A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #163

Project Cars #163: o Citroën Xsara VTS sai da pintura e vai para a pista!

Olá, pessoal! Chegamos finalmente à segunda parte do Project Cars #163, meu Citroën VTS. No post anterior vocês conheceram a história do carro e viram o início da preparação para a pintura. Pois bem… ele ficou pronto.

Mas antes disso, ele ficou mais de 40 dias na oficina, e ainda tinha alguns detalhes a serem feitos e algumas partes a serem desmontadas. Enquanto isso, a preparação para pintura seguia em frente, e logo na sequência, com tudo devidamente desmontado, a tinta tinha que ser pedida.

1157409_618215354867442_1511177171_n

Como o carro já tinha passado por diversos serviços de pintura e tinha vários tons de vermelho espalhados pela carroceria (principalmente o Rouge Lucifer), o pessoal da Ari Sena Estufa teve que localizar uma área que não havia sido trabalhada e a partir dali, em conjunto com o código, ter a cor correta para pintar o carro. Direto para a cabine de pintura, o carro foi pintado, envernizado e na mesma semana, montado, lixado e polido.

1150824_618215388200772_1940977395_n

Chegar na oficina e ver o carro brilhando, quase pronto para e entrega foi sensacional, porque ficou exatamente como o imaginado. Liso, com muito brilho e sem aquela aparência de “carro repintado”.

1150810_618222681533376_731892085_n

 

Aguardei a conclusão da montagem, e de lá fui correndo para casa. Coloquei dentro dele: o banco traseiro, as quatro rodas aro 17 e os kits xenon, e corri para a loja de um amigo. Lá, em três pessoas fizemos tudo ficar pronto: ligação dos DRL e angel eyes, instalação do xenon, montagem das rodas e uma limpeza por dentro. A cada amigo que via o carro depois, era um elogio, uma surpresa.

998273_619204521435192_516878833_n

 

Depois disso, poucas alterações foram realizadas. Como já contava com filtro esportivo e escape de 2,5”, foi feito o remapeamento da injeção, agora com corte a 8.000 rpm para acabar com a queda que o carro tinha quando engatava-se a segunda marcha. Ganhou também velas Denso Iridium e bobinas novas. Como a ideia sempre foi de poder andar com o carro na pista, a suspensão está com o CATT travado para evitar sustos e a dianteira com buchas de PU. Nos freios instalei pastilhas EBC Red na dianteira e EBC Black na traseira, além de discos frisados e fluido Motul 5.1.

1174760_631831380172506_846707586_n

Fomos juntos pra pista em Saltinho, na arrancada de 201m, calçado com as rodas 15 na dianteira, com R888. Também fomos uma vez para o track day no ECPA em Piracicaba. Ótima experiência, para aprender a andar com o carro e ver os reais limites dele, que nunca são vistos na rua. Realmente excepcional. Por ser um circuito travado, a capacidade de frenagem e de curva do carro são grande destaque, e confesso que não faltou carro, e sim piloto, afinal, era minha primeira vez na pista. Mesmo não contando com suspensão especial e nem com pneus de alta performance, o comportamento nas curvas foi muito bom. A capacidade de frenagem também faz muita diferença. Voltas seguidas, com frenagens pra lá de onde deveria, e nada de fadigas ou sustos.

1969302_829326150423027_4002404712214531468_n

Na atual fase, o carro encontra-se da mesma maneira, apenas sem todo o som, já que não é mais usado, então tirei o lastro. Estou rodando pouco, cerca de 200 km por mês e pretendo iniciar uma preparação turbo. O próximo passo é algo que contarei no terceiro post. Até lá!

Por Patrick Fares, Project Cars #163

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Project Cars #244: novos upgrades no motor 2.0 e mais uma arrancada com meu Chevette Hatch

Leonardo Contesini

Project Cars #261: meu Citroën AX GTi está pronto e acelerando nas pistas!

Leonardo Contesini

O novo visual “euro” do meu BMW 328i Touring E36, o Project Cars #08

Leonardo Contesini