A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #327

Voyage Trendline: pequenos acertos e uma pausa no Project Cars #327

Mais uma vez quero agradecer o carinho de vocês com meu pequeno carro numa terra de gigantes. O último texto foi muito bem aceito. Obrigado!

Desde que fiz as últimas alterações no carro, comentadas no post anterior, pouco tenho feito. Apenas instalei o prolongador central do console, e o volante foi encapado com couro, até mesmo por causa do desgaste do revestimento original. Instalei também uma lâmpada no teto, na parte central do carro, que ilumina os bancos traseiros. Esse é um upgrade bem útil. Também instalei os quebra-sóis com iluminação, e iluminação no porta-luvas, aproveitando que tive que puxar a fiação para as luzinhas do teto. Também troquei as saídas de ar do painel pelas do modelo G6, que tem um fechamento melhor e são mais harmônicas. São mudanças bem pequenas, fáceis de fazer, mas que dão um toque a mais no carro.

 

Nos últimos dias levei o carro até Campo Largo-PR, para que fosse feito um martelinho de ouro completo. Tudo o que o carro precisava na lataria foi arrumado. Curiosidade interessante: Mesmo sendo totalmente original de pintura, apareceram bolhas na tinta na parte interna das portas. Essas bolhas se formaram na saída de água da borracha da porta, por onde escorre mais água em dias de chuva. Era o problema mais grave na lataria dele. Todos os amassadinhos, pequenos riscos e etc. foram tirados, e onde haviam as bolhas foi feito a repintura.

Também foram pintados os para-choques, bem judiados, e o capô, que apresentava alguns riscos fundos. De lataria está zero agora. Não tem o que tirar nem por. Era assim que eu queria ver o carro na minha garagem.

Como a situação está ruim, não só para mim, mas para todos os PCs, o carro vai ficar assim por um bom tempo ainda. Quero, como próximas melhorias, desmontar e reapertar o painel, que tem vários rangidos dos dutos do ar-condicionado e etc., e também instalar rodas de liga. Mas isso deve demorar.

Aproveitando a experiência que tive com o desmonte e limpeza do interior, peguei o Gol bola do meu cunhado e dei uma geral completa. Tudo foi desmontado, limpo e recolocado. O carro que parecia uma escola de samba agora parece novinho.

Esse é um trabalho que gostei de fazer, mas que leva tempo e é necessário que seja feito com paciência. Às vezes é um parafuso que não entra, uma peça que estava ali e depois que sai não quer mais voltar e outras coisinhas, que se bobear dá para quebra tudo de raiva.

Mas o Gol, depois de dois dias e meio foi remontado e ficou impressionantemente melhor. Até minha cunhada elogiou o carro. E é bem difícil de agradar ela.

galeria 02 (5)

Para finalizar agradeço o espaço aqui no Flatout e peço que meu projeto seja colocado na geladeira, até que eu possa voltar a atualizá-lo. Obrigado a todos os amigos aqui do Flatout, e até a próxima!

Por Rafael Brusque Toporowicz, Project Cars #327

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Um muscle car de pai e filho – conheça a história do Pontiac Trans Am de Fabio Aro, o Project Cars #72

Leonardo Contesini

Project Cars #372: uma gaiola com motor AP para acelerar com força nos track days

Leonardo Contesini

Project Cars # 95: a evolução dos carros da equipe Cheetah Racing UNIFEI

Leonardo Contesini