Quer participar com o seu carro no Project Cars? Esta é a sua chance!

Juliano Barata 23 abril, 2014 1.112
Quer participar com o seu carro no Project Cars? Esta é a sua chance!

Ficamos muito felizes de ver como nossa iniciativa Project Cars (se você não sabe o que é, clique aqui) foi abraçada por vocês, leitores. O PC se mostrou um excelente revelador não só de carros interessantes, mas de histórias pessoais emocionantes, envolventes e mais do que isso, com as quais nos identificamos pessoalmente.

Neste post, trazemos uma oportunidade de você se inscrever e, quem sabe, ser o mais novo integrante do Project Cars. Dos 94 participantes iniciais, houve algumas desistências circunstanciais (razões pessoais, venda do veículo, etc), alguns sumiços não justificados e um ou outro atraso, o que criou a oportunidade de convocarmos quem ficou de fora.

Serão abertas vinte novas vagas no Project Cars, seguindo estes critérios:

1) Os sete mais votados (com pontos positivos) do público

2) Cinco projetos universitários (ex: Fórmula SAE e Baja) mais votados

3) Oito escolhidos pelo FlatOut, de acordo com fatores como raridade do veículo (em casos de originais), exoticidade ou radicalidade da preparação ou carência da marca/modelo na lista atual

 

Como se inscrever?

Mais simples, impossível: vá na área de comentários deste post e deixe o seu nome e sobrenome, modelo e ano do carro, conte qual o seu projeto e publique uma ou duas fotos do carro.

 

Que tipo de carro pode se inscrever?

pcarstype1

Carros modernos originais: precisam ser icônicos, preferencialmente esportivos ou de luxo, e no máximo até o começo dos anos 2000. Raridades e exclusivos no País são muito bem-vindos. Marcas passionais, como Alfa Romeo e Subaru, também.

Carros modernos preparados: aqui o leque abre virtualmente para quase todo tipo de carro preparado. Vale de um Passat Pointer turbinado a um Nissan GT-R fuçado. A regra é o projeto não estar finalizado, senão não tem graça alguma para os leitores – vira só um “show my ride”, uma auto massagem de ego. Quanto mais ousado o projeto, maior será a receptividade dos leitores – projetos com swap são muito bem-vindos.

Carros antigos / originais: da mesma forma, carros originais precisam ser icônicos – Maverick, Fusca, Corvette, Jaguar, Vemaguet, Renault 4L, Mini Cooper, etc. Mas há exceções: se você tem histórias muito, muito interessantes pra contar, ou se você está entrando em um projeto de restauração completa, o que muito interessaria aos nossos leitores.

Carros antigos / preparados: novamente, o leque abre bastante. Um Fusca da década de 1980 não seria interessante para nós, mas isso muda se o seu projeto é fazer dele um canhão. Mas a receita não precisa ser extrema: pense que legal seria para os leitores ver a evolução de um Chevette tubarão ou de um Opala com preparação leve.

Carros de corrida (circuito ou arrancada): está fazendo um carro de corrida? Pode ser muito interessante para nós também!

Motos: sim, também valem, apesar do nome Project Cars. Nos mesmos critérios acima!

novadrag

 

Aos (futuros) vinte eleitos

Na semana que vem iremos publicar a lista com os nomes dos Project Cars eleitos. Se o seu nome estiver na lista, é só passar o seu e-mail nos comentários que iremos entrar em contato passando as instruções. Mas o principal está aí embaixo.

O primeiro texto de vocês deverá ser uma introdução com a sua história ligada à do carro, mais ou menos como vimos até então, mas também já deverá apresentar o projeto, ou seja, contar em detalhes a receita de tudo o que será feito. Desta forma, diminuímos um pouco da ansiedade dos leitores :)

No caso de carros originais prontos, como não há receita de preparação ou de restauração, o foco ficará em detalhar a convivência com o carro – como é dirigi-lo, os cuidados necessários, os custos de manutenção, etc.

Nos posts seguintes vocês poderão se dedicar a assuntos específicos. Alguns exemplos: mostrar o que deu de errado no projeto até então, atualizações do andamento do projeto, explicação detalhada de como foi feito o swap de motor ou a troca/instalação de determinado componente, a desmontagem/remontagem do carro, funilaria, busca de peças raras, contar histórias de participações de eventos (como track days, exposições, viagens) etc.

Estaremos sempre disponíveis para tirar dúvidas – e não se preocupe se o seu forte não é uma boa redação: todos os textos são editados por nós com bastante atenção. Para a gente, o mais importante é que o assunto seja interessante e relevante para a comunidade de leitores e que haja imagens acompanhando o que está sendo dito no texto!

Bem, é isso pessoal! Mandem bala nos comentários – e leitores, não se esqueçam de votar nos projetos que vocês acharem mais interessantes!