X

A nova Frontier tem 5,25 m de comprimento, 1,75 m de altura e 1,85 m de largura, e a Nissan destaca o maior espaço entre o teto e as cabeças dos ocupantes.

Nissan Kicks SV Limited chega para ampliar opções da linha do crossover global

Já o crossover Kicks, que é vendido desde agosto na versão de topo SL, teve apresentada no Salão a versão intermediária SV Limited. Em comparação com o Kicks SL, o SV Limited perde as câmeras de 360°, airbags laterais e de cortina, e bancos de couro, que passam a ser opcionais.

O motor é o mesmo 1.6 16v de 114 cv que equipa o SL, assim como o câmbio CVT Xtronic. Quando for fabricado no Brasil (por enquanto, o jipinho é importado do México), o Kicks deverá ganhar versões mais baratas, com câmbio manual e menos equipamentos. Isto deverá acontecer em 2017.

salao-sao-paulo-flatout-nissan-16

Como conceito, a Nissan preparou o March Special Edition. O hatchback recebeu pintura em dois tons, com vermelho abaixo da linha de cintura e preto nas colunas, nos retrovisores e no teto. As rodas também são pretas, com pneus de perfil baixo. A fabricante diz que se trata de um exercício de design feito para analisar as tendências do mercado.

 

Matérias relacionadas

Está é a nova geração do BMW Z4: mais leve, mais potente e pronto para encarar o Boxster GTS

Leonardo Contesini

Volkswagen Golf Variant é lançado no Brasil com motor 1.4 TSI de 140 cv

Dalmo Hernandes

Brabus 850 6.0 Biturbo: o um sedã monstruoso de 850 cv e 148 mkgf que o mundo precisava

Dalmo Hernandes