FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

A estranha história da concessionária Lada “abandonada” na França

Histórias que envolvem concessionárias abandonadas sempre mexem com a imaginação dos entusiastas – não é à toa que contamos alguma delas aqui: uma concessionária BMW no Canadá, uma concessionária VW aqui mesmo no Brasil, e mais uma porção delas. Agora, outra loja de carros largada no tempo apareceu: uma revenda Lada na França que, supostamente, está abandonada desde há pelo menos dez anos. Será que está mesmo?

O site English Russia, que não é feito na Rússia mas é especializado em histórias, notícias e curiosidades a respeito do grande país gelado, foi um dos primeiros a publicar as fotos. A fonte original porém, é um grupo no Facebook chamado Автомобильный Исторический Портал, ou “Portal dos Automóveis Históricos” para quem não entende uma palavra de russo.

Alguém chamado Ilia Karasev, que vive na França, postou no dia 22 de abril algumas fotos tiradas pelo próprio:

Dirigindo hoje nas proximidades da cidade francesa de Mâcon, leste do país, deparei com uma concessionária Lada abandonada, aparentemente já desde a década de 90. Dentro e fora, carros abandonados e cheios de ferrugem, sem ninguém para cuidar destes clássicos da indústria automotiva russa.

Como acabamos de dizer, fazer este tipo de post em um grupo de entusiastas é como jogar milho para galinhas e, naturalmente, também fomos atraídos. Logo começou a especular-se o que teria acontecido para que esta revenda de carros russos em plena França (algo curioso por si só, na verdade), e nós temos algumas teorias. Mas primeiros, vamos dar uma olhada nas fotos.

18058188_1300451603409777_3793500337175748418_n 18057880_1300451606743110_933420104219113083_n 18034326_1300451666743104_8742326957125781754_n 17992174_1300451676743103_4229745963242298065_n

Algumas das fotos mostram carros que, de fato, aparentam estar há anos abandonados. Os veículos que ficam no pátio, naturalmente, são os que estão em situação mais triste: sujos, empoeirados, corroídos, com a pintura queimada e, muitos deles, com componentes faltando – principalmente faróis e lanternas. Alguns estão emplacados, outros não, mas certamente todos eles ficariam ótimos nas garagens de fãs de automóveis russos da AutoVAZ (a fabricante russa à qual pertence a marca Lada), como o Samara, o clássico 2105 (mais conhecido por aqui como Laika) e, claro, o Niva.

Você vai reparar também que a situação dos carros que estão do lado de dentro é um pouco melhor e que, tanto no pátio quanto abrigados no prédio, estão abrigados alguns veículos da Mazda, como o Familia de quarta geração e, acredite, um RX-7 da primeira geração que, fora o descaso, parece estar íntegro. O esportivo equipado com motor Wankel de dois rotores (se for um 13B, são 135 cv em um motor de 1,3 litro, potência específica superior a 100 cv/l) fica até deslocado perto do Lada 110, sedã lançado pela AutoVAZ em 1995.

18057748_1300451680076436_1992971586667251000_n

O carro ao seu lado parece um protótipo de rali, e seu visual nos leva a crer que seja alguma réplica do Lada EVA, protótipo para o Grupo B baseado no hatchback Samara que nunca chegou a competir.

Mas o que aconteceu aqui? Qual é a história desta concessionária? Será que ela está realmente abandonada? Por que os carros estão limpos e o terreno está bem cuidado? Estas são algumas perguntas que nos fizemos e nos deixaram intrigados a ponto de gastar algum tempo procurando pistas sobre essa loja, aparentemente batizada Garage Gilbert.

18034166_1300451596743111_6267048851491797807_n

Lendo a publicação de Karasev no Facebook, notamos que seis dias depois de postar as fotos, no dia 28 de abril, ele editou a postagem com o seguinte comunicado:

Peço a todos que, por favor, não compartilhem esta publicação. Depois de falar com o dono do lugar, descobri que a oficina da concessionária foi ativada. Os carros não estão em nome do banco e pertencem ao proprietário. Gostaria de pedir desculpas publicamente ao proprietário e aos membros do grupo.

Explorando os comentários da publicação no grupo (o que não é muito fácil por causa da barreira do idioma), vemos que outros membros levantaram a hipótese de os carros estarem alienados por falta de pagamento e que, por isto, foram abandonados na concessionária. Pelo jeito, o dono dos carros e da loja encontrou a postagem no grupo e não gostou das especulações, pois um dos comentários de Ilia menciona que o proprietário está lhe ameaçando com um processo.

Procurando pelo nome e pela cidade encontramos a Garage Gilbert na lista de autorizadas Lada na França. A lista era antiga, possivelmente anterior ao fim da operação da marca russa no país, mas constava nome e endereço da oficina. O endereço disponibilizado batia com o que encontramos no Google Street View.

Esta é a imagem mais recente disponível pelo serviço, registrada em agosto de 2013. Não é exatamente compatível com a de uma concessionária abandonada há pelo menos dez anos como as especulações diziam. Os Lada Niva no pátio da frente parecem limpos e mecanicamente em ordem e possivelmente estão a venda, se você considerar que alguns carros têm plaquetas com números no painel.

Procurando os registros anteriores do Street View (um recurso adotado pelo serviço há pouco mais de um ano) encontramos uma foto de abril de 2011:

Repare que os carros, apesar de serem de modelos diferentes, estão na mesma posição. Se você voltar para o registro anterior a esse, de março de 2011, verá que os carros estão em outra posição, o que indica que eles foram colocados ali entre março e abril de 2011 — ou seja: há seis anos.

Depois, voltando mais ainda, encontramos esta imagem do Google Street View feita em dezembro de 2009 – o registro mais antigo do serviço:

De fato, o local não parece abandonado, ainda que os carros no pátio do fundo estejam sempre na mesma posição. Dá até para ver como eles foram deteriorando ao longo dos anos.

Coincidentemente (ou não), a importação oficial dos automóveis da Lada para a França foi encerrada em 2008. Talvez – esta é uma especulação que compartilhamos com os membros do grupo – o fim das atividades da Lada no país tenha deixado a concessionária “órfã” e o dono tenha ficado com os carros e o espaço, aproveitando a oficina para realizar reparos e tentar revender o estoque sobressalente.

Os carros parados na parte externa seriam, então, repositórios de peças — por isso estão desmontados — e os carros guardados na parte coberta talvez sejam uma coleção pessoal. Às vezes a história é realmente mais simples do que parece (e também do que gostaríamos que fosse).

Matérias relacionadas

Mercedes-AMG C63 Coupé vaza na internet, dono da Amazon diz que trio do Top Gear custou caro, exame de CNH em SP terá câmeras e mais!

Gustavo Henrique Ruffo

Os 30 anos Honda NSX: conheça a história do primeiro supercarro da marca

Leonardo Contesini

Ford Ka ganha versão “SUV”, o fim das grid girls na Fórmula 1, Lotus terá novo esportivo em 2020 e mais!

Leonardo Contesini