A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #93

Project Cars #93: a preparação do motor Subaru 16v para meu Volkswagen SP2 – e outros detalhes do projeto

Salve, galera do Flatout! Primeiramente gostaria de pedir desculpas pela demora no post, mas como vocês devem imaginar, as postagens do meu PC são meio que just in time como diria Kiichiro Toyoda. Pra quem ainda não viu os outros posts pode dar uma olhada aqui e aqui.

Segundamente vamos explanar a quantas anda o projeto. Bom, não andou quase nada para ser sincero, emprego novo, tempo escasso e grana curta me obrigaram a dar uma segurada em quase tudo. Desde a retirada do motor não consegui fazer muita coisa prática, mas as teóricas vão desenrolando bem.

IMG_20140109_132504422

Continua esteticamente idêntico de quando saiu do jato de granalha

 

Saúde do motor

O motor foi tirado do Subaru e, como eu disse no post anterior, estava fumando bastante — muito graças ao uso do GNV e à quilometragem avançada (300.000km). Resolvi meter as caras de vez e ver qual era a real situação, dei um banho nele pra tirar o pior da sujeira e ferramentas pra que te quero.

Time Lapse da retirada do motor EJ22 do Legacy doador

 

Tirei todos os acessórios do motor e parti pros cabeçotes. Com o par de 8v fora pude analisar melhor a situação. O motor nunca havia sido aberto, 300.000km e todas as juntas originais e medidas standard (pelo menos na parte de cima, ainda não tirei o cárter). Então vou só dar um banho químico, trocar os retentores de válvula, aplainar eles, talvez um talento nos dutos de admissão e escape e montar pra ver. Na pior das hipóteses se não ficar bom e precisar abrir novamente perco no máximo um par de juntas.

IMG_20141220_154947809

Acho que tava meio entupido, o arrefecimento

Vocês devem ter estranhado o “talvez” do talento nos dutos mas vou explicar. No mundo, principalmente na esfera automobilística,  tudo tem um motivo, razão ou circunstância, e os dutos de admissão tem um motivo especial para serem ásperos. A irregularidade dos dutos cria um turbilhonamento da mistura ar+combustível e faz com que ela fique ainda mais misturada, parece idiota, mas é o jeito mais leigo de explicar, e isso otimiza a queima. Portanto polimento de dutos nem sempre é a melhor receita de preparação, tudo depende de qual combustível vai queimar, graduação de comando, tamanho de válvulas, grau de temperatura das velas e mais uma infinidade de variáveis. Como ainda não consegui dados para ver se os dutos polidos neste motor realmente são vantajosos não posso dizer se farei ou não.

IMG_20141220_155007026

Cabeça dos pistões estão bem carbonizadas, mas com pouca folga e camisas sem riscos

IMG_20141220_173715466

E medidas standard

Ainda não tive tempo de levar os cabeçotes até a retífica, mas os retentores de válvula já estão a caminho e assim que chegarem serão levados para lá.

IMG_20150714_203714775

É, eles estão meio sujos

 

Teoria e mais teoria

Lá no começo da história eu contei sobre minha vida e creio que alguns lembrem que sou formado em Manutenção de Aeronaves e isso, apesar de não ser uma engenharia mecânica, ajuda bastante na hora de criar as peças pro meu carro. Escolha do material, durabilidade, praticidade, funcionamento etc. Pois muitas matérias que apesar do foco aeronáutico prático tinham um pé na teoria da engenharia (mesmo coordenador de curso, mesmos professores, mesmos laboratórios).

Como não tenho colocado muito a mão na massa no projeto tenho trabalhado bastante na parte teórica de tudo, e atualmente, suspensão, freios, escape e roll-cage tem fritado meus miolos e tomado algum tempo meu. Seja desenhando no SolidWorks, calculando no excel ou navegando na internet em busca de referências e dados técnicos.

O SolidWorks (software do tipo CAD para desenho e simulação de partes mecânicas) tem sido um grande aliado meu, para poder desenhar as peças e chegar o mais próximo possível do que desejo sem ficar gastando com material para testes. Sem contar que existe um site colaborativo que usuários deste tipo de programa podem compartilhar seus projetos para outras pessoas usarem.

