A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #114

Toyota Celica GT: um time attack no Paraguai com o Project Cars #114

E aí, amigos do FlatOut!? Neste sétimo post do meu PC vou contar algumas modificações que fiz depois de ter forjado o motor e também sobre a minha participação na primeira edição do Time Attack Paraguay.

Bom para começar fabriquei uma barra anti-torção frontal de aço inox. Os suportes foram fabricados a partir de um molde que fiz de papelão e foi usado um tubo redondo de 25 mm bem mais reforçado que a barra made in China que eu tinha um tempo atrás e que, com o tempo, teve seus suportes todos tortos.

 

Troquei os bornes da bateria por novos da Stinger com medidor de voltagem e uma batería nova da Moura um pouco menor da que estava no carro para diminuir um pouco de peso.

Tambem troquei algo que me incomodava bastante: o painel em milhas, com a escala em quilômetros no centro. Simplesmente inverti: ele agora tem a escala em km/h com as milhas por hora no centro. Nunca mais vou confundir milhas com quilômetros!

Eliminei o controle de velocidade cruzeiro que, que eu nunca tinha usado e deixava o acelerador bem pesado. Também tirei o limpador do para-brisa traseiro, que não lembro de ter usado uma única vez. Tudo para diminuir o peso com coisas que considero inúteis e que nunca usei.

10

No caso do limpa vidro traseiro tive que comprar uma tampa a medida para fechar o buraco sem precisar levar para a funilaria para fechar.

Depois foi a vez de trocar os meus pneus que ja estavam com três anos e estavam bem gastos. O pneu escolhido foi o mesmo que eu já tinha e que gosto bastante os Bridgestone Potenza 225/45 r17.

E aproveitando que ia trocar os pneus decidi trocar também as rodas para dar uma mudada no visual, ja que tinha as mesmas rodas havia seis anos. Encontrei umas Advan usadas que estavam em um Subaru Impreza e que segundo o dono tinham vindo junto com o carro do Japão e eram originais.

Como pintura delas estava um pouco castigada e como eu gosto de rodas preto fosco mandei jatear e pintar com pintura eletrostática preto fosco texturizado.

 

Time Attack Paraguay

Agora vou contar um pouco da minha participação do primeiro Time Attack Paraguay que foi um evento meio que histórico aqui no Paraguay, já que nunca tivemos um evento desse tipo por aqui. Também foi minha primeira experiência em uma pista de verdade sem ser as pistas virtuais que eu estava acostumado no iRacing ou Asseto Corsa.

18

A pista escolhida foi o autódromo Ruben Dumot — também por ser o único autódromo do Paraguay e que geralmente é usado para classificações do Rally del Chaco e arrancadas. O traçado é bem curto tem só 1,8 km, o asfalto um pouco acidentado em algumas partes e sem áreas de escape, se sair da pista em uma velocidade alta é provável parar numa árvore ou em um alambrado que tem na parte interna, o que faz dele um circuito um pouco perigoso.

O evento se dividia em dois dias, o primeiro para ir testar o carro e conhecer o traçado e no segundo dia as hotlaps cronometradas.

Nos treinos fui bem cauteloso por não conhecer o traçado e por nunca ter andado com meu carro em pista. Cronometramos algumas voltas com o celular e eu estava virando 1:07, 1:08 em voltas bem tranquilas até pegar bem a pista e nas últimas voltas estava virando 1:05.

No dia do evento, 23 de outubro, chegamos às 7 da manhã para a colocação de sensores e reunião de pilotos. A pista liberou lá pelas 8:30 com os carros divididos em varias categorias saindo cinco carros de cada categoria, que tinham 10 minutos de pista para fazer suas hot laps.

O carro se comportou muito bem nada falhou e o meu motor com um pouco mais de 4.000 km rodados depois de forjar funcionou perfeitamente sem em nenhum problema e sem consumir nenhuma gota de óleo confirmando assim que o eterno problema dos 1ZZ-FE tinha sido finalmente curado depois da troca de pistão.

Meu melhor tempo do dia foi 1:04,613 e acabei na 36ª posição geral de 59 carros e na 6ª posição da minha categoría. O primeiro lugar da minha categoría ficou com um Honda Integra Type R (1:02,163), o primeiro lugar geral ficou com um Mitsubishi EVO X (52,150) e o segundo com um Porsche 911 GT3 (54,891).

Deixo tambem o video oficial do evento para que possam ter uma ideia de como foi Time Attack Paraguay e para que possam ver todos os lindos carros que estiveram presentes.

Bom pessoal vou ficando por aquí até o próximo post.

Por Junior Gaboardi, Project Cars #114

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Amor platônico: a história do Dodge Dart de Elíphas Neto

Juliano Barata

Project Cars #157: o início da restauração do meu Chevette 1983 – um novo interior, rodas e funilaria

Leonardo Contesini

Project Bikes #330: a Suzuki GT550 Cafe Racer finalmente está pronta!

Leonardo Contesini