A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Projetos Gringos Sessão da manhã

Para quem acha que já viu de tudo: este é o Lamborghini Murciélago de drift de Daigo Saito

O drift é uma das formas de automobilismo mais flexíveis e ecléticas que existem. Apesar de ter se popularizado no Japão e, por isso, ser abarrotada de clássicos japoneses, o famoso dorifuto também recebe de braços abertos qualquer outro carro de tração traseira — não são poucos os que se aventuram pelas derrapagens controladas com clássicos europeus (especialmente Mercedes-Benz e BMW) ou muscle cars. E que tal um Passat com motor V8?

Por aqui, os grandes campeões são Chevette e Omega — porque a gente tem que se virar com o que tem. E, como você já deve ter visto aqui mesmo no FlatOut, temos alguns projetos respeitáveis no Brasil.

De Chevette…

… e de Omega 

Mas esqueça tudo isto. Você já viu um Lamborghini de drift? Se você nos acompanha, talvez já tenha até topado com ele por aí. Afinal, o projeto do campeão Daigo Saito, um dos maiores nomes do drift no Japão. O cara compete na D1, principal divisão da categoria por lá, desde 2004, e foi campeão em 2008 — além de participar da Formula Drift americana desde 2012. Acho que isto dá a ele credenciais para mandar derrapagens controladas no carro que bem entender, não?

Sendo assim, depois do Toyota Chaser de 1.000 cv e do Nissan GT-R de tração traseira, chegou a vez do Lamborghini Murciélago passar pelas mãos de Saito. O projeto começou em janeiro deste ano e agora, dez meses depois, está pronto. Sabemos que alguns de vocês vão adorar a ideia enquanto outros vão achar um total sacrilégio, mas a gente não precisa concordar em absolutamente tudo, precisa?

Se você é adepto do drift, precisa ter uma coisa em mente: não dá para ter pena dos carros. Se um piloto participa de um evento (nem precisa ser um evento grande ou mesmo profissional) e termina com o carro intacto, sem nenhum pedacinho faltando, pode ter certeza de que tem algo errado. E é por isso que acreditamos que, talvez, alguns não curtam a ideia de ver um clássico italiano com motor V12 ser preparado para andar de lado.

Por outro lado, carros são feitos para serem usados. Superesportivos foram feitos para andar no limite, e não desfilar por aí (ainda que não conheçamos uma pessoa que não goste de ver um carro exótico nas ruas). E você quer algo mais extremo que uma das principais competições de drift do planeta?

O carro em questão não é qualquer Lamborghini. Se você é um cara ligado na cena automotiva japonesa de customização, é provável que conheça a Liberty Walk (aka LB Performance), empresa nipônica especializada em kits widebody para praticamente todo tipo de carro e dona de um estilo bastante característico: suspensão rebaixada, alargadores gigantescos nos para-lamas, esquemas de pintura e envelopamento exóticos e pneus absurdamente largos. E, de vez em quando, sistemas de escape que cospem fogo — como no Aventador que eles levaram para o SEMA Show no ano passado.

Aproveite para conferir nosso relato de uma visita à LB Performance

Pois bem: o carro de Saito é o Lamborghini Murciélago 2004 que a Liberty Walk apresentou no SEMA de 2014, e que foi usado regularmente pelo dono da companhia, conhecido como Kato-san, até o início de 2015. Foi então que Saito e Kato-san decidiram firmar uma parceria para transformar o Murciélago em carro de drift. Afinal, por que não?

daigo-saito-lambo (1)

Desconsiderando o fato de o Lamborghini Murciélago ser um superesportivo italiano de alto desempenho e um touro relativamente raro, com cerca de 4.100 unidades fabricadas entre 2001 e 2010 (uma média de 410 unidades por ano), sua escolha faz bastante sentido: carros de drift precisam de motores potentes e carrocerias leves — algo que o Murciélago tem com certeza.

Afinal, estamos falando de um carro com carroceria de fibra de carbono e motor V12 de 6,2 litros com 580 cv a 7.500 rpm e 66,3 mkgf de torque a 5.400 rpm — como todo Murciélago produzido entre 2001 e 2006. A partir daí, o motor passou a deslocar 6,5 litros e a entregar 640 cv.

daigo-saito-lambo (4)

Sendo assim, Kato-san e Saito puderam se dar ao luxo de concentrar suas modificações no visual do carro e no sistema de suspensão — no mais, o carro é “original”, apenas com novos filtros de ar no motor e uma alavanca short throw no câmbio manual de seis marchas, que é exatamente aquele com o qual o carro saiu da fábrica. Como dito no vídeo abaixo, Saito pretende adotar uma caixa sequencial “assim que o orçamento permitir”.

O vídeo também mostra algumas modificações realizadas no carro. Além do interior completamente depenado (dá até para ver o verso da fibra de carbono das portas), com painel feito sob medida, gaiola e bancos de competição, o carro teve os eixos dianteiros e traseiros substituídos por componentes feitos sob medida. Na dianteira e na traseira, foi usado um sistema de suspensão ajustável com componentes Ikeya Formula — sendo que a dianteira também recebeu pontas de eixo de Supra.

daigo-saito-lambo (2)

Aliás, o vídeo traz a participação de Vaughn Gittin Jr., colega de Daigo Saito na Formula Drift americana, e seu Mustang RTR de drift. Ambos são patrocinados pela Monster Energy, e por isto ambos trazem as mesmas cores: cinza e preto fosco na carroceria com detalhes em verde fluorescente. Não é o tipo de coisa que se espera de um Lamborghini. Ou será que é exatamente o que se espera de um Lamborghini? Ainda não decidimos, mas é impossível dizer que o visual radical, com para-lamas enormes, cores contrastantes e os famosos “Daigo holes” nos vidros de acrílico não cause impacto.

daigo-saito-lambo (3)

Mais impacto ainda causa a visão do carro em movimento, com o sistema de direção sob medida e o V12 italiano em ação. A qualidade ainda é amadora e o vídeo é curto, mas já dá para atiçar, não é?

No entanto, pelo jeito podemos esperar algo interessante por aí. No mês passado, Luke Huxham — o videomaker que já nos presenteou com algumas produções memoráveis, como o Motorhead Hillclimb e o documentário sobre os japoneses que andam com protótipos de Le Mans pelas ruas — postou uma foto do Lamborghini quase pronto no Instagram.

Considerando que ele e Saito são bem próximos (e até já trabalharam juntos mais de uma vez), não nos surpreenderíamos ao ver este Lamborghini Murciélago dançando pelas touges japonesas dentro de não muito tempo.

 

Matérias relacionadas

Quem precisa de simuladores quando se tem uma Ferrari com telemetria?

Leonardo Contesini

O hipnotizante espetáculo da combustão de nitrometano

Dalmo Hernandes

O misterioso caso do Dodge Viper que se transformou em um “Opel Rekord”

Dalmo Hernandes