A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

O primeiro Nissan Skyline GT-R Nismo Z-Tune feito no mundo está à venda – e pode custar mais de R$ 1,8 milhão

Há motivos de sobra para que o Nissan Skyline GT-R R34 seja um dos ícones não apenas entre os fãs do chamado JDM, mas dos entusiastas em geral. Afinal, você não precisa ser admirador dos carros japoneses para admirar um carro com motor seis-em-linha biturbo de 280 cv, tração integral e visual matador. E este é só um dos motivos para ficarmos babando no carro da foto acima, o primeiro de todos os GT-R R34 Nismo Z-Tune, que está à venda na Austrália.

Como você já deve saber (se não, confira a história do Nissan Skyline GT-R, do R32 ao R34, aqui), o R34 foi a última evolução do esportivo, produzida entre 1999 e 2002. Como em seus antecessores, o motor é o seis-em-linha biturbo de 2,6 litros chamado RB26DETT, com bloco de aço, cabeçote de alumínio, comando duplo e 24 válvulas, além de duas turbinas Garrett T28 operando até 0,95 bar de pressão.

Apesar da semelhança, a geração R34 pode ser considerada a melhor, visto que a Nissan incorporou inovações como amortecedores com sistema anti-vibração e uma tela colorida no console central que exibia informações sobre o funcionamento do carro em tempo real. Além disso, com uma carroceria mais esbelta, para muita gente o R34 também é o mais bonito dos Skyline GT-R.

nismo-z-tune-a-venda (4)

Mas não é só isto. Em 2005, para comemorar os 20 anos de sua fundação, a Nissan Motorsport decidiu criar uma edição limitada a 20 unidades do GT-R R34. Só havia um problema: já fazia três anos que ele havia saído de linha. Então, em uma manobra que só mesmo uma fabricante japonesa arriscaria, a Nismo começou a procurar por todo o Japão exemplares conservados do R34. Não foi uma tarefa fácil: os carros deveriam estar imaculados, com um mínimo de modificações e ter rodado menos de 30 mil km.

Não surpreende que a Nissan tenha encontrado apenas 12 exemplares que atendessem aos requisitos — os restantes foram doados por proprietários que desejavam ter seus carros transformados. E, bem, eles não saíram perdendo.

nismo-z-tune-a-venda (7)

Até a chegada do Nissan GT-R em 2007, o R34 Nismo Z-Tune foi o mais potente GT-R já produzido “em série”. Para começar, o motor era totalmente refeito, tinha o deslocamento ampliado para 2,8 litros (passando a se chamar RB28DETT por isso) e recebia componentes dos Skyline usados em competições — pistões e bielas forjados, comando de válvulas mais agressivo, um novo coletor de admissão, virabrequim de curso ampliado, radiador de óleo e módulo de controle recalibrado, além de turbos maiores.

O resultado? 500 cv a 6.800 rpm e 55 mkgf de torque, suficientes para chegar aos 100 km/h em 3,8 segundos com máxima limitada a 250 km/h. O quarto-de-milha, de acordo com a Nismo, é cumprido em 10,06 segundos — para se ter uma ideia, o atual GT-R faz o mesmo em 10,8 segundos.

nismo-z-tune-a-venda (5)

A carroceria recebeu diversos componentes de fibra de carbono: capô, para-lamas, para-choques dianteiro e traseiro (com novo desenho) e até a asa traseira. Os para-lamas também são 15 mm mais largos para acomodar as novas rodas e pneus — rodas de 18×9,5 polegadas da RAYS e pneus Bridgestone Potenza de medidas 265/35, ambos desenvolvidos especialmente para o carro.

Por dentro, o Z-Tune tem bancos concha parcialmente forrados com Alcantara, quadro de instrumentos exclusivo, com fundo branco e velocímetro que marca até 320 km/h, volante exclusivo com airbag, e a tela multimídia que inclui funções como cronômetro, medidor de tempos de volta e data logger.

nismo_nissan_skyline_gt-r_z-tune_12 nismo_nissan_skyline_gt-r_z-tune_13

Ainda que fosse muito potente, o Z-Tune era um carro de comportamento bastante refinado. O sistema de tração integral ATTESA, desenvolvido pela Nissan para o GT-R 32, foi recalibrado para entregar mais força nas rodas dianteiras, reduzindo a tendência ao sobresterço e garantindo um carro bastante preciso nas curvas.

Sendo um dos 20 exemplares a sair da sede Nismo — que, efetivamente, reconstruía os carros do zero, garantindo que fossem novos, o carro que está à venda na Austrália é bastante valioso. O Nissan Skyline GT-R Nismo Z-Tune “Build #001” está anunciado pelo site australiano The Lowdow e, de acordo com o anúncio, pertence a um colecionador australiano. Não há muitas informações a respeito do carro, ou mesmo o preço, mas as fotos mostram que ele está impecável.

nismo-z-tune-a-venda (6) nismo-z-tune-a-venda (2)

Abaixo, um vídeo do carro no dinamômetro:

E quanto ele custa? Não sabemos. Os interessados devem preencher um formulário no próprio site e fazer uma oferta. Contudo, o The Lowdown diz já ter recebido ofertas de até 750 mil dólares australianos — o que, em conversão direta, dá cerca de R$ 1,77 milhão. Como eles ainda não venderam o carro,  talvez seja preciso pagar ainda mais para ser o novo dono do carro. Vale a pena?

Matérias relacionadas

Desculpe, AMG: o motor 2.0 turbo mais potente do mundo ainda é o do Lancer Evo X FQ-440

Dalmo Hernandes

GT4586: é assim que se coloca o V8 da Ferrari 458 em um Toyota GT86

Dalmo Hernandes

Três homens e um só nome: quais foram as criações de cada Ferdinand Porsche?

Leonardo Contesini