FlatOut!
Image default
Car Culture

Um Mustang de fibra de carbono com 835 cv, um Fusion Sport de 330 cv e os destaques da Ford no SEMA Show

Na edição deste ano do SEMA Show a Ford levou mais de 50 carros a Las Vegas — do pequeno Fiesta ST as picapes F Series e, claro, o Mustang. Alguns deles são meras parcerias com fabricantes de acessórios, e acabam apenas vestindo algum produto da marca, servindo apenas como vitrine para acessórios. Por outro lado, alguns projetos são transformações completas que envolvem até mesmo a troca de carroceria (sim, uma carroceria nova).

Para facilitar a sua vida, selecionamos os projetos mais impressionantes baseados em carros da Ford que estão no SEMA deste ano. Veja só:

 

Mustang

ford-at-2016-sema-2

Entre os vários Mustang levados a Las Vegas os destaques são este Mustang GT da Speedkore e o Mustang GT da Hurst. O primeiro recebeu uma carroceria completa de fibra de carbono sem emendas para redução de peso. Só isso já seria suficiente para garantir ao GT um lugar entre os destaques da feira. Mas os caras foram além e ainda instalaram um compressor Whipple Stage2 para ajudar o V8 5.0 a produzir 836 cv.

Até mesmo as saídas de escape usam o compósito: são feitas de fibra de carbono com alumínio usinado. A suspensão também recebeu uma atenção especial e agora usa um kit de coilovers Eibach Pro-Street e barras estabilizadoras também da Eibach. As rodas não poderiam ser menos especiais: um jogo de HRE P1 de 20 polegadas calçadas em pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 de 285 mm na dianteira e 325 mm na traseira. Por dentro os bancos e portas usam couro preto da Katzkin.

Mustang-1

Já o segundo, da Hurst, não será apenas um conceito para o SEMA: a Hurst e a Kenne Bell se uniram para produzir 50 unidades deste Mustang R-Code. Começando pela parte boa: o motor Coyote 5.0 recebeu um compressor Kenne Bell de 3,2 litros para produzir nada menos que 750 cv. E se você achou pouco ele pode ser equipado com compressor de 4,7 litros, que leva a potência para incríveis 1.520 cv.

Além do supercharger o Mustang Hurst também recebeu um sistema de escape de três polegadas da Flowmaster, válvulas injetoras e flautas de combustível da Kenne Bell, suspensão rebaixada e um jogo de rodas Hurst Stunner. Nem mesmo a aerodinâmica foi esquecida: a traseira ganhou um novo spoiler e um difusor, enquanto as laterais e a dianteira receberam splitters.

 

F-150 Raptor Baja

1477922136955

Como seu nome sugere, a F-150 Baja é a picape que a Ford irá levar ao deserto da Baja California, no México, daqui a duas semanas para a tradicional Baja 1000. A picape foi preparada pela equipe Foutz Motorsports, que usou uma F-150 Raptor de pré-produção.

Apesar da capacidade off-roader da picape — algo especialmente notado no modo Baja —, ela passou por uma série de modificações para poder suportar os desafios do deserto mexicano. Além da gaiola e dos bancos de competição, a F-150 Raptor Baja foi equipada com uma célula de combustível, barras de LED, rodas com beadlock, pneus BF Goodrich K02 e uma nova suspensão com 50 mm de curso extra. O motor é o mesmo da picape que será produzida em série: o V6 EcoBoost de 456 cv e 70,3 mkgf.

A picape foi testada no mês passado na Best in Desert, uma corrida de 1.040 km pelo deserto de Nevada entre as cidades de Las Vegas e Reno. A equipe concluiu a viagem em alta velocidade pelo deserto em 15 horas.

 

Fusion Sport Ballistic

ford-at-2016-sema

Outro destaque da Ford é uma versão mais radical do novo Fusion Sport feita em parceria com a Webasto. O modelo, que foi lançado no Salão de Detroit deste ano, é equipado com um EcoBoost V6 de 2,7 litros e nada menos que 330 cv (sim: ele é mais potente que o Mustang V6 e o Mustang EcoBoost). Para o SEMA o Fusion ganhou um novo capô com extrator de ar quente, splitter frontal e saias laterais de kevlar feitas pela Webasto, rodas forjadas da Modulare de 20 polegadas com pneus Toyo Proxes T1 245/35 e o pintou na cor Ballistic White.

1477966204306

O motor recebeu uma controle de boost da JMS BoostMAX e recalibração do pedal de acelerador, além de um escape MRT Performance e um sistema de pré-aquecimento do motor da Webasto. A suspensão agora usa molas H&R e os freios originais foram substituídos por um kit da Rotora, que usa pinças de alumínio forjado com seis pistões e disco de 381 mm na dianteira, pinças de quatro pistões e discos de 350 mm na traseira, pastilhas cerâmicas H2 e flexíveis de aço  inoxidável.

FusionSportBallistic_Webasto

Infelizmente a Ford não divulgou fotos do interior, mas o Fusion Sport Ballistic recebeu um teto solar Webasto H735-III, revestimento de couro e camurça nos bancos e portas e detalhes pintados de Ballistic White.

 

Fiesta ST

ford-at-2016-sema-1

O Fiestinha também teve seu espaço entre muscle cars e picapes — e deve ser por isso que ele vestiu um kit widebody digno dos carros de rali do Grupo B. Apesar da inspiração racer, a tração continua nas rodas dianteiras e o motor ainda é o 1.6 EcoBoost original, porém tanto a suspensão quanto o powertrain foram ligeiramente modificados.

A lista começa com um kit turbo “de competição” (segundo a Ford), escape exclusivo Borla, embreagem SPEC Stage 4 e diferencial de deslizamento limitado da Mountune, e continua com os coilovers JRI, pinças de freio Wilwood de seis pisstões, barra de amarração da Mountune, barras estabilizadoras da Eibach e conversão dos cubos de roda de quatro para cinco prisioneiros. As rodas são CF1 de 18 polegadas da Forgeline e calçam pneus Falken RT615K nas medidas 255/40.

Por dentro o Fiesta ST usa painel de instrumentos Racepak IQ3S, sistema de áudio da Kicker, gaiola TMR e bancos Sparco Pro 2000II com cintos de seis pontos também da Sparco.

Matérias relacionadas

Golf 1.0 TSI é lançado no Brasil com 125 cv e câmbio manual de seis marchas por R$ 75.000

Leonardo Contesini

Acelere com Nelson Piquet ao volante do Porsche 908/02 da equipe Hollywood em Interlagos!

Dalmo Hernandes

A verdadeira história do recorde de velocidade do McLaren F1

Dalmo Hernandes