FlatOut!
Image default
Melhor da Semana

Melhor da semana: HR-V com motor Turbo, Amarok Oettinger no Brasil e mais!

Passou a semana procurando a válvula EGR da sua picape Amarok? Teve problemas com o S-Tronic do seu Audi A3 8P e por isso passou a semana procurando o kit de reparo e não conseguiu visitar seu site favorito? Não tem problema: aqui está nosso resumo com tudo o que rolou de mais importante ao longo desta semana.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

 

Honda HR-V ganha motor 1.5 turbo de 173 cv

A Honda anunciou nesta semana o lançamento do HR-V com o motor 1.5 turbo com 173 cv a 5.500 rpm e 22,4 kgfm a 1.700 rpm combinado ao câmbio CVT com simulação de sete marchas. O motor é movido somente a gasolina.

Oferecido somente na versão de topo Touring, ele custa R$ 139.900 e chega às lojas em junho, diferenciando-se principalmente pela saída dupla de escape, suspensão e direção recalibrados de acordo com o desempenho do carro. Além do motor turbo, ele também tem teto-solar panorâmico e interior com couro claro, além dos equipamentos já oferecidos no HR-V Touring pré-reestilização, como a câmera de monitoramento de ponto cego no retrovisor direito, sistema de partida por botão e ar-condicionado de duas zonas. 

 

 

Produção do Ford Focus é encerrada na Argentina

Foto: Autoblog Argentina

O último Ford Focus saiu da linha de montagem de Pacheco, na Argentina, nessa sexta-feira (3) segundo os funcionários da fábrica. Os operários fizeram uma despedida improvisada com o último carro fabricado, um Focus hatch branco. Junto com o fim do Focus a Ford argentina fez um programa de demissões voluntárias. A unidade ainda produz a Ranger e poderá também fazer a próxima geração da Amarok, que será projetada em conjunto com a Ford.

Foto: Autoblog Argentina

 

Carro brasileiro é 44% mais caro que o mexicano

Um relatório feito pela empresa de consultoria Pricewaterhouse Coopers sob encomenda da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), apontou que os impostos brasileiros, os encargos trabalhistas, questões logísticas, custo de matéria-prima e escala de produção tornam o carro brasileiro até 44% mais caro que o mexicano.

Somente a produção do carro custa 18% menos no México. Quando se coloca os impostos na conta, a diferença chega a 44%, uma vez que no Brasil os impostos variam entre 37% e 44%, enquanto no México a carga tributária é de 16%.

 

Volkswagen Amarok V6 Oettinger de até 310 cv no Brasil

A tradicional preparadora Oettinger acaba de apresentar seu mais recente lançamento no Brasil: um kit de preparação para a VW Amarok com motor V6. A novidade chega através da Strasse, que é a representante oficial da Oettinger.

Originalmente, o motor turbodiesel de três litros entrega 225 cv e 56 kgfm de torque – suficientes para acelerar de zero a 100 km/h em 8 segundos. O kit da Oettinger será oferecido em duas versões, custando R$ 24.900 e R$ 19.900, respectivamente. Com a versão mais cara, a potência chega aos 310 cv, enquanto o torque aumenta para até 66,3 kgfm – o bastante para levar a picape de zero a 100 km/h em 7,7 segundos, com máxima de 197 km/h.

A versão mais acessível do conjunto eleva a potência para 280 cv, enquanto o torque vai para 61,2 kgfm. Em ambos os casos, a preparação consiste em uma reprogramação no módulo do motor, aumentando a pressão do turbo, e também ajustes eletrônicos no câmbio, melhorando o tempo de resposta.

 

Ford deixa de produzir a Ranger Flex

A Ford modificou a linha da Ranger para torná-la mais enxuta e reduzir os custos de produção. Com isso a versão de entrada XL 2.2 turbodiesel e os modelos flex equipados com o motor 2.5 deixaram de ser produzidos, restando apenas os modelos turbodiesel 2.2 e 3.2.

Além do fim dos motores flex, a Ford também terá a versão Storm, que foi confirmada em dezembro passado. Como dissemos na época, ela será equipada com o motor 3.2 Duratorq com 200 cv e terá os mesmos acessórios do conceito apresentado no Salão do Automóvel — pintura de dois tons, alargadores de para-lamas (para pneus mais largos), para-choques dianteiro com maior ângulo de ataque, admissão tipo snorkel, estribos e grade dianteira com o nome da versão.

 

Chevrolet Spin 2020 ganha “nova” versão de topo e nova tabela de preços

A Chevrolet anunciou a linha 2020 da minivan Spin, tendo como maior novidade a mudança do nome da versão topo de linha LTZ para Premier. A Spin é o primeiro Chevrolet nacional a adotar a nomenclatura atual do fabricante para modelos topo de linha, que já era vista nos importados Tracker e Equinox.

As mudanças na linha Spin se resumem a essa troca de nomes e a um reajuste nos preços. O modelo de entrada LS está R$ 1.200 mais caro, passando a custar R$ 68.790. O LT subiu R$ 1.300, passando para R$ 73.390. O Premier subiu R$ 1.400 em relação o LTZ, partindo de R$ 84.390 na versão manual e R$ 87.990 na automática. A versão aventureira e de sete lugares Activ7 também subiu 1.400, partindo de R$ 89.990.

 

Amsterdam quer banir carros a combustão interna

A câmara municipal de Amsterdam pretende banir das ruas da cidade os carros e motos com motores de combustão interna a partir de 2030.

