Project Cars: novas vagas disponíveis (yeah!) e lista de corte de participantes (booo!)

Equipe FlatOut 2 dezembro, 2014 1.457
Project Cars: novas vagas disponíveis (yeah!) e lista de corte de participantes (booo!)

Galera, hoje temos boas notícias e más notícias: neste post estamos divulgando a nova chamada do Project Cars – mas também estamos divulgando a lista dos participantes que provavelmente serão excluídos por falta de participação. Se você quer participar do PC, recomendamos que você leia com atenção os requerimentos, pois algumas coisas mudaram – e não queremos que essa lista de exclusão engorde!

 

A nova convocação: novas regras!

O formato para se inscrever ainda é o mesmo: vocês terão até este domingo (7 de dezembro) para se inscrever, publicando na área de comentários deste post uma ou duas fotos de seu carro (não se preocupe, o Disqus sempre demora uns cinco minutos para mostrá-la depois de publicada) e um resumo de um parágrafo detalhado do seu projeto, que pode ser um carro antigo ou moderno, preparado ou customizado, restaurado ao padrão original ou simplesmente raro.

O que mudou? Confira:

1) Desta vez daremos prioridade para projetos prontos ou quase finalizados. Por isso, mostre a foto de seu carro no estado atual! Carros desmontados ou “a fazer” não serão considerados desta vez.

2) Os votos dos leitores terão peso importantíssimo em nossa decisão, mas desta vez, não se tratará de votação popular: as escolhas do FlatOut vão se pautar por critérios como escrita, detalhismo, conhecimento técnico e/ou histórico presentes no texto da inscrição. Além, é claro, do modelo do carro e da história do dono em si. Por isso, capriche: não apenas jogue uma foto e uma frase perdida nos comentários! Faça um resumo de um parágrafo (não faça uma redação!).

3) Os novos participantes eleitos terão direito a quatro ou cinco posts e algo entre cinco e seis meses para contar a história do começo ao fim. Exceções serão consideradas, claro: muito mais importante que o prazo final é a constante participação.

4) Quantas vagas serão disponibilizadas? Entre 20 e 40 vagas.

5) Caso tenha mais de um carro, você pode se inscrever mais de uma vez. Se são dois carros iguais (exemplo: dois VW Golf), pedimos que faça apenas uma inscrição contendo os dois carros.

 

Como funciona a participação no Project Cars?

1) O primeiro passo está neste post: depois de ler as regras do parágrafo acima, inscreva o seu projeto no campo de comentários. Daqui a cerca de dez dias, iremos divulgar a lista dos eleitos, e nela iremos pedir os e-mails dos vencedores. Os vencedores serão contatados e receberão um pequeno guia de como participar, com bons textos e fotos adequadas

2) Três bons exemplos de textos, ricos em detalhes históricos e técnicos e fotos descritivas. O Pontiac Trans Am de Fábio Aro, o Fiesta Sport de Tomás Andrade e o Honda Today de Kenji Ashimi

3) Clique aqui para ver todos os posts do Project Cars na ordem cronológica (do mais recente ao mais antigo)

4) Clique aqui para acessar o índice com o nome de todos os carros participantes do Project Cars

 

Ultimato: a lista de corte

Nada menos que 43 (30% dos 145 projetos) projetos estão correndo risco de perder a vaga no Project Cars por falta de participação. Todos são carros bacanas, vários pertencem a pessoas conhecidas em seus respectivos meios, mas credenciais não mudam o nosso problema: um participante que não é ativo está congelando uma vaga que poderia ser preenchida por alguém mais comprometido.

Nós precisamos publicar textos do Project Cars todos os dias, e o sumiço destes participantes abaixo está comprometendo a existência do quadro, pois estamos com apenas dez textos de reserva.

Estes projetos abaixo provavelmente entrarão no nosso “cemitério” a partir da sexta que vem (12 de dezembro), quando se encerra o prazo para o envio do Post 2. Nota: textos escritos com pressa ou muito curtos serão recusados.