Foi no Grabcad que encontrei a flange que fixa o escape no cabeçote já desenhada nas medidas corretas e foi só mandar para a empresa de corte a laser. Eu já tinha até feito um molde em papel para passar para o computador, mas acabei achando pronta, na sorte, e me poupou algumas horas de trabalho. Assim que as duas peças chegarem, vou buscar os tubos e vai ser a hora de colocar em prática os ensinamentos que o Rodrigo Passos nos passou nos posts dele sobre escapamentos e quebrar a cabeça para montar o coletor em inox 304.

Render flange

Renderização do desenho da peça que foi para o corte a laser

Captura de Tela 2015-12-02 às 15.07.11

Para facilitar minha vida eu bolei uma planilha no excel com os ensinamentos deste post

Lá no Grabcad encontrei também um projeto da suspensão dianteira Double Wishbone. A princípio fiquei bem animado, mas assim que fiz o download e montagem virtual do conjunto descobri que algumas medidas não batiam com as que tinha tirado do carro e teria que fazer cortes na lataria, sem contar que achei a estrutura muito fraca (A propósito, no dia que estava escrevendo esse texto encontrei uma loja vendendo a suspensão idêntica à do projeto que baixei). Voltei à estaca zero da suspensão, ou melhor estaca 1 e 1/2, nesse meio tempo acabei achando bastante material sobre suspensão oque tá me dando um grande embasamento teórico para desenvolver a minha do jeito que quero.

Render_suspens_o

Renderização do projeto que achei pronto, pena que não me serviu

Outra coisa com o que andei brincando no SW foi o trambulador sequencial para a caixa VW. Porém antes de partir para a “prancheta” tive que quebrar a cabeça um pouco, assistir vídeo, fuçar em um câmbio velho que tenho em casa, rabiscar no papel e então planilhar a minha ideia para poder jogar para o programa o que estava na minha cabeça. Quando eu digo planilhar é pq joguei em uma planilha do excel as posições da caixa seletora para ficar mais didático.

Tabela Câmbio

Melhorando a didática

Render trambulador

Ideia base já em processo de melhoria

 

Acessório Novo

Nesse meio tempo ando sempre fuçando na internet atrás de alguma barganha e por sorte encontrei um volante e um cubo de saque rápido (dois vendedores diferentes) da marca Carpo por um valor excelente, por coincidência a mesma marca do cinto de 4 pontas que eu já possuía, acabei arrematando ambos. A Carpo é uma empresa argentina com uma gama bacana de produtos na linha Racing. Infelizmente o site deles está fora do ar, mas no Mercado Livre Argentino encontra-se vários produtos da marca, mas o Peso Argentino anda meio valorizado perante o Real e inviabiliza comprar lá.

IMG_20150926_122512535IMG_20151111_202959890 IMG_20151111_202809682

Uma coisa que estranhei quando o volante chegou foi o seu tamanho de 380mm, tive que ir dar uma conferida se não ia ficar muito grande no carro. E outra coisa que eu já comprei sabendo que ia dar trabalho é o cubo, que vou ter que dar um jeito de fabricar uma nova barra de direção, pois a estria de saque do cubo é para ser soldada, diferente da snap-fit da lotse que é parafusada na estria original, e como não quero estragar a barra original vou ter que dar meus pulos.

Volante no lugar

Não aguentei esperar e tive que “colocar” no lugar pra ver, aparentemente ficou bacana

Por hoje é isso pessoal, espero que logo menos eu consiga trazer mais novidades para vocês.

Abraços e “In doubt, FlatOut!”

Por Danilo Gamarros, Project Cars #93

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Project Cars #368: a montagem do motor K20 e uma viagem de 5.200 km com meu Civic Si aspirado

Leonardo Contesini

Project Cars #90: meu Passat Variant VR6 B3 está pronto!

Leonardo Contesini

Honda Civic Si: a montagem do motor K20 aspro e a estreia do PC #358 nos track days

Leonardo Contesini