Com a medida, a capital espera reduzir a poluição do ar, que, segundo as autoridades locais, reduzem a expectativa de vida em mais de um ano. A medida começará a ser efetivada a partir do ano que vem, quando os veículos a diesel de 15 anos ou mais serão proibidos de acessar a área circunscrita pelo anel viário A10. Em 2022 nenhum ônibus a gasolina ou diesel poderá circular no centro da cidade. A partir de 2025, a proibição será estendida a ciclomotores e até às embarcações fluviais dos canais da cidade. O plano “Clean Air Action” pretende tornar a cidade “livre de emissões” em 2030, ainda que 80% da energia elétrica holandesa seja produzida a partir de combustíveis fósseis como o carvão e o gás natural.

 

Detran apreende 400 toneladas de carrocerias e peças de carros clássicos no RS

Um dos ferros-velhos mais conhecidos entre os antigomobilistas teve todo seu estoque apreendido na manhã da segunda-feira (6) em Caxias do Sul/RS. Segundo informações da revista Classic Show e da Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, o estabelecimento tinha cerca de 400 toneladas de carrocerias antigas, componentes para carros dos anos 1920 aos anos 1980 e peças de reposição originais, algumas novas de estoque antigo.

Foto: Revista Classic Show

A apreensão fez parte da 82ª Operação Desmanche, que visa coibir o comércio de peças e componentes roubados, com base na chamada “Lei do Desmanche”, aprovada pelo governo federal em 2014. Conforme apuramos, o ferro-velho era credenciado desde 2015, porém algumas exigências da legislação eram inviáveis para esse tipo de segmento, caso da comprovação de origem de peças e componentes muito antigos.

 

Exclusivo para assinantes e crowdfunders

Começamos a semana com a história da Leyton House, a incorporadora imobiliária que se tornou uma equipe de corrida:

Clique na imagem para ver o post

Contamos a história do Schuppan 962CR e do Dauer 962 Le Mans, duas versões de rua do lendário Porsche 962C do Grupo C da FIA:

Clique na imagem para ver o post

Explicamos como surgiram e como são realizadas as manobras de interceptação da polícia em perseguições, e quais as alternativas modernas a ela:

Clique na imagem para ver o post

Publicamos a aguardada parte final da história de Oreste Berta, o mago de Alta Gracia, e sua tentativa de produzir um V8 de Fórmula 1:

Clique na imagem para ver o post

Contamos uma história praticamente desconhecida sobre um dos Alpine A110 mais radicais já feitos: o Alpinche, que tinha o motor flat-6 de dois litros e 220 cv do Porsche 911 R — e hoje é uma estátua na Galiza.

Clique na imagem para ver o post

Também contamos a história da Lucas Electric — e a origem de seu infame apelido “O Príncipe das Trevas”:

Clique na imagem para ver o post

Começamos nossa nova série com a evolução dos principais circuitos da Fórmula 1 e do Mundial de Endurance. Nesta semana, aproveitando o embalo da Fórmula 1 na Espanha, contamos a história e explicamos os detalhes da evolução do circuito da Catalunha:

Clique na imagem para ver o post

Também contamos a história do Dodge Challenger T/A, um dos muscle cars que ajudaram a derrubar o mito de que eles não eram bons de curva:

Clique na imagem para ver o post

E fechamos a semana com a realidade alternativa do BMW M3 E30, na qual ele ganhou motores de seis cilindros em linha pelas mãos dos mais famosos preparadores alemães da época:

Clique na imagem para ver o post

 

YouTube do FlatOut

Lembra do projeto do Felipe Cluk, nosso videomaker? Pois é, nesta semana publicamos o segundo vídeo, no qual ele explica por que escolheu um Mazda Miata:

 

Project Cars

No Project Cars desta semana tivemos mais uma estreia: o leitor Vinícius Gouveia começou a contar a história do Gol CL 1994 que comprou de seu bisavô com a promessa de cuidar do carro. O resultado a gente começa a conhecer no Project Cars:

Clique na imagem para ver o post

 

Especiais do FlatOut

Começamos a semana contando tudo o que já sabemos sobre o futuro circuito do Grande Prêmio do Vietnã, onde a Fórmula 1 irá correr pela primeira vez a partir de 2020:

Clique na imagem para ver o post

Também contamos o misterioso caso do Dodge Viper que foi transformado em Opel Rekord, o primo europeu do nosso Opala:

Clique na imagem para ver o post

Falamos sobre o Santo Graal dos Subaristas, um dos três protótipos do STI 22B, que está a venda com menos de 60 km rodados:

Clique na imagem para ver o post

Também conhecemos a senhorinha de quase 90 anos que ainda dirige seu Nissan 200SX desde zero — e nem pensa em vendê-lo:

Clique na imagem para ver o post

E também conhecemos o Civic MKIII de motor central-traseiro que parece vindo de uma realidade alternativa:

Clique na imagem para ver o post

Matérias relacionadas

Novo prazo para as placas do Mercosul, as primeiras fotos do BMW M8, um Civic VTi turbo de 300 cv no Brasil e as novidades da semana no FlatOut e no YouTube do FlatOut

Leonardo Contesini

Melhor da Semana: os novos Corvette, Prisma e CLA35 AMG, Copa Hyundai HB20, DS3 de 400 cv e mais!

Leonardo Contesini

Melhor da semana: Classe A no Brasil, novas Honda e Royal Enfield, um crossover no Midnight e mais!

Leonardo Contesini