  • 3. Project Trip: viagem para os templos do automobilismo na Europa – Rodrigo Savazzi. Post 1 – Post 2
  • 7. BMW 318 compact 1994, restauração/preparação – Denys Rafael Dalmolim. Post 1 –
  • 10. BMW E46 conversão para M3, Rafhael Carneiro. Post 1
  • 17. Chevrolet Kadett GLS 1994 2.0 swap, preparação – Felipe Machado. Post 1
  • 18. Chevrolet Omega GLS 2.2 1998, all stock – Rodrigo Mora. Post 1
  • 23. Chevrolet Sedan 4 portas 1934 Hot Rod, restauração e preparação – Cezar Bressan. Post 1
  • 25. Honda Civic VTi 1997, preparação e restauração – Flávio “Zaca” Diniz. Post 1
  • 27. Fiat 147 1978, preparação – Guilherme “Perna” Rodrigues. Post 1
  • 35. Fiat Marea Turbo 2.5, preparação – Paulo Bazam Junior. Post 1
  • 39. Mustang Saleen S281 2000, all stock – Gabriel Atilio. Post 1
  • 40. Ford Fiesta 2.0 swap, preparação track day – Luciano Falconi. Post 1 – 
  • 44. Ford Escort Mk1, preparação – Daniel Pita. Post 1
  • 50. Honda Civic VTi 1993, restauração e preparação – Lucas “Piki”. Post 1
  • 53. Jaguar Mark VII 1951, restauração – José Curado. Post 1
  • 56. Lada Laika SW e Sedan, restauração – Camilo Fontana. Post 1
  • 59. Mercedes-Benz 300CE-24 1990, all stock – Alexandre Anziliero. Post 1
  • 65. Nissan Skyline GTS-T R33 1997, preparação – Matheus Augusto. Post 1
  • 67. Peugeot 306 Rallye 2000 2.0 XU10J4RS, preparação – Bruno Weber. Post 1
  • 68. Peugeot 206 “GTI 180/RC”, preparação – Wellington Lemes da Costa Neto. Post 1
  • 70. Peugeot 306 Cabrio, restauração – Gabriel Gonzalez. Post 1
  • 72. Pontiac Firebird Trans Am 400 1974, restauração e preparação – Fabio Aro. Post 1 —
  • 77. Renault Clio 1.6 16V, preparação track day – Fellype Saab. Post 1
  • 79. “Renaultsport” Clio 2.0 16V, preparação – Bruno Ordones. Post 1
  • 87. Volkswagen Fox Trend 1.6 Turbo 2011, preparação – Elias Soares. Post 1 –
  • 89. Volkswagen Golf MKIII GTI R36 swap – Marcos Andrade Junior. Post 1
  • 93. Volkswagen SP2 1975, preparação – Danilo Gamarros. Post 1
  • 95. Fórmula SAE Cheetah Racing CR-13 / Unifei, construção – João Pedro França Magnotti. Post 1
  • 96. Fórmula SAE FEB Racing / Unesp Bauru, construção – Arthur Sabbag. Post 1
  • 97. Baja SAE Cataratas / Unioeste, construção – Samuel Dianin. Post 1
  • 98. Ecocar a combustão e elétrico / Unicamp, construção – Carlos Eduardo Ramponi. Post 1
  • 101. Fórmula SAE Unicamp / Unicamp, construção – André Abi Chedid. Post 1
  • 104. Fórmula SAE UFFormula / UFF, construção – Diego Augusto. Post 1 – 
  • 108. Pontiac Trans Am 1974, restauração e preparação – Henrique Fonseca. Post 1
  • 119. Citroën C4 VTR 2007 turbo, preparação – Mateus Bordin Lucas. Post 1
  • 120. Citroën C4 2010 “VTS”, preparação – Luis Filipe Vasconcelos. Post 1 – 
  • 126. Mercedes-Benz 190E 2.3 16V Cosworth 1984, restauração – Gabriel Machado. Post 1
  • 128. VW Fusca 1952 Split Window, restauração – Jayme Costa. Post 1
  • 129. Ford Mustang GT 1995 “Interceptor”, preparação – Leonardo Rocha. Post 1 – 
  • 135. Honda Prelude, preparação – Camilo Bonifácio. Post 1
  • 137. Mitsubishi Lancer Sportback Ralliart, preparação – Allan Pinheiro. Post 1
  • 139. Suzuki Swift GTi, preparação – Jayme Casanova. Post 1 – 
  • 142. BMW 135i Sport 2010, preparação – José Santiago. Post 1
  • 145. Ford Focus GLX 2008, preparação track day – João Alberto Pensa. Post 1

 

Dois pedidos

Hoje em dia, todo mundo tem cada vez menos tempo para fazer seus hobbies. Por isso, leve em consideração a seguinte pergunta: terei tempo para escrever um texto por mês, mês e meio, bem escrito e com fotos, para o Project Cars? Vou conseguir manter este hábito para cumprir os textos seguintes?

Nosso maior problema têm sido a falta de comprometimento – quem se empolga no começo, colhe os frutos da exposição em público num espaço de grande audiência, e depois desaparece no anonimato. Ou, por distração, esquece do compromisso conosco.

O outro é um pedido de desculpas em relação à área de comentários. De uns meses para cá, o crescimento de audiência trouxe meia dúzia de frustrados com o típico perfil de portal, mais preocupados em resmungar e provocar os outros que participar de forma construtiva. Por isso, a moderação nos comentários do Project Cars (bem como no FlatOut como um todo) será substancialmente mais linha-dura com haters e com quem incentiva este comportamento – sim, isso inclui quem responde de forma agressiva e ofensiva. Afinal, a regra precisa ser igual para todos.

Não se envolva em brigas: apenas ignore, dê um voto negativo (ele é anônimo) e sinalize o comentário. Em breve teremos um moderador dedicado exclusivamente a esta função no FlatOut – entre outras novidades, que estão atrasadas, mas chegarão! :)